Antonio Pitanga e Rocco Pitanga encenam Embarque Imediato na Sala do Coro do Teatro Castro Alves


Foto: Divulgação

Em texto inédito do dramaturgo Aldri Anunciação, o espetáculo Embarque Imediato uniu Antônio Pitanga e seu filho, o ator Rocco Pitanga, pela primeira vez em cena. Um encontro entre um homem mais velho africano e um jovem pesquisador brasileiro ou entre a África e a diáspora ou entre pai e filho que trata a peça, com encenação de Márcio Meirelles. Vivendo estes dois personagens que se encontram num aeroporto internacional e estabelecem um diálogo sobre a História, a estreia para o grande público será no dia 30 de maio, às 20h, na Sala do Coro do Teatro Castro Alves.

“É motivador trabalhar com uma pessoa pela qual eu tenho admiração. E que essa pessoa pela qual eu admiro o talento e o caminho de vida é meu pai. Meu pai e eu moramos em extremos opostos, estávamos morando distantes e esse ano estou indo morar com ele, estamos trabalhando juntos. Passamos texto em casa, mesmo com as agendas corridas e isso está sendo muito bom” revela Rocco, que acredita que o teatro é um espaço de generosidade e criação coletiva, colaborativa.

Embarque Imediato é também a celebração dos 80 anos de Antônio Pitanga, um artista fundamental do cinema, teatro e TV brasileira, além de uma importante voz na defesa dos direitos de negros e negras no país. E esta comemoração se estendeu ao encontro artístico com o filho, Rocco Pitanga e a presença virtual de Camila Pitanga, que dá voz aos textos em off da montagem e aparições em vídeo. A atriz autorizou a exibição do documentário Pitanga, ao qual assinou a direção e que terá exibições no foyer da Sala do Coro, antes das apresentações da peça, permitindo que o público possa ver trechos do filme e conhecer melhor a trajetória do artista. 

A obra promove um debate, seguindo uma poética presente na escrita de Aldri Anunciaçao em que a cena é configurada de modo a apresentar diferentes pontos de vista e permitir que o espectador chegue às suas conclusões, a partir das reflexões e argumentações tecidas ao longo da cena. Marcio Meirelles se encantou pela dramaturgia desde 2016, quando dirigiu uma leitura dramática dentro do Festival Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada, já com Pitanga. O diretor incentivou o dramaturgo a finalizar a obra para montar um espetáculo, trazendo para o palco as provocações sobre identidade, política, história e o tempo.

A montagem segue em cartaz até o dia 16 de junho, de quinta a domingo. O espetáculo tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Centro de Culturas Populares e Identitárias e Secretaria de Cultura da Bahia, conta com patrocínio da Bahiagás e produção da Maré Produções Culturais.

Serviço

Espetáculo Embarque Imediato

De 30 de maio a 16 de junho

De quinta a domingo, às 20h

Sala do Coro do Teatro Castro Alves

Ingressos à venda nas Bilheterias do Teatro Castro Alves, Balcões no SAC e no link