#FronteirasBraskem – Ingressos à venda para palestra de Graça Machel em Salvador


Graça Machel

A série especial 2017 do Fronteiras Braskem do Pensamento acontece no Teatro Castro Alves nos meses de julho, agosto e setembro. O tema será Civilização – A sociedade e seus valores e terá a presença da ativista de Direitos Humanos e ex-Ministra da Educação e da Cultura de Moçambique, Graça Machel – em setembro. Os ingressos já estão à venda para cada dia e são limitados.

Serão debatidos os princípios da sociedade atual, a fragilização da democracia ao redor do mundo, os conflitos diplomáticos, as diversas vertentes do extremismo e da crise econômica, social e migratória. Nesta seara, Machel se destaca por sua atuação política, tendo sido nomeada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o Estudo do Impacto dos Conflitos Armados na Infância.

graça machel

Ganhou a Medalha Nansen das Nações Unidas em 1995 por conta desta atuação e, em 1998, casou-se com Nelson Mandela, primeiro presidente negro da África do Sul. Graça Machel está dentre as dez personalidades que defendem o desenvolvimento equitativo e sustentável da África, que constiuem o chamado Painel para o Progresso da África (APP).

Além de Graça Machel, o Fronteiras também terá a participação do escritor moçambicano Mia Couto (3 de julho) e da crítica cultural norte-americana Camille Paglia (15 de agosto). Os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos online ou nos postos abaixo.

Valores

R$ 50/25 por conferência
R$ 120/60 pacote de ingressos para as 3 conferências

 Meia entrada
– estudantes
– idosos (a partir de 60 anos)
– portadores de necessidades especiais
* a comprovação do desconto será obrigatória para acesso ao evento

Onde comprar

Bilheteria do Teatro Castro Alves
SAC do Shopping Barra
SAC do Shopping Bela Vista

Informações de vendas: (71) 2626.5071

 Foto: Banco de Imagens

Pretas artistas, compositoras e poetas: inscrevam-se para Mostra Palavra Preta no Festival Latinidades!


palavra preta
Foto: Juh Almeida

Em janeiro deste ano, Salvador foi sede do I Palavra Preta – Mostra Nacional de Negras Autoras, produzido pela cantora e compositora soteropolitana Luedji Luna e pela poeta/cantautora brasiliense Tatiana Nascimento. Foi um encontro de mais de 20 mulheres negras – artistas, compositoras, poetas – durante dois dias. Uma celebração da produção artística autoral feminina e negra.

De lá pra cá a história se organizou ainda mais e, em julho, terá Mostra Palavra Preta no Festival Latinidades, em Brasília. Para fazer bonito e reverberar as vozes destas mulheres e de suas artes, o Palavra está fazendo inscrições de artistas. O cadastro é para reunir estas mulheres que tenham interesse em integrar a Mostra lá e é feito online, gratuitamente. 

palavra preta
Foto: Juh Almeida

Mas se liguem: o cadastro não garante a participação. Para participar, de fato, cada artista será responsável por arcar com os gastos de suas passagens, alimentação, transporte. O formulário estará aberto até dia 2 de julho. O Festival Latinidades celebrará 10 anos e acontecerá em Brasília de 27 a 30 de julho. Já a Mostra Nacional de Negras Autoras terá atividades de sexta a domingo, conforme programação ainda em construção.

Palavra Preta é espaço negro de confluência, compartilhamento e visibilização do protagonismo de artistas afrobrasileiras com ênfase na produção cultural poética, musical, performática e plástica. 

Quem tiver dúvidas sobre essa Mostra e participação nela pode enviar email para  [email protected]. O Festival Latinidades é considerado hoje o maior festival de mulheres negras da América Latina e acontece desde 2007. Eição, o tema será Horizontes de liberdade: afrofuturismo nas asas da Sankofa. Inscreva-se aqui.

Calendário das Artes 2017 recebe propostas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança e mais…


calendário das artes
Projeto de Reisado de Curaçá

Estarão abertas, a partir desta quinta-feira (22), as inscrições para a primeira chamada do Calendário das Artes 2017, concurso promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e que contempla, com prêmios de R$ 13 mil, propostas das áreas de Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Dança, Literatura, Música, Teatro e Artes Integradas (que envolvem mais de uma área artística).

As inscrições da 1ª Chamada do ano de 2017 seguem até 5 de agosto, recebendo ideias de ações que se iniciem no período de 10 a 30 de novembro deste ano. Nesta 1ª Chamada serão premiadas 35 propostas. O total de recursos para prêmios da 1ª Chamada é de R$ 455 mil.

No site da Funceb o candidato poderá ler o regulamento e ter acesso aos anexos do Edital, fazendo o download do Formulário de Inscrição para redigir a proposta.

Fonte: Secult/BA

Migues, vai rolar BATEKOO no Pelô, viu?


 

batekoo salvador
Fotos: Matheus Thierry/Zebraa

 

Vai rolar a 3ª temporada  da BATEKOO! E ela volta ao lugar de origem, no Pelourinho. Será no sábado – 8 de julho. A promessa da galera é aquela que já se conhece: “Liberdade corporal, liberdade sexual, estética negra, empoderamento coletivo, crespo, suor, representatividade, ocupação preta, proibidão. Ou seja, festa de preto!”

A primeira edição desta temporada começa às 23h, e na pista vai rolar ritmos black como hip-hop, rap, funk carioca, R&B, trap, twerk, bahia bass, ragga, dancehall, kuduro, e suas vertentes.

A proposta é que seja uma festa democrática, livre de preconceitos, e que una todos os ritmos negros pra todo mundo se divertir muito e quebrar até o chão, até as pernas dizerem CHEGA! 

Na LINE UP vai ter Dj JACK, Tia Carol, Mauro Telefunksoul, Thatila Martins, BRUXABRABA [email protected] Mas vai ter também Batalha de BATEKOO/VOGUE/TRANÇA valendo prêmios. os aniversariantes da semana serão VIP: basta apresentar documento original com foto na entrada.Tá rolando lista (R$10) pra botar o nome lá em evento no Facebook. A festa é para maiores de 18 anos. 

Ingressos também já podem sr comprados pelo Sympla. 

Serviço:
O que: Festa BATEKOO
Onde: Oficina de Investigação Musical
Quando: 08/07 –Sábado, a partir das 23 horas.
Quanto: R$10 (Na lista até 00:00 ou Antecipado pelo Sympla) | R$15(Na lista após 00h e até 1h) | R$20 (Após 1h)
SYMPLA: 

Women Photograph inscreve fotojornalistas para programa de Mentoria


mulher negra fotografa
Primeira mulher negra a aparecer como capa de uma revista Vogue, na edição britânica.

Fotógrafas mulheres, transgêneras ou de gênero não-binário de qualquer nacionalidade com menos de cinco anos de experiência podem se candidatar a este programa.

A Women Photograph está lançando seu Programa de Mentoria de 2017, que irá juntar líderes da indústria com 22 fotojornalistas iniciantes ao longo de um ano.

Dentre os mentores estarão editores da National Geographic, NPR, New York Times e Guardian, além de fotógrafos vencedores do Prêmio Pulitzer, Guggenheim Fellowships e World Press Photo Awards.

As inscrições vão até 15 de julho e mais informações podem ser obtidas aqui (em inglês).

Coletivo A Corda inscreve para Vivência com Mestra Aurinda em Itaparica


mestra aurinda
Foto Gabriel Borba / Zé Amaral e Fábio

O Coletivo A CORDA Samba de Roda – que atua com a Cultura no Subúrbio de Salvador, vai aportar na Ilha de Itaparica no dia 1º de julho. Lá, na Cerca de Pedra, será realizada uma Vivência com Mestra Aurinda,  uma das melhores tocadoras de prato da Bahia.

Ialorixá, Mestra Aurinda vai receber quem chegar em sua casa e compartilhar de seus saberes. No Encontro, a griôt vai contar histórias de vida, vai falar o que aprendeu sobre o samba chula e a arte de tocar prato. Aurinda é cria de de seu irmão, Mestre Gerson Quadrado.

Para chegar lá, é preciso se inscrever e investir R$75. O valor contempla: transporte ida e volta (lancha ou ferry e carro até Mar Grande), almoço, vivência de Prato e mediação cultural. As vagas são limitadas.

Conheça a Mestra Aurinda:

 

QUEM FAZ

O Coletivo A CORDA se dedica a estudos, diálogos e ações afirmativas no subúrbio ferroviário de Salvador, comunidade de Tubarão. É voltado para a identidade cultural brasileira e suas matrizes étnicas principais: negra e indígena. O objetivo é empoderar o sujeito e as comunidades periféricas através do conhecimento de sua história, referências culturais, além de capacitações diversas para autonomia e desenvolvimento social.

SAÍDA:

Quando: 1º de julho (sábado)
Quando: Concentração 7h e saída às 7h30. Retorno: 17h
Onde: Terminal da França, Comércio (Terminal das lanchas, em frente ao Mercado Modelo)

INSCRIÇÕES
E-mail: [email protected]m | ZAP (71) 98764-8034 | Telefone: (71) 99266-2741

Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães recebe inscrições!


negro escrevendo
Banco de Imagens

Estão abertas as inscrições para o 14º Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, iniciativa promovida pela Secretaria de Estado da Cultura, Turismo e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel/RS), por meio do Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com a Universidade de Passo Fundo (UPF) e a Prefeitura de Passo Fundo.

O concurso, que busca valorizar a criação literária brasileira, é destinado a autores de contos, com obras inéditas publicadas ou não. Cada participante deverá apresentar dois contos. As inscrições devem ser realizar até o dia 10 de julho de 2017 por meio da entrega de quatro vias dos originais no local de inscrição ou por correio.

Da formatação dos textos: folha tamanho A4, espaçamento duplo entre linhas, fonte Times Roman, tamanho 12, e identificados apenas com o pseudônimo do autor. Importante ressaltar que não serão aceitas inscrições por e-mail. No envelope contendo as quatro vias dos originais deverão constar o título do concurso e o pseudônimo do autor.

Dentro desse mesmo envelope, deverá ser colocado outro envelope, contendo a identificação do autor, juntamente com seu endereço, telefone, um breve currículo e a indicação dos títulos dos contos.

A entrega ou envio dos textos deverá ser realizada no endereço: Instituto Estadual do Livro – IEL, Rua André Puente, 318 – Bairro Independência, Porto Alegre – RS -CEP: 90035-150.

O primeiro e o segundo classificados receberão prêmios, respectivamente no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e R$ 3.000,00 (três mil reais). Os contos premiados também poderão ser editados em antologia organizada pelo Instituto Estadual do Livro. Além disso, alguns trabalhos poderão ser destacados com menção honrosa, a critério da Comissão Julgadora.

Mart’nália volta a Salvador no mês de julho com show na Concha Acústica


martnalia

Mart’nália volta a Salvador no mês de julho para apresentar seu novo álbum + Misturado. A obra tem oito canções inéditas e sete regravações de clássicos da MPB como “Estrela” (Gilberto Gil),“Tempo de Estio” (Caetano Veloso),“Linha do Esquador” (Djavan/Caetano) e o medley “Ela disse-me assim”/“Loucura” (Lupicínio Rodrigues).

O álbum também tem participação de Martinho da Vila, em “Ninguém conhece ninguém”, e mais dois duetos inéditos, um com Geraldo Azevedo e outro com o cantor e compositor congolês Lokua Kanza. Ao longo do CD, Mart’nália mostra suas parcerias com artistas como Mombaça, Zélia Duncan, Teresa Cristina, Mosquito, Arthur Maia, Ronaldo Barcellos, Tom Karabachian, dentre outros.

O show será dia 29 de julho, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves e terá abertura da cantora Illy – baiana radicada no Rio. Começou a vida profissional ainda adolescente, puxando trio pelo interior da Bahia. Liderou o grupo Samba Dibanda e fez aulas na Oficina de Canto da UFBA e na Escola Baiana de Canto Popular. Seu primeiro projeto solo foi “Illy canta os cem anos de Caymmi.

Mart’nália
Quando: 29 de julho (sábado)
Horário: 18h30
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
Ingressos:
Plateia: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia)
Camarote: R$ 160 (inteira) e R$ 80 (meia)

F.R.E.N.E.S.I: amor, sexo e corpos negros decifrados em versos!


FRENESI Fabiana Lima

Ela: Fabiana Lima, poetiza marginal, organizadora do Slam das Minas – batalha poética só para mulheres, iniciativa pioneira na Bahia. Ele: Rilton Júnior, poeta que integra o Grupo de Poesia Resistência Poética! Eles se uniram para abalar as estruturas com o clipe F.R.E.N.E.S.I., uma produção em parceria com a Orun – Plataforma colaborativa com conteúdos relacionados à cultura urbana, arte, moda e design, através de fotografia e audiovisual.

Como Fabiana explica, F.R.E.N.E.S.I. é uma poesia ritmada que ultrapassou os versos falados e teve que chegar às telas, em uma performance extasiante do dois. Em pouco mais de 3 minutos, a poesia ganha corpo e vida, enaltecendo o debate sobre os corpos negros, o amor, a paixão. O clipe fala de afeto, e fala de sexo e fala de amor preto. 

“É uma poesia que retrata o amor afrocentrado, quebra esse paradigma que não sabemos escrever sobre o amor, que não o vivenciamos”, diz Fabiana. O título já diz: delírio. E os segundos passam neste delírio. É um manifesto literário, audiovisual, poético, negro: “Faço questão de botar no meu texto, que pretas e pretos estão se amando”!

 

“Uma doce dose de você com o frenesi que me cabe pra lhe ter veneno/ eu enlouqueço ao ver você dançar pra mim com um vinho tinto pra gente/ eu tiro sua lingerie ao dente e a cada arrepio que você sente uma alta dose de THC na mente/ é que você é foda e eu to te querendo/ a tua libido água a cada toque meu sereno/ teu beijo é um doce veneno e eu beijando, vou me perdendo/ preta flor me veste em ti, sem pudor/ o que queres de mim?/

Quero provar da doce dose do seu amor/Quero ter o gosto em minha boca como uma verdadeira degustadora/Eu Desejo sentir o cheiro de sexo no ar/Nossos corpos se comunicando a cada tocar/Um beck e vinho para o paladar melhorar/Quero doses múltiplas de prazer/ e de preferência com você/Anseio que sua boca me leve ao êxtase do amor/Espero que me decifre delicadamente para que cada verso não saia de sua mente/ Doce é o gosto que quero sentir quando eu te sentir/quando eu sentir o prazer. (Fabiana Lima)

 

Curte aí, e entre em colapso!

Revista Visor México busca fotógrafas latinas amadoras, estudantes ou profissionais


fotógrafa negra

Revista Visor México está com inscrições abertas para a convocatória Mujeres fotógrafas en Latinoamérica. Podem participar mulheres fotógrafas de toda a América Latina, amadoras, estudantes ou profissionais, de qualquer idade. As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de julho de 2017.

Cada participante pode enviar uma única foto através do formulário ou uma série de 4 a 6 fotos através do email [email protected]. As imagens devem ser acompanhadas de um texto (com pelo menos 200 palavras) sobre a experiência da fotógrafa ou contexto em que foram tiradas as fotografias.

Serão avaliadas a qualidade técnica, estética, composição e o conceito. Quatro fotos serão selecionadas para publicação na Revista e todas as fotos finalistas serão publicadas no livro anual. O resultado será anunciados no dia 8 de julho de 2017 no site www.revistavisor.com.mx.

 Fonte: Iphoto Channel