“Ancestralidade e Representação” é uma das categorias da 7ª edição do Prêmio Pierre Verger!


premio_pierre_verger
Foto Pierre Verger

O que pode haver de ancestral e de representativo num
ensaio fotográfico de reconstrução histórica?

Esta é a dúvida que os fotógrafos brasileiros e residentes no Brasil terão que responder na Categoria 1 – Ancestralidade e Representação, da 7ª edição do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, promovido pela Fundação Cultural do Estado, em parceria com a Fundação Pierre Verger.

Na categoria vão concorrer ensaios fotográficos autorais que tragam abordagens de caráter histórico ou etnográfico brasileiro. As milhares de imagens espalhadas no mundo, registradas em preto e branco, por Pierre Fatumbi Verger (1902-1996), homenageado com esse Prêmio, podem servir de inspiração para o tema Ancestralidade e Representação.

E TEM PRÊMIO…
A Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa) vai premiar três fotógrafos, um em cada categoria, com o valor de R$ 30.000,00, através do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger. O Prêmio foi instituído em 2002 e busca dar destaque aos trabalhos fotográficos que tenham se destacado no cenário nacional. Além dos três premiados nas categorias, serão selecionados ainda 12 ensaios fotográficos, sendo 4 em cada uma das categorias, que juntamente com os premiados, participarão de uma exposição coletiva e do catálogo do Prêmio 2019.

O edital, lançado a cada dois anos pela Funceb, traz mudanças nesta 7ª edição, nas categorias de premiação. Confira aqui o edital completo!

Em 2019, as categorias vão atravessar temas diversos, são eles: ensaio fotográfico de reconstrução histórica, com o tema Ancestralidade e Representação; ensaio de Inovação e Experimentação Fotográfica de tema livre; e ensaio fotográfico Documental, também de tema livre.

Inscrições – As inscrições são gratuitas e acontecerão entre os dias 22 de março e 30 de maio de 2019. As inscrições serão realizadas por meio postal, via SEDEX ou serviço similar de entrega, com Aviso de Recebimento. Os ensaios fotográficos devem ser inéditos, e não podem ter sido premiados no Brasil ou no exterior.