Michaela Harrison faz show em homenagem a divas da música negra


michaela harrisonUm show em homenagem a cantoras inspiradoras como Aretha Franklin, Etta James, Gal Costa, Elis Regina, Whitney Houston, Chaka Khan, Nina Simone, Mahalia Jackson e Minnie Riperton. Já pensou?

Vai rolar no próximo sábado, com a cantora norteamericana que já é conhecida e aclamada em Salvador, Michaela Harrison. O show “Divas Preferidas” será apresentado no  Espaço Cultural da Barroquinha, no próximo sábado (18). No repertório terá uma explosão de ritmos negros, a exemplo do jazz, blues, soul, pop, gospel e MPB.

Sobre Ela

Radicada em Nova Orleans (EUA), Michaela Harrison começou a cantar na igreja batista aos cinco anos de idade. Tem, musicalmente, uma verve que alcança ritmos variados para além do gospel, como jazz, blues, R&B, soul, samba, MPB e música africana tradicional.

Estudou e viveu no leste da África e no Brasil, sendo fluente em francês e português, além de familiarizada com espanhol e suahíli. Em Salvador, já integrou programações culturais diversas também, sempre associadas à cultura negra local, além de participar do projeto “Jazz na Avenida”, realizado na Boca do Rio.

SERVIÇO

O que: Show “Divas Preferidas”, com Michaela Harrison

Quando: 18/3 (sábado), 19h

Onde: Espaço Cultural da Barroquinha

Quanto: R$40/20

Ingressos à venda aqui e no local, no dia do evento.

Foto: Divulgação

Rebeca Tárique e Mateus Aleluia apresentam o show “Obinrin”


rebeca Tárique
Foto: Raiane Vasconcelos

A cantora Rebeca Tárique lança, na próxima teça-feira (14), seu primeiro EP no show “Obinrin”, trazendo referências do povo yorubá. O show será apresentado pelo cantor e compositor Mateus Aleluia, padrinho musical da cantora e produtor do EP junto ao maestro, Ubiratan Marques da Orquestra Afro Sinfônica e Alex Mesquita. O trabalho traz  releituras de canções da música afro-brasileira, além de canções inéditas de nomes como o próprio Aleluia, Ubiratan Marques, Frederico Demarca e do carioca Thiago de Mello.

A cantora Rebeca Tárique é historiadora, foi revelada em eventos de militância do movimento negro e feminista e busca sua inspiração na ancestralidade de suas raiz afro-ameríndia. Nesta apresentação, a artista convida ao palco Alex Mesquita, Matheus Aleluia Filho e a dançarina, Sueli Conceição, para participações especiais. O show Obinrin será no Teatro Sesi Rio Vermelho, às 20h, e é gratuito – sujeito à lotação do espaço.

 

 

 

Serviço: Mateus Aleluia apresenta: Rebeca Tárique com seu show Obinrin

Participações especiais: Alex Mesquita, Matheus Aleluia Filho e Sueli Conceição.

Quando: 14 (terça-feira), às 20h

Local: Teatro Sesi, Rio Vermelho

Evento Gratuito, sujeito a lotação do espaço

 

 

Quer iniciar na Dança? A Funceb abre inscrições gratuitas!


dança funceb
Foto: Raul Spinassé Ag. A Tarde

Para quem quer dar os primeiros passos na Dança, os Núcleos de Extensão da Escola de Dança da Funceb abrirão inscrições no dia 20 de março. Interessados dever se deslocar até os núcleos nas comunidades do Engenho Velho de Brotas (Cine Teatro Solar Boa Vista), Lauro de Freitas (Cine Teatro) e CSU Nordeste de Amaralina (Beco da Cultura) para efetuar a inscrição.

Os núcleos ofertam oficinas de dança em variadas linguagens: Ballet clássico, Dança moderna, Dança popular, Brincantes, Laboratório de Habilidades Criativas, Dança Afro, dentre outras. São cursos preparatórios e de qualificação técnica, disponíveis para um público formado por crianças (a partir de 5 anos), jovens e adultos. 

Para se inscrever, os interessados devem comparecer à sede dos núcleos até o dia 31, das 14h às 17h. É gratuito.

Serviço

Inscrições para os Núcleos de Extensão da Escola de Dança da FUNCEB

Informações: [email protected] / 71 3116-6644 / 3116 6643

 

Festival das Periferias reunirá Música, dança, teatro e performances em Salvador


subúrbio
Banco de Imagens

Entre 15 e 18 de março, em Plataforma – Subúrbio de Salvador, vai rolar o Festival das Periferias Ano 3 – cada quebrada um ritmo, reunindo diversas atividades com Música, dança, teatro e performances. Terá também seminário, minicurso e o concurso Música de Favela.

Os debates serão sobre os temas: Culturas Periféricas e Cultura e Mundo do Trabalho e os Minicursos sobre elaboração de projetos culturais e planejamento de comunicação para ações culturais, no intuito de instrumentalizar jovens produtores para realização de ações culturais na periferias. Na programação, destaque para o I Concurso Música de Favela, que buscará reconhecer os ritmos e talentos das periferias de Salvador, valorizando a produção jovem do Subúrbio Ferroviário de Salvador.

Poderá participar qualquer jovem que more em bairro periférico de Salvador, com idade entre 15 e 29 anos. Serão aceitas inscrições de músicas inéditas, de gênero livre, e com temática sobre: juventude e periferia. Na etapa final do Concurso as 6 composições selecionadas serão apresentadas ao vivo para o público e para os jurados.

larissa luz
Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Produção Jovem – Como parte da formação, toda produção do evento contará com a participação direta de jovens entre 15 e 24 anos oriundos de coletivos, organizações e grupos culturais do Subúrbio Ferroviário.

O evento, totalmente gratuito, é resultado do Projeto de Formação em Produção e Gestão para Jovens de Coletivos Culturais, realizado pela Cipó Comunicação Interativa com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura.

toda a programação do Festival será encerrada com apresentação da cantora Larissa Luz (foto).

PROGRAMAÇÃO
15 de março – Centro Cultural Plataforma

ABERTURA
8h às 12h – Mesa de Debate: Culturas Periféricas.
14h até 18h- Mesa de Debate: Cultura e Mundo do Trabalho.

 

16 e 17 de março – Centro Cultural Plataforma
MINICURSO Elaboração de Projetos Culturais
8h às 12h / 14h às 18h

MINICURSO Planejamento de Comunicação para Ações Culturais
Local: Centro de Referência do Parque São Bartolome

8h às 12h / 14h às 18h

18 de março de 2017
Apresentações Culturais, Oficinas e 1º Concurso Música de Favela
Centro Cultural de Plataforma
15h às 20h

SERVIÇO

O que: Festival das Periferias Ano 3 – Cada Quebrada um ritmo
Quando: 15 a 18 de março de 2017
Quem: mesas de debates, minicursos, oficinas, apresentações e concurso musical.
Quanto: gratuito

 

Blogueiras e YouTubers conversam com estudantes na Biblioteca Pública Thales de Azevedo


LuciellenAssis
Luciellen Assis

Nesta segunda-feira (13), a Biblioteca Pública Thales de Azevedo – que celebra 20 anos este mês – reunirá Blogueiras e YouTubers para um bate papo com estudantes de Escolas do entorno da unidade, no Costa Azul. Na ocasião, foram convidadas as influenciadoras digitais no ramo da beleza, autoestima e aceitação Virginia Vieira, Jéssica Dantas e Luciellen Assis.

A programação é gratuita e começa às 10h. O bate papo será sobre temas como a profissão de influenciadoras nestes e em outros ramos, além do dos impactos que esse trabalho exerce na vida das pessoas, em especial as mulheres.

Celebração

A Biblioteca Thales de Azevedo está há 20 anos na comunidade do Costa Azul, em Salvador, sendo um elo entre o bairro e as escolas. Seu nome homenageia o médico, antropólogo, professor e escritor baiano, Thales de Azevedo.Para celebrar a data, a biblioteca realizará a mesa redonda “Thales de Azevedo: das relações raciais às reformas universitárias” no dia 31, às 14h.

Quer ter aulas de Ballet Clássico e Pilates a preço popular?


preciosa-adams
Preciosa Adams – Bailarina Bolshoi

Interessados em fazer cursos de qualificação em dança podem se inscrever, a partir desta segunda-feira, 13 de março, em aulas de Ballet Clássico, com a professora Ana Karla, e em aulas de Pilates, com o professor Paulo Lopes. Serão 25 vagas para cada turma. A taxa semestral da matrícula é R$20. As aulas serão ministradas na Escola de Dança da Funceb, unidade do Centro de Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria da Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

As aulas começam no dia 20 de março, segunda-feira. A matrícula deve ser realizada até 17 de março, sexta-feira, na Coordenação do Curso Profissional da instituição, com sede no Centro Histórico. O curso de Pilates terá aulas às segundas e quartas-feiras, das 9h às 10h30. O curso de Ballet terá aulas às segundas e quartas-feiras, das 10h50 às 12h20.

Pilates negra
Banco de Imagens

Serviço:

Matrícula para Qualificação

Cursos: Ballet Clássico, com Ana Karla, e Pilates, com Paulo Lopes

Período de matrícula: de 13 a 17 de março (segunda a sexta-feira)

Taxa: R$20

Início das aulas: Dia 20, segunda-feira

Informações: 3116-6643/44

Cine Ibomin exibe o documentário Hùndàngbènã – O Ninho da Serpente este domingo (12)


Hùndàngbènã - O Ninho da Serpente

O Documentário Hùndàngbènã – O Ninho da Serpente, dirigido por Mazé Mixo, será a próxima atração do Cine Ibomin. A exibição ocorre no próximo domingo, 12, às 18 horas, no Ilê Axé Odé Yeyê Ibomin, em Portão, Lauro de Freitas.

Gratuito e aberto a toda a comunidade, o Cine debaterá questões referentes à valorização da ancestralidade, às tradições, e à espiritualidade das religiões de matriz africana no Brasil. Para tanto traz um documentário que conta “a trajetória do Mejitó Marcos de Gbesen: com o fechamento do terreiro onde foi iniciado no Rio de Janeiro, resolve ir atrás das raízes do Jeje-Mahi em Cachoeira-BA” (retirado da sinopse).

Hùndàngbènã - O Ninho da Serpente
Mejitó Marcos de Gbesen

Utilizando a linguagem audiovisual o Cine Ibomin busca mobilizar as comunidades negras e periféricas da região Metropolitana de Salvador para a importância do fortalecimento da identidade do povo negro, combatendo o racismo e a intolerância religiosa. As ações são realizadas em exibições fixas no mesmo local, além de exibições itinerantes que podem ser solicitadas por escolas, terreiros, organizações comunitárias e populares.

O Projeto Cine Ibomin é uma realização do Coletivo Cultural Ibomin e conta com o apoio financeiro do Governo da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB, Secretaria de Cultura da Bahia – SECULT.

Fotos: Mazé Mixo

 

 

Serviço:

O Que: Cine Ibomin

Onde: Ilê Axé Odé Yeyê Ibomin (Rua Bela Vista, 21, Queira Deus, Portão, Lauro de Freitas)

Quando: 12 de março, às 18 horas

Para quem: aberto ao público (Gratuito)

Contatos: (71) 99275-8751 / 3369-2698 / [email protected]

Grupo Negras debate “Mulheres e Cidadania na Construção de Saberes”


Gabriela Ramos
Gabriela Ramos

Nesta sexta (10), será realizada na Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia a primeira atividade do grupo NEGRAS, abrindo as jornadas de debates e discussões acerca da vida das mulheres dentro e fora da universidade.

A atividade contará com uma mesa de debate sobre Mulheres e Cidadania na Construção de Saberes, que será seguido de Sarau com poesias de resistência, trazendo em discussão da vida negra por meio da arte. O evento ocorrerá no dia 10 de Março às 16h, na Escola de Nutrição da UFBA (Avenida Araújo Pinho – n.º 32 – Canela).

O Grupo Negras teve seu surgimento na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia em 2010 e desde então atua na promoção de estudos, pesquisas e intervenções que possibilitem a reflexão sobre a situação de saúde de grupamentos e coletividades, considerando as dimensões raciais, de gênero e de classe.

Define-se enquanto espaço de ressignificação das epistemologias científicas e, sobretudo, da construção dos saberes no campo da saúde, partindo dessas perspectivas.

Grupo NEGRAS
Ana Carla

Na programação estão confirmadas as presenças das pesquisadoras Gabriela Ramos, Luciane Barros, Tânia Palma, Lilian Xavier, Caroline Anice e Ana Carla Santos.

IGHB debate produção científica feminina na Bahia


mulher negra chefa de familia
Banco de Imagens

O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia realizará, nas tardes dos dias 16 e 17 de março, o seminário Produção Científica Feminina na Bahia: Pesquisas e Pesquisadoras, com o intuito de evidenciar parte do que é produzido nos diversos Programas de Pós Graduação do estado no que concerne às Mulheres.

As palestras, que terão abordagens, tanto do ponto de vista das pesquisadoras quanto dos temas pesquisados, vão acontecer no auditório do IGHB (na Piedade), com direito a certificado e distribuição de livros.

Confira a programação:

Quinta-feira dia 16 de março de 2017 – Auditório do IGHB
13h – Credenciamento
14h – Abertura – Mesa Institucional
14h10 – Palestra: Mulheres Chefes de Família, Maternidade e Cor na Bahia do Século XIX – Profa. Msc. Jane Soares (UEFS)
14h50 – Palestra: Mamãe bote; ganhadeiras e quituteiras: Sociabilidades, identidades das mulheres negras na Salvador da Primeira República – Profa. Msc. Paloma Wanderlei (UFBA).
15h40 – Debate
16h – Intervalo
16h15 – Palestra: Professoras da educação básica egressas da política de cotas na ufba: experiências formativas, percepções e práticas em torno da reeducação das relações etnicoraciais – Profa. Msc. Carla Cristina Santos (UNEB)
17h10 Palestra: De amas de leite a sacerdotisas: Ressignificações da mãe preta no território do Ilê Aiyê – Profa. Esp. Catarina Lima (IFBA)
18h – Debate

Sexta-feira dia 17 de março de 2017 – Auditório do IGHB
13h – Exibição de vídeos
14h – Palestra: Travessias da realidade humana na trilogia de Antônio Torres – Prof. Msc. Ana Cristina Pereira – (UNEB)
14h50 – Palestra: Trajetórias Ausentes: Considerações sobre a Invisibilização dos/as Artistas Plásticos/as Negros/as no Recôncavo da Bahia – Profa. Msc. Tina Melo (UFRB)
15h40 – Debate
16h – Intervalo
16h15 – Palestra: Do exotismo a denúncia social. Sobre a recepção de Quarto de Despejo de Carolina Maria de Jesus na Alemanha – Profa. Msc. Raquel Alves dos Santos (USP)
17h10 – Palestra Traduções interculturais indígenas: A cura da terra – Profa. Msc. Mara Vanessa Dutra (UFBA)
18h – Debate
18h30 – Encerramento

Inscreva-se aqui.

ONG Levantamos abre inscrições para empreendedoras negras


Imagem: Pinterest
Imagem: Pinterest

Empreendedoras negras de Salvador terão uma grande oportunidade! A ONG Levantamos e o Programa In Action Plan, situada em Washington, D.C e Salvador – Bahia inscreve até o dia 10 de março para o concurso de Empreendedorismo para mulheres negras – Planos em Ação. Serão selecionadas 10 mulheres negras empreendedoras, que receberão mil reais e consultoria especializada.

A seleção é voltada para empreendedores que pretendam alavancar um negócio, ou, que já atuam como iniciantes de um em qualquer área. Serão as etapas, após inscrições: Entrevistas para seleção; Encontros de nivelamento 4h diárias; Pitch do Projetos; Consultoria e Formação 80h; Entrega dos prêmios e evento de conclusão.

É vedada a participação de pessoas não negras, homens, e ou, mulheres que não possam participar 100% das etapas do projeto. Serão seis meses de tutorias, acompanhamento individualizado, revisão e consultoria dos projetos nos seis meses subsequentes.

Saiba mais e se inscreva aqui.