Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger inscreve até 8 de março


fotógrafo negro
Banco de Imagens

Fotógrafos de todo o Brasil poderão se inscrever no Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger até dia 8 de março. Serão selecionados e premiados conjuntos de trabalhos de três fotógrafos, nas categorias Trabalhos de fotografia de livre temática e técnica; Trabalhos de inovação e experimentação na área de fotografia; Trabalhos de fotografia documental. Vencedores receberão, cada um, o valor de R$30 mil.

O Prêmio é realizado pela Coordenação de Artes Visuais/Dirart da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Serão indicados, também, 12 fotógrafos que, juntamente com os três premiados, participarão de uma exposição coletiva e de um catálogo do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger 2016/2017. Os 15 (quinze) selecionados receberão uma ajuda de custo de R$1 mil cada, para despesas com os trabalhos a serem expostos.

Poderão inscrever-se pessoas físicas, maiores de 18 anos, brasileiros natos ou naturalizados, assim como estrangeiros com situação de permanência devidamente legalizada e residência comprovada no Brasil de, pelo menos, dois anos completos até a data de início da inscrição.

As inscrições devem ser feitas por meio postal, via SEDEX ou serviço similar de entrega, com Aviso de Recebimento (A.R.). Saiba mais aqui. Ou no telefone (71) 3324-851. 

Foto destaque: Harnebach

Virada Cultural das Residências Universitárias da UFBA acontece este sábado (11)


UFBA
Banco de Imagens

A Virada Cultural das Residências Universitárias da UFBA acontece neste sábado (11) e domingo (12), na residência universitária (R1), localizada no corredor da Vitória. A idéia é fazer do casarão um parque de diversão cultural em que apresentações acontecem simultaneamente em diversos espaços.

Tudo é organizado e produzido por estudantes assistidos pela Pró Reitoria de Assistência Estudantil (PROAE) e Pró Reitoria de Extensão (PROEXT) da UFBA. Todos os artistas são residentes ou já tiveram algum contato com as ambiências da casa, a exemplo do artista Cenildo Silva, natural de Barra do Choça e antigo residente que foi premiado no Salão das Artes Visuais da Bahia em 2014 com a obra “Sustentáculos”.

Para Uerla Cardoso, residente e atriz indicada ao Prêmio Braskem de Teatro 2016, a Virada Cultural das Residências é a possibilidade de unir arte com o sentimento de pertencimento, ultrapassando os limites das salas de aula.

“O evento unifica a arte produzida no âmbito das casas e da universidade, com demais artistas que já usaram estes espaços para suas criações. As casas de estudantes da Bahia e do Brasil são fortes na relevância política, cultural e artística para o país, uma vez que reúnem em seu âmbito, jovens de diversos lugares da Bahia e todo Brasil no propósito de auto descoberta e profissionalização”, afirma.

 

Terá espaço aberto ao encontro de artes, além do palco principal onde apresentações circenses, bandas musicais, saraus e performances acontecerão. O evento terá também bar aberto por toda noite, feira artesanal e área de gastronomia.

SERVIÇO:

O QUE: Parque Cultural – Virada Cultural das Residências da UFBA

ONDE: Av. Sete de Setembro, 2382 – Corredor da Vitória

DATA E HORÁRIO: De 20h de sábado (11/) às 8h de domingo (12).

Gratuito

 

Baile do Dendê terá 2ª edição no Pelourinho com música e gastronomia


baile do dende
Fotos: Amilton André

Com um repertório composto só por músicas baianas, o Baile do Dendê do DJ e produtor Lucio K chega a sua segunda edição no dia 12 de março, depois do sucesso da estréia. Dessa vez contará com a participação do DJ, músico e artista visual Pedro Mariguella e do cantor Mr. Cappy, também conhecido como Capitão América (ex. Braga Boys e Bragadá).

A festa acontece no quintal do restaurante Jardim das Delícias, Pelourinho, das 13h às 20h, com Caruru completo incluso no passaporte. As vendas antecipadas já estão abertas. 

DJ Lucio K é o reponsável pelo repertório, voltado para todas as idades, com versões originais de clássicos da música carnavalesca da nossa terra, do Axé e da música Afro-Baiana.  Vai de Ilê Aiyê a Timbalada, de Luiz Caldas a Ivete Sangalo, de Pepeu Gomes a Davi Moraes, de Dodô e Osmar a Baiana System.

Os passaportes para o Baile podem ser adquiridos através do Sympla ou no próprio restaurante, na Rua Maciel de Cima, nº 12, próximo ao Terreiro de Jesus.


Serviço:
Baile do Dendê com DJ Lucio K

Quando: 12 de março (domingo)
Horário: 13h às 20h
Onde: Restaurante Jardim das Delícias, Pelourinho
Quanto: Couvert artístico R$ 30 + prato completo de Caruru

Festival da Mulher Candaces reunirá mulheres em tarde cultural no Pelô


Foto de Divulgação CandacesDentro das comemorações do Dia internacional da Mulher – 8 de março –, será realizado o Festival da Mulher Candaces: Espelho Contemporâneo, Rainhas Ancestrais.

A ideia é  ser uma tarde multicultural, com exposição, desfile, debates, música, poesia e homenagens, tudo pensado pela estudante de Licenciatura em História (Unijorge), Elza Elisa Pereira, sob orientação do Professor Jaime Nascimento.

O evento acontecerá na Praça Tereza Batista (Pelourinho), dia 10 de março, a partir das 13h. Veja a programação, inteiramente gratuita:

 

 

 

Festival da Mulher Candaces – Espelho Contemporâneo, Rainhas Ancestrais

 

Local: Praça Tereza Batista- Pelourinho

Data: 10 de Março de 2017 (sexta-feira)

 

Telma Souza
Telma Souza – Facebook

Programação do Evento:

 

13h – Boas vindas com Douglas Correa

13h – Roda de conversa: “O papel da mulher no período pré-cristão e a mulher hoje

Debatedoras:

Vai Ter Gorda (Maria França); Dani Santana (Oró Mi Maió Artes)

Amanda Lima (Publicitária); Elisa Pereira (História)

Telma Souza (Historiadora); Marina Regis Cavicchioli (História)

15h – Exposição.

15h30-Desfile da Sankofa Agbara Dudu e Oró mi Maió Artes, com participação poética de Giovane Sobrevivente

16h15 – Apresentação Musical com Brunno Matos e Grupo Tambores e Encantos, participação de Gil de Almeida

17h15 – Sorteio de Brindes

18h- Encerramento

Prêmio inscreve roteiros com personagens femininas relevantes e complexas


mulheres negras cinema
Cena do filme “Estrelas Além do Tempo”

Roteiros de longa-metragem que tenham protagonistas mulheres. Esse é o foco da segunda edição do Cabíria, prêmio criado para estimular roteiristas a criarem “personagens femininas relevantes e complexas”. As inscrições estão abertas até 25 de abril.

Com a premiação, roteiristas terão uma espécie de “selo de qualidade” capaz de ajudar a encontrar financiamento.  Podem participar mulheres e homens maiores de 18 anos, que tenham escrito roteiros de longa-metragem de ficção em português. O material deve ter entre 70 e 120 páginas e ser assinado com pseudônimo.

Premiação

O valor da inscrição é de R$ 70 por roteiro (no máximo três podem ser inscritos por pessoa) e roteiristas mulheres tem 50% de desconto. Não são elegíveis para a premiação os roteiros cujos direitos de produção já estejam contratualizados e que já tenham captado mais da metade do orçamento.

Uma equipe de roteiristas, diretoras e/ou montadoras mulheres escolherá de 10 a 20 roteiros, que serão encaminhados à comissão de seleção, composta por cinco mulheres atuantes no mercado. As inscrições devem ser feitas online.

O primeiro colocado receberá R$ 7 mil; além disso, roteiros escritos exclusivamente por mulheres concorrem a um prêmio de R$ 3 mil e a uma tradução para o francês oferecida pela empresa francesa Manivane. Por fim, roteiristas homens e mulheres podem ganhar uma consultoria de roteiro (via Skype) realizada por uma ou mais colaboradoras do Cabíria.

Veja trecho de entrevista com a roteirista Thais Fujinaga, primeiro lugar na edição de estreia do Cabíria, em 2016. Seu roteiro de “O Filho Plantado” foi escolhido entre 165 inscritos.

MulhernoCinema – Conte um pouco sobre O Filho Plantado, ganhador do Cabíria.
O filme é um drama sobre uma mulher de mais de 60 anos que, depois de já ter criado dois filhos homens, decide adotar uma menina, uma adolescente. O roteiro começa com imagens do cotidiano solitário e rarefeito dessa mulher, a Hilda, que está preparando a sua casa pra receber alguém que nós, como espectadores, não sabemos ainda quem é. Até que ela recebe um telefonema de alguém que diz “encontramos sua filha”.

MulhernoCinema – Acha que a vitória no Cabíria vai ajudar nesse processo?
O Cabíria certamente já está ajudando no processo de viabilizar o filme. Não somente pelo prêmio em dinheiro, mas por dar visibilidade ao projeto. Quando formos inscrevê-lo em editais, essa “carreira prévia” do roteiro fortalece a defesa do filme.

Leia o regulamento completo e faça sua inscrição aqui.

Fonte: Mulher no Cinema

Projeto Bloco Afro nas Comunidades oferece oficinas de Percussão, Dança e Estética


ileaiye
ileaiye

Jovens de 15 a 21 anos terão a oportunidade de se inscrever oficinas de Percussão, Dança e Estética Afro, que serão dadas no Projeto Bloco Afro nas Comunidades, resultado de uma parceria entre o Ilê Aiyê e a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social.

As inscrições devem ser feitas na sede do Ilê Aiyê, no Curuzu, e nos Centros Sociais Urbanos de Mussurunga e de Valéria. para isso, interessados devem levar cópias de RG e CPF do aluno e do responsável e comprovante de residência.

As oficinas começam no dia 6 de março e têm duração de seis meses. Ao todo, são oferecidas 960 vagas para jovens que vivem em situação de risco.

Aulas

As aulas acontecem nos turnos matutino e vespertino, nos CSUs de Mussurunga e Valéria e na Senzala do Barro Preto, no Curuzu (Liberdade).

ileaiyeSERVIÇO

Ilê Aiyê – Bloco Afro nas Comunidades –  Oficinas de Percussão, Dança e Estética Afro
Inscrições:
Sede do Ilê Aiyê no Curuzu e Centro Social Urbano de Mussurunga e Valéria
Vagas: 20 alunos por turma
Público: jovens de 15 a 21 anos

 

 

Livro “Discriminação e Racismo nas Américas” será lançado em Salvador


livro Discriminação e Racismo nas AméricasNo dia 10 de março, a Livraria Cultura do Salvador Shopping receberá o lançamento do livro “Discriminação e Racismo nas Américas”,organizado por Maria Cristina Gomes da Conceição. O evento será às 19h, aberto ao público.

No livro, o leitor encontrará a historicidade, os discursos e práticas de discriminação, racismo e xenofobia contra negros, indígenas, ciganos, mulheres e homens, e migrantes latinos.

A partir de uma análise da Política Nacional de Saúde da População Negra, a obra trata de como a discriminação e o racismo são reproduzidos ao longo da História em áreas específicas como saúde, educação, além de como ele se apresenta nas ruas e ambientes familiares.

O livro avalia a implementação das políticas afirmativas de inclusão social em sociedades marcadas pelas desigualdades.

SERVIÇO

Lançamendo do livro Discriminação e Racismo nas Américas
Onde: Livraria Cultura do Salvador Shopping
Quando: 10 de março, às 19h
Entrada Gratuita

Os principais Mestres de Capoeira da Bahia em exposição até domingo


Mestres-de-Capoeira_Solar-Ferrão
Foto: Fernando Barbosa

“Mestres da Capoeira – Em Busca da Oralidade Perdida” é o título da exposição que homenageia nove dos mais importantes Mestres de Capoeira da Bahia. A mostra pode ser visitada até 5 de março na Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão, Pelourinho.

Lá o público poderá conhecer as histórias e experiências vividas por personalidades como Mestre Gigante (Francisco de Assis), Mestre Pelé da Bomba (Natalício Neves da Silva), Mestre Curió (Jaime Martins dos Santos).

Tem também Mestre Felipe de Santo Amaro (Felipe Santiago), Mestre Boca Rica (Manoel Silva), Mestre Lua Rasta (Gilson Fernandes), Mestre Itapoan (Raimundo César Alves de Almeida), Mestre Olavo (Olavo da Paixão) e o Mestre Boa Gente (Vivaldo Rodrigues Conceição).

A visitação é de terça-feira a sexta-feira, das 12h às 18h e ao sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h.

 

SERVIÇO

Exposição Mestres da Capoeira – Em Busca da Oralidade Perdida
Local: Galeria do Centro Cultural Solar Ferrão (Rua Gregório de Matos, 35, Pelourinho)
Quando: até 5 de março
Entrada: FREE

 

Curso de Língua e Cultura Yorùbá-Nagô tem inscrições abertas até sábado (4)


 curso de iorubá

Familiarizar o aluno com a língua Yorùbá-Nagô utilizada nas cerimônias do Candomblé. Este é o intuito do primeiro “Minicurso de Introdução à Língua Yorùbá na Comunicação, Tradição Orixá e Cultura”, que será realizado pelo Gabinete Português de Leitura. O objetivo vai além: pretende também articular o aprendizado da comunicação básica, facilitando o entendimento do interlucutor Afro-ocidental.

Para tanto, o minicurso focará na imersão na Cultura Yorùbá-Nagô, buscando a familiaridade com a língua. Serão seis dias de aula, divididas em módulos de 4h cada. Além destas 24h horas-aula, terá também 6h de atividades programadas, totalizando 30h certificadas de curso.

Pretende-se, com isso, tornar os alunos capazes de explicar os cânticos em língua yorùbá, usando os textos litúrgicos mais conhecidos do Candomblé Ketu ou Nagô, e capacitá-los pra uma conversação na língua yorùbá em nível iniciante. Para participar, deverá ser investido o valor de R$120. As aulas acontecerão no Gabinete, na Piedade, com o professor Adelson Silva de Brito, especialista na língua yorubá.

Inscrições podem ser feitas aqui.

PROGRAMAÇÃO:

04/03/17: O mundo Yorùbá-Nàgó,a chegada no Novo Mundo.Cantando para Exú.

11/03/17: Apresentando-se para as pessoas: Estudando ao Allfabeto e os Cânticos Iniciais.

18/03/17: Diálogos iniciais e o fraseados dos cânticos para Ogún.

25/03/17: Saudações envolvendo familiares e hierarquia na cultura yorùbá. Cantando para Omolú.

01/04/17: A história dos dias da semana.Estudando e repetindo os Diálogos básicos.

08/04/17: Objetos do dia a dia. Situações de comunicação básica; No telefone. Cantando para Ossaim.

Local: Gabinete Português de Leitura – Praça da Piedade, s/n

Cronograma: aulas aos sábados, das 8h às 12 horas

Investimento:R$120

Confira atrações pretas no Carnaval de Salvador


O Carnaval na porta já e tem muita atração preta rolando nas ruas, nos trios e nos palcos da festa. Tem carnaval OuroNegro com blocos Afros e Afoxés e Reggae, além do tradicional Samba. Tem também HipHop, Reggae e atrações nacionais já programadas e confirmadas em vários circuitos. O Portal SoteroPreta traz pra você algumas delas:

sandra de sá

QUINTA-FEIRA – DIA 23 DE FEVEREIRO

BARRA

Bloco Os Mascarados –Sandra de Sá faz participação na apresentação de Márcia Castro – 21h05

Bloco Araketu – 21h35
Banana Reggae – Thomé Vianna & Banda Ragga e convidados  – 21h50

Nova Saga / B+B/ Makonen Tafari e convidados e Kaina Tawau – 23h10

CAMPO GRANDE/ PRAÇA CASTRO ALVES

Bloco Alerta Geral – Xande de Pilares, Délcio Luiz, Mosquito, Juliana Ribeiro e Bambeia – 20h30
Bloco Amor e Paixão – Nelson Rufino, Batifun, Movimento e Fora da Mídia – 22h

Circuito Mestre Bimba (Nordeste de Amaralina)

Baile Black Empodere seu Sonho – Marcha do Empoderamento Crespo e Banda Attemporais – 18h

Bloco alvorada

SEXTA-FEIRA – DIA 24 DE FEVEREIRO

CAMPO GRANDE/ PRAÇA CASTRO ALVES

Furdunço – As Ganhadeiras de Itapuã – 15h30

Bloco Alvorada – Raymundo Sodré/ Aloísio Menezes/ Juliana Ribeiro/ Roberto Mendes/ Gal do Beco/ Bambeia/ Reinaldo Príncipe do Pagode – 21h

Olodum part. Margareth Menezes – 21h30

Cortejo Afro – 23h30

Os Negões – 00h15

 

PELOURINHO

Largo Pedro Arcanjo
Orquestra Reggae de Cachoeira – 19h

 

BECO DAS CORES (BECO DA OFF- BARRA)

Karol Conká – 00h

banda didá
Foto: Edson Ruiz

SÁBADO – DIA 25 DE FEVEREIRO

BARRA

Didá – 12h30
Armandinho, Dodô & Osmar – 17h
Malê Debalê – 18h
Muzenza – 19h
Bankoma – 20h30
Ilê Aiyê – 23h45

LADEIRA DO CURUZU – LIBERDADE

Saída do Ilê Aiyê – 21h

PELOURINHO

Largo do Pelourinho
Acordes Percussivos – Márcia Short, Aloísio Menezes e Hugo Sanbone – 19h
Tropicália Viva – Paulinho Boca de Cantor, Wil Carvalho e Manuela Rodrigues – 21h30

Praça Tereza Batista

Janaina Noblat – 17h
Magary Lord – 22h30

Praça Quincas Bero D’água
Samba Chula João Boi – 23h

 

BAIRROS

Liberdade

Lazzo
Ninha
Aloízio Menezes

Boca do Rio

Márcia Short

Palco Abaeté/Itapuã

Paulinho Boca de Cantor

Larissa Luz

 

larissa luz
Foto: Elói Corrêa/GOVBA

DOMINGO – DIA 26 DE FEVEREIRO

BARRA

Olodum part. Pierre Onassis – 15h15
Cortejo Afro – 20h30

CAMPO GRANDE

Gerônimo – 14h30
Banana Reggae – Thomé Vianna & Banda Ragga e convidados – 18h

PELOURINHO

Largo do Pelourinho
Salada das Frutas – As Bahias e a Cozinha Mineira, Liniker e Tássia Reis– 19h
O Rock é negro – Larissa Luz, Ellen Oléria e BNegão– 21h30


Largo Pedro Arcanjo
Dionorina– 22h30

Praça Quincas Bero D’água
RBF – Rapaziada da Baixa Fria – 18h30
Gal do Beco – 21h

Palco Multicultural (Terreiro de Jesus)
Mobbiu Hip Hop
Tallowah
Diamba
RBF Hip Hop

 

Filhas-de-Gandhy-720x320
Secom/BA

SEGUNDA-FEIRA – Dia 27 DE FEVEREIRO

BARRA

Filhos de Gandhy – 15h45
Filhas de Gandhy – 16h15
Cortejo Afro – 21h45
Muzenza – 22h30
Malê Debalê – 23h

Beco das Cores (Rua Dias D’Ávila – Barra)

Liniker – 00h

Palco Farol da Barra

IFÁ part. Lineker e Bnegão – 1h30

CAMPO GRANDE

Didá – 11h30
Trio Respeite as Meninas – Larissa Luz, Tássia Reis e MC Carol – 17h
Ilê Aiyê – 19h

PELOURINHO

Largo do Pelourinho
Cena Tropifágica, Mariela Santiago e Jorge Mautner – 19h
Gerônimo, Laura Arantes e Adailton Alves – 21h30

margareth_menezes_580
Banco de Imagens

TERÇA-FEIRA – DIA 28 DE FEVEREIRO

BARRA

Banana Reggae – Thomé Vianna & Banda Ragga e convidados – 19h
Magary Lord – 22h45

CAMPO GRANDE

Olodum – 12h30
Araketu – 15h30
Muzenza – 17h30
Margareth Menezes – 18h30
Ilê Aiyê – 20h30

Contrafluxo – Circuito Praça Castro Alves

Filhos de Gandhy – 16h
Filhas de Gandhy – 17h
Os Negões – 16h20
Ókánbí – 18h40

 

PELOURINHO

Largo Pedro Arcanjo
IFÁ – 19h


Praça Quincas Berro D’Água
Samba de Roda Dona Dalva – 21h30

Terreiro do Samba (Praça da Cruz Caída)
Viola de Doze

Palco Multicultural (Terreiro de Jesus)
Nova Saga
BTB Hip Hop
DJ Tau
Kamaphew Tawa e Aspiral do Reggae