Inscrições abertas até 25 de janeiro pro Carnaval Ouro Negro 2019!


A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (SEPROMI) inscrevem até 25 de janeiro para o CARNAVAL OURO NEGRO 2019. Podem participar entidades de matriz africana dos segmentos afro, afoxé, samba, reggae e de índio, que desfilam no Carnaval de Salvador. Os procedimentos, critérios, normas e disposições, entre outras informações úteis, acerca da seleção das propostas estão descritos no edital.

CONFIRA OS DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÕES

A documentação completa exigida para a inscrição da entidade será recebida até 25 de janeiro de 2019, exclusivamente de forma presencial, em envelope lacrado, na sede da SEPROMI, situada a Avenida Manoel Dias da Silva, no 2.177, Pituba – Salvador – Bahia, CEP 41. 830-000, das 08h30 às 12h e 14h às 17h.

Inscrições Carnaval Ouro Negro 2019

Período: Até 25 de janeiro de 2019

Local: Secretaria da Promoção da Igualdade Racial (SEPROMI), Avenida Manoel Dias da Silva, no 2.177, Pituba – Salvador – Bahia, CEP 41. 830-000

Horário: 08h30 às 12h e 14h às 17h

Mais informaçõeswww.cultura.ba.gov.br e www.sepromi.ba.gov.br

Graça Onasilê comemora 30 anos de carreira com Canto para as Yabás!


GraçaOnasile

Comemorando 30 anos de carreira, sendo 23 deles como cantora do Ilê Aiyê, Graça Onasilê sobe ao palco na Praça Pedro Arcanjo, na semana do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa com seu Canto para Yabás, dia 19/01, às 20h.

Um show de raça, com graça, força e leveza, reverenciando essas divindades africanas femininas. O repertório passará pelos clássicos dos blocos afros, músicas sagradas em homenagem às Yabás, com cantos para Oxum, Nanã, Yemanjá e Iansã e ainda apresentará músicas inéditas, compostas por Graça em parceria com Luiz Bacalhau.

A banda será formada por nomes de peso como Cinho Damatta, Gabi Guedes e Ivan Bastos e conta com participações especiais de Márcia Short, Tonho Matéria, Carina Nery, Guiguio, Vivian Caroline, Aisha e Mário Pam. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) | R$ 5,00 (meia) mais 1kg de alimento não perecível.

 

Canto para as Yabás é um projeto da Social Produções Artísticas e Serviços LTDA (Rebu Produções) com patrocínio do edital 001/2018-2019, da BAHIAGÁS, Secretaria de Infraestrutura – SEINFRA, Governo do Estado da Bahia.

 

SERVIÇO

O quê: Show Canto para Yabás – Com Graça Onasilê

Onde: Praça Pedro Arcanjo, (Pelô)

Quando: Dia 19/01, às 20h

Quanto: R$ 10|5 + 1kg de alimento não perecível.

Rapper LGBTQ de Salvador, Diih Cerqueira lança clipe para single de estreia; assista ‘Lendária’!


DiihCerqueira
Preto, da Ribeira e apaixonado por música, o rapper Diih Cerqueira lança o videoclipe da sua primeira música de trabalho, “Lendária”, nesta sexta feira (4). O rapper, que também é cantor e compositor deu o pontapé inicial de sua carreira com a música de produção própria e independente e clipe gravado na Universidade Federal da Bahia.

Os versos de Lendária falam sobre a realidade de vários jovens LGBTQI+ no Brasil. Diih Cerqueira escreveu a música após se sentir encorajado ao ver o surgimento de uma nova cena plural no país. Nomes como Hiran, Gloria Groove e Quebrada Queer são alguns exemplos que o próprio artista cita nos versos de sua música.

“Essa música veio em um momento muito especial para mim. 2018 foi um ano de amadurecimento em vários setores na minha vida, inclusive na música e vi aqui uma oportunidade de explanar minha vivência, meus sentimentos, minha verdade. Espero que quem ouça possa sentir isso, se sentir abraçado, contemplado. O projeto não existiria sem a presença das pessoas que acreditaram no meu trabalho. Produção, filmagem, dançarinos… Toda a equipe é constituída por meus amigos, pessoas que me dão força todos os dias. O resultado ficou muito melhor do que eu esperava”, completou.

Lendária está disponível em todas as plataformas digitais e o videoclipe no youtube. Diih também trabalha na produção de um EP que tem o lançamento previsto para o primeiro semestre de 2019.

ASSISTA AQUI!

Tem projeto cultural pra ocupação da Sala do Coro?1 Convocatória aberta, afrooo!


sala_do_coro_tca
O Teatro Castro Alves (TCA) e a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) abrem nesta segunda-feira, 17 de dezembro, a Convocatória para Ocupação de Pauta da Sala do Coro do TCA – 1º Semestre de 2019, que sistematiza normas, critérios e prazos para definir a programação do espaço para o período de 14 de março a 30 de junho. As inscrições ficam abertas até 7 de janeiro, nos sites:. Confira mais informações aqui!
Podem participar propostas de teatro, dança, circo, música, artes visuais, audiovisual, literatura, performances, mostras e festivais, assinadas por pessoas jurídicas de natureza artístico-cultural, da Bahia ou de outros estados. O valor da taxa de uma sessão na Sala do Coro é de R$ 1.500,00, ou de 10% do total da renda bruta da venda dos ingressos, prevalecendo o que for maior. 
Para produções baianas, como forma de incentivo efetivo à cena local, o valor é reduzido para R$ 500,00, ou a mesma proporção de porcentagem. Com este procedimento de chamamento público, o TCA dá maior transparência e possibilidade de acesso às pautas deste espaço essencial para a difusão das artes da Bahia, em especial para produções experimentais, de pequeno porte, independentes e emergentes, garantindo também, por outro lado, uma variedade de opções artístico-culturais respaldadas para o público.
Em janeiro e fevereiro de 2019, uma agenda complementar garante a continuidade desta ocupação especial, apresentando concertos da OSBA, três diferentes espetáculos do BTCA, temporada da peça “Em Família”, da companhia de teatro Os Argonautas, e show do cantor e compositor baiano Paquito.
Serviço:
Convocatória Sala do Coro do TCA
Inscrições: 17 de dezembro de 2018 a 7 de janeiro de 2019
Mais informações: através do edital

Quer dançar nas férias, afro?! Se liga nas opções da Funceb no Pelourinho!


dança_funceb
Fto Eloi Correia Secom/BA
O verão já está quase na porta, as férias se aproximam e quem sai ganhando com tudo isso são os soteropolitanos e os turistas que buscam atividades culturais e formativas pela cidade. Seja para aprender algo novo, se aperfeiçoar na dança, ou simplesmente para fugir do sedentarismo nas férias, a Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado vai abrir cerca de 1.500 vagas nos Cursos de Férias 2019. No total são 26 opções de cursos!
As aulas e as inscrições começarão em 7 de janeiro de 2019. Os interessados devem se matricular diretamente com o professor da aula de interesse. O investimento é de R$ 150,00 (matrícula por curso) ou R$ 25,00 (aula avulsa).
O curso terá duração de um mês, e as aulas seguem até 1° de fevereiro, nas segundas e quartas-feiras, ou terças e quintas-feiras, sempre das 13h às 15h ou das 15h30 às 17h30. As aulas serão ministradas na Escola de Dança da Funceb (Rua da Oração, n° 1, Pelourinho).
Dança afro-brasileira, dança circular sagrada, dança do ventre, dança moderna e contemporânea, balé clássico, canto e dança dos orixás em iorubá, pilates, dança circular sagrada, dança do oeste africano, hip hop e stilleto, são apenas algumas das opções. Confira a lista completa dos Cursos de Férias 2019 na tabela abaixo:
tabela de cursos
Serviço:
Cursos de Férias 2019
Quando: 7 de janeiro a 1º de fevereiro de 2019
Inscrição: diretamente com o professor, a partir de 7 de janeiro
Investimento: R$ 150,00 (matrícula por curso) ou R$ 25,00 (aula avulsa)

Dança Afro-Brasileira movimentará os Cursos de Férias na Escola de Dança da Funceb!


ança_afro_tatiana_campelo
Foto Mario Sergio
Os Cursos de Férias 2019, oferecidos pela Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBA), terão início no dia 7 de janeiro, com 1.500 vagas em 26 opções de cursos nas diversas modalidades da dança. As aulas seguem até 1º de fevereiro e o investimento varia de R$ 25,00 (aula avulsa) a R$ 150,00 (matrícula por curso).
Pra quem quer dançar os ritmos e estilos de músicas que representam a matriz do que toca nas ruas da Bahia, a aposta é o curso de Dança Afro-Brasileira, que tem vagas disponíveis para os níveis iniciante e intermediário, com a professora Tatiana Campêlo. Para os iniciantes, as aulas serão às terças e quintas-feiras das 13h às 15h, na Sala 2 da Escola de Dança da Funceb.
Com essa turma, Tatiana Campêlo trabalhará o processo de criação da dança afro-brasileira, utilizando uma pesquisa voltada do plexo ao quadril. “É nesse momento que os oriento quanto ao ritmo e tempo da dança, principalmente, para a partir daí aprenderem a utilizarem os seus corpos para a dança. Nesta fase, eles desenvolvem a autonomia de criar ou recriar as danças festivas e lúdicas”.
dança afro funceb
A professora ainda destaca que o objetivo principal da aula “é trabalhar a dança segundo os princípios da arte-educação, buscando levar os alunos a perceberem o corpo como veículo de manifestação do movimento e expressão, através do desenvolvimento do senso rítmico, da acuidade auditiva e do entendimento da forte ligação existente entre o ritmo percussivo e os movimentos da dança”.
Turma intermediária – As aulas da turma intermediária acontecerão logo após as da turma iniciante, também às terças e quintas-feiras, das 15h30 às 17h30, na Sala 2 da Escola de Dança da Funceb. Nesse caso, as aulas são voltadas a pessoas que já possuem alguma experiência com qualquer tipo de dança e que, principalmente, percebem o corpo como veículo de manifestação artística, cultural e educacional.

A professora explica: “com esses alunos são destacados o contexto social e político de onde parte a dança afro-brasileira e suas variações, com ênfase para o território soteropolitano. Eles já chegam com a linguagem da dança incorporada. Eu apenas corrijo o ritmo e a coordenação motora, o que me permite uma tecnologia mais elaborada”.

 

Quer dançar nas férias, afro?! Se liga nas opções da Funceb no Pelourinho!

Serviço:

Curso de Férias – Dança Afro Brasileira (Turma Iniciante)
Quando: às terças e quintas-feiras, das 13h às 15h – Sala 2

Curso de Férias – Dança Afro Brasileira (Turma Intermediária)
Quando: às terças e quintas-feiras, das 15h30 às 17h30 – Sala 2

Onde: Escola de Dança da Funceb – Rua da Oração, nº 1, Pelourinho
Investimento: R$ 150,00 (matrícula por curso) ou R$ 25,00 (aula avulsa)

Bloco Olodum encerra temporada de ensaios 2018, com participação de Lucas di Fiori!


olodum-ensaios-de-verao

contagem regressiva para a chegada de 2019 já começa no próximo domingo, dia 16 de dezembro. Sob comando dos tambores do Olodum, a Praça Tereza Batista será sacudida com o último “Ensaio do Bloco Olodum – Carnaval”, fechando a temporada 2018. show especial está marcado das 14h às 18h, na Praça Tereza Batista, no Pelourinho. O grupo Olodum conta sempre com a parceria de grandes empresas, entre elas, o patrocínio da Avianca.

O grupo percussivo reconhecido internacionalmente terá como convidado o ex-vocalista do Olodum, Lucas di Fiori e promete um show inesquecível com os temas “As Duas Histórias – O Perfume das Rosas e Olodum 40 Anos”.  O público poderá conferir uma verdadeira viagem no tempo e o melhor do Samba Reggae.

Para 2019, baianos e turistas já podem marcar na agenda os encontros com o grupo.  Os próximos ensaios do Bloco Olodum acontecem nos dias 06, 13, 20 e 27 de janeiro.

OLODUM PELO MUNDO

O Olodum se consagrou como um dos grupos musicais brasileiros de maior prestígio internacional, já tendo se apresentado em 37 países, em todos os continentes e com grande sucesso de público e vendas, de música e cultura por onde se apresentou no mundo. Por onde toquem os tambores do Olodum, pulsa o coração da Bahia com a vibração positiva de uma história marcada pela musicalidade e cidadania.

A Banda Olodum revolucionou a linguagem da música brasileira e do carnaval baiano por meio da criação do Samba Reggae, com sucesso, aceitação popular e também pela crítica.

Serviço

Último Ensaio do Bloco Olodum 2018 
Atrações: Banda Olodum, Lucas di Fiori e Convidados
Quando: Dia 16 de Dezembro (Domingo)
Próximos Ensaios do Bloco Olodum:  06, 13, 20 e 27/01/2019 (domingo)
Horário: 14 às 18hs
Valor: R$ 50,00 (meia promocional)
Local: Praça Tereza Batista (Pelourinho)
Informações: (71)3321-5010/4154

#XARÁS – Castro e Short convidam Lazzo, Magary e Ilê Aiyê neste sábado (15)!


xaras_short_castro
Foto Nanda Lirios

Duas MarciasCastro e Short. Duas cantoras baianas, de gerações diferentes, que trazem a potência vocal como marca de seus trabalhos. Duas cantoras que reverberam a música independente da Bahia estarão juntas para realizar o projeto XARÁS – Castro e Short convidam. Será um show-espaço-festa dentro do verão baiano para celebrar a mulher, a força do feminino, da voz, da liberdade e da alegria através da música produzida por gente da Bahia ao longo de gerações.

 

O Xarás está de volta neste sábado, 15 de dezembro, para mais uma edição repleta de musicalidade, com as talentosas Marcia Castro e Marcia Short e participação especial de Lazzo, Magary e Ilê Aiyê. O show começa às 21h na Praça Pedro Archanjo, no Pelourinho. Os ingressos já estão à venda no Sympla.

Serviço:

XARÁS

Marcia Castro e Marcia Short convidam Lazzo, Magary e Ilê Ayê

Dia 15 de dezembro

Onde: Praça Pedro Archanjo, Pelourinho

Horário: 21h

Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Vendas no Sympla: https://www.sympla.com.br/xaras—dezembro-2018__414481

Vilson Caetano lança livro “Corujebó: Candomblé e Polícia de Costumes” no IGHB!


Acontece na próxima sexta-feira (14), às 18h, no auditório do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, o lançamento do livro Corujebó: Candomblé e Polícia de Costumes, do Profº Vilson Caetano. O lançamento contará com a presença do ex governador do estado, Roberto Santos.
O livro, publicado pela EDUFBA, tem o apoio da Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBA) e é fruto de pesquisas realizadas no acervo do Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB), revelando, a partir de uma narrativa inovadora, a riqueza do acervo da Delegacia de Jogos e Costumes da Bahia. A pesquisa identificou no período de 1938 a 1976, a repressão policial e a luta de resistência dos Candomblés na Bahia.
Vilson Caetano é pós doutor em Antropologia pela UNESP. Atualmente é professor associado da UFBA e professor colaborador do Programa em Estudos Pós Graduados em Antropologia. Criador do Núcleo de Referencia e Estudos Afro-Brasileiros (NUREAB), desenvolve pesquisas na área de antropologia das populações afro-brasileiras.
Sobre o livro – O livro dá enfoque às ações da polícia, sobre os atos religiosos de matriz africana. Segundo pesquisas, realizadas pelo autor, a Delegacia de Jogos e Costumes era responsável pela fiscalização de tudo que atentava contra os “bons costumes”. Os Pais e mães de santo eram obrigados a registrar o seu Candomblé no setor de censura da delegacia e retirar uma licença para a realização da festa até às 22 horas. Com o Decreto Lei 25.095 de 15 de janeiro de 1976, Roberto Santos, então governador da Bahia, desobrigou os terreiros de Candomblé a fazer o registro e tirar licença para a realização das festas.
Serviço
O que: Lançamento do livro Corujebó: Candomblé e Polícia de Costumes, do Profº Vilson Caetano;
Onde: Auditório do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, na Piedade;
Quando: Sexta-feira (14), às 18h. 

Sociedade Nagô – Game pedagógico sobre a Revolta dos Malês será lançado este mês!


O game Sociedade Nagô – O Resgate, sobre a Revolta dos Malês, será lançado no dia 16 de dezembro, no São Jogue, espaço de Salvador dedicado aos mais diferentes tipos de jogos de tabuleiro, localizado no bairro da Pituba. No lançamento, a Strike Games, idealizadora dos projetos, disponibilizará computadores e celulares para que os espectadores possam jogar.

Este é o terceiro jogo da Strike Games que traz a temática da Revolta dos Malês. O foco do Sociedade Nagô – O Início e Sociedade Nagô – O Resgate é trazer o conteúdo histórico do levante de forma mais aprofundada com um suporte pedagógico, juntamente com o fator lúdico – mini games, mistério, desafio e tarefas que envolvem emitir opiniões, ilustrar e escrever textos e pesquisar.

O gênero do jogo é o point and click (apontar e clicar com exploração dos objetos, cenários e objetos) com influência de graphic novels (os personagens procuram o jogador para contar informações históricas e que ajudam no game).

O aplicativo gamificado, que alterna entre o jogo virtual e tarefas no mundo real é desenvolvido em parceria com a Strike Games e conta com Apoio Financeiro do Governo da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. A idealização do jogo é do game designer Alexandre Santos.

 

SERVIÇO

Lançamento game SOCIEDADE NAGÔ – O RESGATE

Data: Domingo – 16 de dezembro de 2018

Horário: Das 17 horas às 19 horas.

Local: São Jogue – Avenida Paulo VI, 1535 – Pituba

Disponível para:

Google Play para Android:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.StrikeGames.NagoResgate

Itch.io para Windows:

https://strikegames.itch.io/sociedadenagooresgate

5 anexos