Show “Tal Pai, Tal Filho” reúne Jeremias e Edson Gomes na Concha Acústica


jeremias gomes
Jeremias Gomes

 

Pela primeira vez após a reforma, a Concha Acústica receberá um show de reegae e quem estará no palco é referência no gênero aqui na Bahia: Edson Gomes. O show “Tal Pai, Tal Filho” – no dia 7 de abril (sexta-feira), será uma homenagem do cantor e compositor Jeremias Gomes, filho de Edson, ao seu pai.

Quem chegar lá vai conferir também a participação do vocalista do grupo Mato Seco (programa SuperStar/TV Globo), Rodrigo Picollo e show de abertura com a banda santo-amarense, Dissidência.

Jeremias conversou com o Portal:

 

jeremias gomes 2Portal SoteroPreta – O que levou você a propor este show e como foi a construção dele?

Jeremias Gomes – . A idéia do evento é unir as gerações. Meu pai é um mestre para mim, sendo assim eu sou um aprendiz. Para mim é uma honra fazer um som e ter a presença dele, sabe? Então a idéia é essa. Unir as gerações.

 

Portal SoteroPreta – Como você vê a cena do reggae em nosso estado e o que ainda precisa ser feito pra fortalecer o gênero?

Jeremias Gomes – O reggae na Bahia é muito forte e tem público. É uma música que move as pessoas. Tipo, um evento de reggae em Salvador causa uma expectativa muito grande. As pessoas se preparam e se organizam para ir curtir, é um grande movimento. Acho que pelo público e pela importância que o reggae tem, sinto que ainda tem poucos eventos em Salvador e no estado também. Fiz um evento recente no Parque da Cidade chamado “Dance Reggae Verão”, foi lindo e eu senti que o povo é carente de eventos de reggae. E também acho que se nós do reggae, cantores, fãs, público e etc, não fizermos nada pelo reggae, se a gente não se unir e fortalecer. Ninguém vai fazer!

 

Portal SoteroPreta – Tal Pai, Tal filho?

Jeremias Gomes – Tal pai, Tal filho. Foi um nome que surgiu na minha mente. Por estar fazendo reggae, assim como ele também faz. Então, eu sou fruto daqueles que plantaram essa semente reggae, lá atrás. Sabe? Minha família é do reggae. Tal pai, Tal filho. Vem nessa pegada aí. Pai e filho fazendo música.

Chegue lá…

Show “Tal Pai, Tal Filho”
Com Jeremias Gomes, Edson Gomes, Rodrigo Picollo (Mato Seco) e Dissidência
Data: 07 de abril de 2017 (sexta-feira), às 17h
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves, Campo Grande, Salvador/Bahia.
Quanto: R$80 (pista/inteira) e R$160 (camarote/inteira)

Compre seu ingresso na bilheteria do Teatro Castro Alves, nos

SAC’s dos Shoppings Barra e Bela Vista e no Ingresso Rápido. 

Feira de São Joaquim recebe o filme “Pitanga” e o curta “Velho Rei”


feira-de-sao-joaquim

Um cinema ao ar livre, aberto ao público, vai movimentar a Feira de São Joaquim (Píer da Feira – Praça de Alimentação) no dia 4 de abril, às 19 horas. Um saveiro ancorado na Baía de Todos os Santos, com velas abertas, servirá de tela de projeção para exibição do trailer do documentário Pitanga – O Filme, e dos curtas A Feira – Patrimônio Imaterial e O Velho Rei.

Filme sobe Antonio Pitanga estreia nos cinemas em abril

O evento é um tributo ao ator soteropolitano Antônio Pitanga e visa promover a Feira de São Joaquim como território cultural de Salvador. O encontro contará com a participação dos atores Antônio e Camila Pitanga, do diretor Beto Brant, do produtor Renato Ciasca, do diretor de arte Xarlô, do presidente da FGM, Fernando Guerreiro, e da sócia-diretora da Obá Cacauê Produções, Fabíola Aquino.

 

antonio Pitanga

Sobre o curta

O Velho Rei (direção: Ceci Alves, Duração: 9’, Ano: 2013, Ficção) – A partir de um pedido inusitado de sua filha Cleonice (Jussara Mathias), que vive fora do país, Climério (Antonio Pitanga), passa a gravar tudo o que vê à sua volta, com a câmera enviada por ela, contando uma história através das memórias do passado e o encantamento do presente.

Filmado em Salvador e no Rio de Janeiro, o projeto, com produção executiva de Fabíola Aquino, possui um víeis autobiográfico e participou do Concurso de Curtas Rio, Eu Te Amo — Cities of Love, que propõe, como temática, filmes que contem histórias de amor ao Rio de Janeiro.

Chegue lá…


O Que:
Feira de São Joaquim vira cinema ao ar livre em ação de lançamento do documentário “Pitanga”

Quando: 4 de abril de 2017 (terça-feira);  às 19h
Onde:
 Píer da Feira de São Joaquim – Praça de Alimentação (área revitalizada)

Fotos: Divulgação

Coleção Orixás está em cartaz até abril no Palacete das Artes


artista plástico Francisco Santos“Panteon”, do artista plástico Francisco Santos, é o nome da exposição de 20 obras em acrílico sobre tela, com coleção dos orixás, em cores e movimentos. O objetivo da mostra é divulgar a cultura afro, retratando a saga dos deuses do Panteon.

“Os orixás têm cores, danças; representam o sol, a chuva, os mares, os rios, as matas, os trovões e tempestades, … a terra. Tem seu dia da semana, indentificado pela ferramenta que ele segura nas mãos. É composto de masculino e feminino; e é isso que vamos mostrar até o dia 16 de abril” – Francisco Santos.

A expo será aberta nesta terça (14), às 19h, na Galeria Mansarda do Palacete das Artes.

Sobre Ele

Francisco Santos é conhecido como artista que “pinta a alma do povo”. Filho de Santo Amaro da Purificação trilha pelos caminhos da arte desde os sete anos. Cursou Belas Artes, é professor, restaurador, estilista, e artista plástico. Seus trabalhos são vistos em museus, galerias, acervos particulares nacionais e internacionais e, especialmente, em entidades negras e Terreiros de Candomblé. Recebeu várias críticas de artistas como Jorge Amado, Caribé, Renyvaldo Brito, Jaime Sodré, Mestre Didi, Yeda Pessoa de Castro, Juarez Paraiso. Lançou os livros “África Bahia” (2000); “Os Deuses Do Panteon Africano“ (2002).

artista plástico Francisco Santos

Exposição “Panteon”, de Francisco Santos

Local: Palacete das Artes, Rua da Graça, 284
Abertura: 14 de março, às 19h
Visitação: até 16 de abril, terça a sexta, das 13h às 19h
Sábado, domingo e feriado, das 14h às 19h

Jovens se preparam para a festa PINTA O 7 em abril


geração tombamento
Pinterest

No segundo sábado de abril (8), vai acontecer a festa PINTA O 7, uma festa voltada a “juventude colorida”, de acordo com o organizador, Ícaro Jorge, colaborador do portal SoteroPreta e criador do movimento Ocupa, Preto! A ideia é fazer valer a criatividade, a mudança. “É dar a cara a tapa, até porque o Arco Íris tem 7 cores e somos todos coloridos” disse.

Ícaro Jorge, 19 anos, é fundador e conciliador de histórias do Ocupa Preto, blogueiro, youtuber e mobilizador social. Confira aqui seus artigos na Coluna “OcupA!.

Pensando numa nova identidade para as festas de Salvador, o Pinta o 7 traz uma mistura de Pop, Funk, Pagode e Brega para a cena festeira da cidade. No set list, terá Beyoncé, Nicki Minaj, Lady Gaga, Lia Clarck, Ludmilla, Anitta, Gaby Amarantos, Katy Perry, Rihanna, Tinashe, La Furia, Guetto é Guetto Mc Carol e muito mais.

Vá se preparando..

Local:

Che Lagarto – Barra, Av. Oceânica.

Quem:

Fotografia: João Lima e o hostess por Morgana Kafka
Produção: Ícaro Jorge/ Ocupa Preto
Direção de arte: João Guedes/Pier 21
Apoio: Artur Gomes/ Vertent

Quanto:

R$7 das 17h às 19h (com nome na lista)
R$10 das 19h até 20h (com nome na lista)
R$15 após 20h ou sem nome na lista.

 

Mais informações: (71) 3259-7960 | Email: [email protected]

Vai ter Ressaca Cultural do Bonfim este domingo (2)


ressaca cultural do bonfim

Acontece neste domingo (02) a Ressaca Cultural do Bonfim, a partir das 11h, em homenagem às mulheres negras da Bahia. A programação inclui shows das bandas Orí, Nuh Mithieê, Luh Monteiro, DNA Dodô Primos Elétricos, além da participação de Narcizinho (cantor do Olodum), o poeta Walker Johnny Vermelho, Rose Mel, roda de capoeira e Mulheres de São Francisco.

O evento é voltado à valorização da arte e da cultura regional, com destaque para samba de roda, recital de poesias e ateliê artesanal. Alimentos não perecíveis serão arrecadados no local do evento para destinação ao Lar Irmã Maria Luíza, localizado no bairro da Calçada.

 

Chegue lá…

 

Ressaca Cultural do Bonfim

Local:  Baixa do Bonfim- Cidade Baixa

Horário: 11h

III Culinária Musical terá prato especial, samba e Mario Ulloa


jorgewashingtonbandodeteatroolodum
Jorge Washington

O violonista costa riquenho, Mario Ulloa, será o convidado especial do projeto “Culinária Musical”, do ator e produtor, Jorge Washington. Já em sua terceira edição, o Culinária Musical é um ponto de encontro de amantes do samba e de uma boa gastronomia, proporcionada pelo próprio ator.

 

O prato desta edição será a sua tradicional “Quiabada com Tudo Dentro” que, segundo o chef Washington: “Além do quiabo, da carne salgada, da carne verde e do camarão, também coloco frango e o velho tempero especial que muita gente conhece, mas não posso contar!” 

 

 

Mario-Ulloa culinária musical
Mario-Ulloa-Divulgação

Ao saborear esse “misto de tudo dentro”, o público poderá curtir o samba partido alto característico da Casa de Pedra, no Garcia, aliado ao som particular de Marcos Ulloa, formado na Escuela de Artes Musicales de la Universidad de Costa Rica. Além do Brasil, países como Inglaterra, Alemanha, Áustria, Holanda, Canadá, França, Noruega, EUA, México, Panamá e Argentina já foram palcos para suas apresentações.

Culinária Musical acontece neste domingo (2), a partir das 13h. Ingressos serão vendidos no valor de R$ 10 e para degustar a “Quiabada com Tudo Dentro”, o valor é de R$30. O local aceita cartão de crédito e débito.

Chegue lá…

 

Culinária Musical, com Jorge Washington

Dia 2 de abril – domingo, a partir das 13h

Onde: Casa de Pedra, final de linha do Garcia

Quanto: Entrada R$10, Prato R$30

Música: Samba e Mario Ulloa

Grupo WWL RAP lança novo clipe “RevoLute”: ASSISTA!


Grupo wwl rap

O grupo WWL RAP acaba de lançar seu novo clipe “RevoLute”, disponível no Youtube. A música nova tem o tom do empoderamento de pretos e pretas, reforçado no clipe com diversas participações de artistas negros baianos (a maioria ligada ao rap). O videoclipe é dedicado a Israel Borges, jovem negro militante do hiphop assassinado na Itinga no fim do ano passado e noticiado pela imprensa como “envolvido com o tráfico morto por guerra de facções”.

Surgido no final de 2013, o grupo veio de um projeto escolar, cujo tema era “O Centenário de Luiz Gonzaga”. “O desafio era escrever uma música que abordasse a importância da cultura nordestina através da influência do Rei do Baião. A apresentação foi um sucesso e, com isso, surgiu uma espécie de cobrança por novas composições, o que resultou na formação do grupo, um trio que ainda teria muito a dizer.”

Em 2015, foram lançados dois videoclipes, além de show marcando o início do planejamento do EP  #TinhaQueSerPreto. A partir de 18 de julho de 2016, o grupo lançou suas seis faixas nas plataformas online (Spotify, Deezer, Soundcloud, YouTube, Xbox Music, etc.), com a participação de Dara Suellen e Lara Nunes. Em 2017, além dos vocalistas Wall (Wallace Cardozo), Wells (Wesley Correia) e Santiago (Lucas Santiago), tem agora o novo integrante: DJ Lobu.

Se liga em “RevoLute”:

 

Poeta Sandro Sussuarana lança primeiro livro em noite de autógrafos


SANDRO sussuarana
Foto: Lissandra Pedreira

O poeta Sandro Sussuarana (Sarau da Onça) lançará o seu primeiro livro,Verso (s) Sob (re) Mim, em uma noite de autógrafos no dia 1ª de abril. O lançamento será em casa: no Sarau da Onça,que acontece quinzenalmente no Centro Pastoral Afro Padre Heitor, Novo Horizonte (Salvador).

Com capa e contracapa do artista Zezé Olukemi e editado pela editora Galinha Pulando, a obra reúne poesias e contos que tratam de questões sociais, empoderamento negro e erotismo.

“Escrevo porque preciso colocar no papel o que estou sentindo e acredito que em algum lugar alguém possa estar precisando ler aquilo que escrevo”, destacou o autor.

Sarau da Onça divulga selecionados no II Concurso Literário

 

Durante o lançamento, alguns poetas convidados vão recitar poesias do autor juntamente com o autor e seu livro estará à venda no local pelo preço promocional de R$10.

Quem é Sandro Sussuarana?

 

Natural de Salvador (BA), Sandro Sussuarana é um dos idealizadores do projeto Sarau da Onça e articulador de Jovens do bairro de Sussuarana.

Atualmente, ensaia e coordena adolescentes de 7 a 15 anos no Sarau na Laje, que também acontece no bairro de Sussuarana. Em 2013, recebeu menção honrosa no concurso literário Valdeck Almeida de Jesus com o poema “A Realidade”.

Organizou a antologia poética O Diferencial da Favela – Poesias quebradas de quebrada (2014), do Sarau da Onça e a antologia A Poesia Cria Asas, do Grupo Ágape (2014).

 

 

 

Chega lá..é FREE!

O quê: Lançamento do Livro Verso (s) Sob (re) Mim

Quando: 01/04/2017, às 19h

Onde: Anfiteatro Abdias do Nascimento – CENPAH, Novo Horizonte, Salvador-BA

Entrada Gratuita

 

Sarau da Onça divulga selecionados no II Concurso Literário


sarau-da-onça
Foto: Lissandra Pedreira

Sabe quem vai estar na coletânea de poemas e contos, resultantes do II Concurso Literário Sarau da Onça? Saiu a lista com nomes dos 50  selecionados que terão seus textos publicados em um livro, sem custo, com direito a cinco exemplares cada um.

O II Concurso integra o Festival de Arte e Cultura, que acontecerá em maio de 2017, com Oficinas de teatro, dança, Hip Hop e criação literária.

O Sarau da Onça atua há mais de cinco anos no bairro de Sussuarana, é fruto da iniciativa de jovens do bairro, no intuito de atuar como aliados no resgate de valores e na construção de uma sociedade mais igualitária, através da arte. O Sarau é uma das principais opções de atividades culturais e educativas para os moradores do bairro.

Sarau da Onça prepara II Festival de Arte, Cultura e Concurso Literário

O projeto foi contemplado com o edital Setorial de Literatura da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), com patrocínio do Fundo de Cultura do Estado, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Veja quem vai tá nessa publicação:

Autor
Categoria
Título do trabalho
Herbert Souza Santos
Conto
Praça de alimentação
Gonesa Souza Moreira Gonçalves
Conto
Noturna
Jordan Silva Santos
Poesia
Ativista/Baiana
Joseane Santana
Poesia
Oração Feminista/Pu(re)za
Joyce Melo
Poesia
Radicalizando/Desabafos
Névora
Poesia
Puta/Não cale-se para sempre
Lucas Santiago
Poesia
Incomodando o silêncio da viagem/A bênção do dia 20
Ludy Borges
Poesia
Black Power, sim!/Amor ancestral
Marcelo Ricardo
Poesia
Manifesto Esú/Bicha errada
Fabrícia de Jesus
Poesia
Quem come/Feito Maré
Gleise Sousa
Poesia
Cor do pecado/Mulher de verdade
Helen Adriane
Poesia
Laço afrocultural/Baile das negras
Iasmin Carolaine
Poesia
Oh Preta!/Meu sertoneste
Jacquinha Nogueira
Poesia
Crespo/Querência
Jairo Pinto
Poesia
Na cabeça do motorista – Carro II/Outros mares
Fernando Gonzaga
Poesia
Outras danças/Carapinha não eletrificada: é bala!
Sandro Sussuarana
Poesia
Culpado/Negritude
Fernanda Leão
Conto
Odeio despedidas
Jamerson Brandão
Conto
Inocentes
Ronald Castro
Poesia
Sem mais delongas/O que falta é oportunidade
Robinson Silva Alves
Poesia
Viva a liberdade/Teus
Roberth Novaes Nascimento
Poesia
Partida/Dorival Caymmi
Rafael Sampaio Souza
Poesia
Mulher em código/Love for sale
Negreiros Souza
Poesia
Turbante-se/É detector de metal ou melanina?
Marjorie dos Santos
Poesia
Ciclo/Maré cheia
Mariana Ferreira
Poesia
Belezas do vale/É treta preta!
Marcos Peixe
Poesia
Pós-conceito/Maldita vírgula!
Lissandra Pedreira
Conto
A noite
Rogério Di Sousa
Conto
A aventura das porongas
Evanilson Alves
Poesia
Vila Moisés/Não nego voz
Ronaldo Magalhães Oliveira
Conto
Eterna presença
Andréia Cairo
Poesia
Aqui jaz/A invisibilidade negra
Fabiana Lima
Poesia
Afroconveniência/Rafael da Silva Lima
Amanda Quésia
Poesia
Tentaram/Menina Sonhadora
Ana Paula Oliveira
Poesia
Meu corpo negro/Cidadão escravizado
Brenda Gomes
Conto
Maria
Breno Silva
Poesia
Favela/Efeito dominó
Djean Felipe
Poesia
Meninos alvos/Inocente
Fábio Bahia
Poesia
Transição/Altruísta
Ana Fátima
Conto
Muralhas ou migalhas?
Epitácio Carvalho
Conto
Dia de chuva
Sirlene Pereira Birpo
Poesia
Vítima/Insônia
Cleide Bruno dos Santos (Sol Vasconcelos)
Poesia
Escrevo/Menina dos olhos fuxiqueiros
Maiara Silva
Poesia
Intolerância religiosa/Símbolo de resistência
Telma Fiúza Roque Viana (Telma Fiúza)
Poesia
Coração passarinho/A saudade
Vanessa Sena de Almeida
Poesia
Homem fardado/Caríssimo Estado
Vinícius Costa Morais
Poesia
A cor da luta/O cultivo
Vítor Oliveira Santos
Poesia
Humano, profano, insano/As partes
Mateus Silva
Poesia
Florescer/Favela na veia
Zezé Olukemi
Poesia
Interlude/Saravá

 

Avatar Cia de Teatro apresenta espetáculo infantil no Xisto


Cia Avatar
Foto Robert Moraes

A Avatar Cia de Teatro Infantil e a Musical Produções apresentam em abril – mês do Livro Infantil – o espetáculo “Superamigos da Leitura”, no qual o Super-Super e a Princesa Alfa-Beta tentam descobrir qual o motivo da saída repentina do Príncipe Avatar da Liga da Leitura.

Na trama, eles descobrem que o Terrível Destrói Letras e a Super Destrambelhada estão arquitetando mais um plano para acabar com todos os livros do planeta. O espetáculo traz músicas originais, referências literárias, poéticas e das histórias em quadrinhos.

A história utiliza o embate entre o bem e o mal para fortalecer valores como lealdade, amizade, generosidade, companheirismo e, ressaltando sempre, a importância da leitura e dos livros para o desenvolvimento das crianças.

Será no Teatro do Espaço Xisto (Barris), todas as terças-feiras de abril, às 15h e, nos dias 8, 22 e 29 (sábados) às 16h.

 

SE LIGUE…!

Quando: 04, 11, 18 e 25 de abril (terças) às 15h

08, 22 e 29 de abril (sábados) às 16h

Ingressos: R$30/15

 

Ficha técnica:

Texto: Criação coletiva

Direção: Sérgio Mício

Produção: Ive Farias – Musical Produções

Elenco: Aíla Nascimento, Marco Ariel Lopo, Matheus Cruz, Natália Góis, Sérgio Mício e Viviane Carvalho.

Músicos: Djavan Santos (violão) e Gabriel Garcia Lorenzo (teclado)

Duração: 40 minutos

Classificação indicativa: livre