Annie Ganzala: em Salvador e no mundo aquarelando mulheres negras


AnnieGonzaga

Nascida em Salvador, a soteropreta Annie Ganzala Lorde tem um estilo único de fazer sua arte: ela usa a técnica da Aquarela para pintar suas memórias, encontros e experiências. E mais: ela pinta o amor. Mas não é qualquer amor, ela usa suas multicores para dar vida ao amor preto e lésbico, em especial. Em suas telas, Annie se destaca por esta sensibilidade, retratando momentos de afeto, de intimidade e de partilha entre mulheres negras que se amam. Em suas quase 80 (atualizar) aquarelas pintadas ao longo de mais de 20 anos, Annie – filha de D. Lina, mãe de Lila, candomblecista, grafiteira e artista visual – é daquelas jovens pretas empoderadas que não estão aí para ser enquadradas, ela enquadra o mundo sob suas próprias cores e vai aquarelando suas narrativas.

1859_1705071486418444_4589409769137311645_nÉ no bairro da Federação que ela pinta suas Aquarelas lesbofeministas, antiracistas e decoloniais, onde mora e se inspira. Assim ela define seu trabalho, o que pode ser sensivelmente percebido em cada tela. São mulheres negras, gordas, magras, cabeludas, carecas, de Candomblé, desinibidas, cheias de sentimentos transbordando em cores múltiplas. Elas se tocam, choram, brincam, fazem amor, se beijam e trocam afagos, se unem a multidões…é tanta coisa que Annie pinta. E é preciso contemplar tela por tela para que se possa ter uma dimensão do que todas aquelas cores querem passar. Tudo fruto do aprendizado que obteve junto a outras mulheres quanto à importância de se situar em suas identidades.

“Eu pinto memórias, utopias, nossos sonhos que nos permitam sair desses traumas, dores e mortes que vamos tendo durante a vida, sonhar com cores, alegrias, amores, lugares e relações possíveis.”

12237965_1661527610772832_1602762289552363140_o

Ela já pintava antes desse auto reconhecimento – começou criança, autodidata – e, na medida em que foi se entendendo, sentiu necessidade de manifestar estas novas descobertas. Como falar não era seu forte, as cores passaram a ser suas aliadas. Com o grafite e a aquarela, passou a atender aos apelos de amigas que a visitavam e viam seu trabalho em casa. Como são seus encontros e memórias que transporta para as telas, Annie passou a pintar não só a afetividade lésbica, mas o Candomblé, a irmandade comandada por mulheres, na qual encontra força artística e espiritual.

Em 2014, veio a janela para o mundo, com o Encuentro LesboFeminista da America Latina e Caribe, na Colômbia, para o qual teve a iniciativa de pedir apoio para exibir suas aquarelas. E conseguiu. Pela 1ª vez Annie saiu do Brasil e mostrou seu trabalho. Logo depois, com uma campanha de arrecadação virtual junto a amigas, chegou a Berlim, onde fez oficina e expôs suas telas. Em 2016, a soteropreta chegou a Viena, por onde ficou durante um ano executando projeto sobre feminismo decolonial, antirracista e lésbico.

ane3De volta às origens, Annie vê a arte negra feminista ganhar força em Salvador. Para ela é um privilégio poder estar entre estas artistas, influenciando-as e sendo influenciada. A diversidade de temas em uma arte com identidade, mostrando afetividade e empoderamento negro e com crítica social é o que importa para esta artista de 28 anos, apesar do mercado não contemplar tamanha produção e criatividade. Ela é certeira: “Se fosse uma pessoa branca fazendo arte, com o capital cultural que tenho hoje, não estaria nesta condição. Ainda é muito fechado, fazemos, mas quem consome são as mulheres negras que valorizam meu trabalho. A arte negra só é bonita e valorizada quando o branco faz, como Carybé, Jorge Amado, Verger”.

E nesse corre do dia, Annie faz encomendas para todo Brasil. Está aprendendo a fazer logomarcas, leva ímãs com suas artes para atividades diversas e trabalha uma nova série chamada “Casa das Diferenças”, na qual ela retrata lésbicas negras, indígenas, com deficiência, adolescentes, idosas… É só procurar por Annie Gonzaga Lorde’s e entender como ela usa as infinitas cores para transbordar e falar de tudo isso e muito mais. 

14517364_1786971111561814_2897541224305720120_n