Abertas inscrições para a 1ª Mostra Elas – Filmes Dirigidos por Mulheres


mulher negra estudando

Estão abertas as inscrições para a “1ª Mostra Elas – Filmes Dirigidos por Mulheres”. As interessadas podem se inscrever gratuitamente no site do evento. O evento acontece entre os dias 17 a 20 de agosto, na Sala de Arte da UFBA, em Salvador. Inscrições serão recebidas até dia 26 de maio.

Podem participar curtas e longas-metragens de todos os gêneros, finalizados em formato digital entre 2015 e 2017. Eles devem ter sido dirigidos ou codirigidos por cineastas brasileiras, e que não estejam disponíveis em canais de TV ou nenhum veículo online.

Como fazer?

As participantes devem enviar um link do filme, hospedado em sites que compartilhem vídeos em formato digital, e o login e senha, caso necessário. O regulamento completo já está disponível no site do evento.

No total, 30 filmes serão selecionados para compor a mostra, que também contará em sua programação com mesas de debate, oficina de roteiro e consultoria de projetos de filmes. A lista das obras selecionadas será divulgada até o dia 7 de julho no site do evento.

Escritorxs, poetas e pesquisadores juntxs na Felisquié este sábado (6)


cidinha da silvaNo próximo sábado (6), Salvador receberá o evento de divulgação da Festa Literária Internacional do Sertão de Jequié – Felisquié. Será no Museu de Arte da Bahia – Corredor da Vitória, aberta ao público.

Na programação, terá palestras com os escritores Maribel Barreto, Luciano Santos, Luciano Ferreira, Cidinha da Silva, Sandro Sussuarana, Dayse Sacramento, dentre outros convidados.

O lançamento da Felisquié em Salvador terá cenário com projeções mapeadas do artista visual Eldelsio Lima com ilustrações de Fefa Yanevisk.

Se liga na programação:

14h – Abertura com Domingos Ailton, escritor, jornalista, professor e curador da Felisquié

Mesa Redonda – Da literatura popular à literatura acadêmica

14h30 – “Literatura ficcional e consciência”

Palestrante – Maribel Barreto – Pós-doutorado em Consciência, Transdisciplinaridade e Educação pela Universidade Católica de Brasília/Brasil, e Criatividade e Educação e Doutora em Educação pela Universidade de Brasília/UNB/Brasil, membro da Academia de Letras de Jequié.

15h – “Aspectos culturais da crise brasileira atual”.

Palestrante – Luciano Santos – Professor de Filosofia credenciado no Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEDUC) da UNEB e Doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Fliesquié
Dayse Sacramento  Fto Lis Pedreira

15h30 – “Cordel na Bahia: literatura popular multifacetada”.

Palestrante – Luciano Ferreira – Licenciado em Letras com Língua Espanhola (UEFS), especialista em Metodologia do ensino da língua espanhola (Uninter), especialista e mestre em Estudos Literários (UEFS).

16h – Roda de Conversa – “Vivências e produções literárias”.

Palestrantes:Cidinha da Silva – Prosadora, dramaturga e doutoranda no Programa Multi-Institucional e Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento da Universidade Federal da Bahia.

Dayse Sacramento – feminista negra, graduada em Letras, mestra em Crítica Cultural, com pesquisa realizada na FUNDAC, com adolescentes negras em privação de liberdade e suas trajetórias de vida durante o processo de socioeducação, professora de Língua Portuguesa do IFBA e doutoranda em Literatura e Cultura pela UFBA. (foto: Lis Pedreira)

Sandro Sussuarana – Escritor, poeta, graduando em Serviço Social, é um dos organizadores do Sarau da Onça, Slam da Onça e Slam Deixa Acontecer, que acontecem em Sussuarana. (Foto: divulgação)

17h – Sarau poético-musical

 

Tia Má com a Língua Solta no Salvador Norte Shopping!


tia má com a língua solta

Não deu pra assistir a estreia do stand up “Tia Má com a Língua Solta”? A jornalista Maíra Azevedo volta aos palcos, desta vez no Salvador Norte Shopping. 

Será próxima quinta-feira, dia 4, aberto ao público. Já nos dias 20 e 21 de maio, as apresentações acontecem em Camaçari, no Teatro Alberto Martins, com sessões às 20h e 19h, respectivamente.

Com direção de Elísio Lopes Júnior (Ivete Sangalo ao vivo em Trancoso) e co direção de Ricardo Fagundes, o espetáculo aborda situações cotidianas, o racismo, machismo e relações amorosas. Sempre com muito humor, a ideia é fazer o público refletir sobre as diversas formas de preconceito.

QUER APRENDER O “Passinho”?! INSCREVA-SE!


efferson do Passinho Foto- Karen du Maire 114-2

O EPA! Encontro Nacional de Artes recebe Cebolinha do Passinho, um dos criadores do movimento Passinho para ministrar uma Oficina, sobre o ritmo, gratuitamente, no dia 12 de maio, das 16 às 18h.

Voltada para dançarinos e estudantes, a Oficina permitirá conhece os princípios da dança e a metodologia criada pelo precursor deste movimento. As inscrições são realizadas pelo email [email protected], mediante a envio de nome completo, breve currículo e uma pequena justificativa sobre o interesse na oficina.

O evento é realizado e idealizado pela ExperimentandoNUS Companhia de Dança que vem atuando e produzindo dança de forma independente há quase 10 anos no estado da Bahia.  Nessa primeira edição a programação interculturaliza Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo num caldeirão de propostas culturais e artísticas provocativas e excitantes.

SERVIÇO

O que é: Oficina de Passinho, com Jefferson Chaves Cebolinha

Data: 12 de maio

Onde: Espaço Xisto Bahia

Horário: 16h às 18h

Entrada: Gratuita

Inscrições pelo e-mail [email protected]

Grupo NATA convida Koanza Auandê em AfroJam no Casarão do Lord


Koanza Aundê - Sulivã Bispo

O ator Sulivã Bispo (Frases de Mainha, Kaiala) subirá ao palco do Casarão do Lord nesta quarta-feira (3) com a performance da transformista Koanza Auandê, integrando a programação da festa AfroJAM, encontro cênico-musical do Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas – NATA.

A partir das 19h, o NATA lançará o projeto OROAFROBUMERANGUE, uma série de ações artísticas que acontecerão entre 2017 e 2018, nos municípios de Alagoinhas e Salvador. Lá, o público conhecerá todo calendário, que terá início com uma curta temporada do espetáculo Exu – A Boca do Universo, de 4 a 7 de maio, no Teatro Gregório de Mattos.

Ações

Durante o ano de 2017, serão realizadas oficinas para comunidade de Alagoinhas, duas edições do IPADÊ – Fórum NATA de Africanidade (Alagoinhas e Salvador), temporadas do projeto Natas em Solos – Seis Olhares Sobre o Mundo (Alagoinhas e Salvador), manutenção e montagem do espetáculo Oxum. Ocorrerá ainda nas duas cidades a realização do Sarau Noites Afro-Poéticas e, em janeiro de 2018, a volta do espetáculo Sire Obá.

Saiba mais sobre OROAFROBUMERANGUE.

Nesta quarta (3), veja a programação gratuita da AfroJam, a partir das 19h

Preta-Boca Negra – Show Com Joana Bocanera

Encontro – Coreografia Fabíola Júlia e Katson Freitas

Koanza Auandê – Show drag de Sulivã Bispo

OROAFROBUMERANGUE – Apresentação do Nata

Tambores Narrativas – Performance Sanara Rocha

Batuque Pocket – Thiago Romero E May Pitanga

DEPRETO – Discotecagem Nando Zâmbia

DJ Andrea Martins

DJ Eduardo Santiago

 

Só chegar:

Serviço

O quê: AfroJAM – lançamento do projeto OROAFROBUMERANGUE

Onde: Casarão do Lord – Rua São Miguel, Pelourinho

Quando: 03 de maio, a partir das 19h

Entrada: Gratuita (Bebida paga individualmente)

Gal tem um convite: Festival de Samba de Beco em Beco!



Gal do Beco

Em 1979, ela trocou o solo carioca pela vida em Itapuã, em Salvador. Aqui, de barraca na praia a um bar na Vasco da Gama, seu empreendedorismo sempre esteve associado à cultura local.

O bar ganhou a dimensão de um beco: o Beco de Gal. Estamos falando de Gal do Beco, como ficou conhecido o espaço liderado por Maria das Graças Silva que, no auge de seus mais de 60 anos é consagrada na Bahia e no Brasil como referência do samba.

Em Salvador, esta trajetória será homenageada com o “Festival de Samba de Beco em Beco”, que ocupará a praça Tereza Batista (Pelourinho), nas quartas dos meses de maio e junho. O projeto é dela, em parceria com o produtor cultural Edivaldo Costa, que promoverá encontros de artistas do samba de roda, samba de raiz e suas variações.

Se ligue: Começa na próxima quarta – dia 10 de maio!

Gal do Beco

Senhora do Samba

Gal do Beco hoje é madrinha de diversos sambistas, é a dama do samba de Salvador, é cidadã soteropolitana com título outorgado pela Câmara dos Vereadores há 17 anos. De sua primeira noite cantando profissionalmente, em 93, até hoje, ela é figura certa nas rodas de samba da cidade.

O “Festival de Samba de Beco em Beco” terá programação divulgada em breve, mas já tem nomes garantidos: Nelson Rufino, Juliana Ribeiro e o Samba Chula de São Braz são alguns deles.

Se prepare, até lá o Portal SoteroPreta vai anunciar a grade completa.

SERVIÇO:

Festival de Samba de Beco em Beco

Anfitriã: Gal do Beco

Quartas de Maio e Junho de 2017

Praça Teresa Batista (Pelourinho)

Fotos: Divulgação

Grupo NATA lança projeto OROAFROBUMERANGUE e traz novidades!


EXU, A BOCA DO UNIVERSO - FOTO DE ANDRÉA MAGNONI (15)
Foto – Andrea Magnoni

O NATA – Núcleo Afro Brasileiro de Teatro de Alagoinhas – está com tudo este ano! E Salvador está nesta rota de projetos artísticos que trarão aos palcos a religiosidade afro-brasileira.

No dia 3 de maio, o Núcleo lançará seu projeto OROAFROBUMERANGUE, que trará oficinas, apresentações de espetáculos já conhecidos e novos. O lançamento – o AfroJam – será no Casarão do Lord (Pelourinho), em evento aberto ao público. Na ocasião, serão reunidos artistas que já passaram pelos caminhos percorridos pelo grupo, em uma noite de música e dramaturgia.

“Queremos também fortalecer o cenário teatral alagoinhense. Desejamos acender o profícuo intercâmbio entre a capital e o interior e os referenciais identitários negros. Discutiremos ainda o feminino como paradigma para repensar a sociedade”, explica a diretora Fernanda Júlia Onisajé.

Exu – A Boca do Universo
Youtube

O projeto OROAFROBUMERANGUE realizará oficinas para comunidade de Alagoinhas, duas edições do IPADÊ – Fórum NATA de Africanidade (Alagoinhas e Salvador), apresentações de Exu – A Boca do Universo (Salvador), temporadas do projeto Natas em Solos – Seis Olhares Sobre o Mundo (Alagoinhas e Salvador), a manutenção e a montagem do novo espetáculo Oxum. Nele, o NATA focará características sobre Oxum ainda desconhecidas do grande público, suas sete qualidades.

“Teremos ainda nas duas cidades a realização do Sarau Noites Afro-Poéticas. Tudo que produzirmos em 2017 e 2018 vai reverberar na montagem de Oxum, com previsão de estreia em outubro do ano que vem”, ressalta Susan Kalik, que é diretora da Modupé Produtora, empresa responsável pela produção do NATA.

NATAExú e 2017…

No dia seguinte à AfroJAM, 4 de maio, o NATA retorna em curta temporada com Exu – A Boca do Universo, no Teatro Gregório de Matos. O espetáculo, que já rodou mais de 30 cidades brasileiras, levou o grupo a reconhecimento nacional, apresentando Exú como celebrador da vida e da comunicação – . diferente do pregado na cultura ocidental. A temporada seguirá até 7 de maio.

Após a temporada de Exu – A Boca do Universo, em Salvador, o NATA inicia as atividades de intercâmbio com artistas e interessados do município de Alagoinhas e região. A primeira ação será o Sarau Noite Afro-Poética, no dia 26 de maio.

Logo depois, num período de dois meses (junho e julho), o grupo realizará diversas oficinas (dança, preparação de atores, produção teatral, iluminação, dramaturgia e percussão para mulheres).

Em agosto, o Núcleo leva o projeto NATAS em SOLOS, resultado das pesquisas cênicas individuais dos atores do grupo. No mesmo mês, ocorre o IV IPADÊ – Fórum NATA de Africanidade com o tema Alagoinhas das Águas Femininas – uma homenagem a Auristela Sá, que será realizado no Ilê Axé Oyá L’adê Inan.

O projeto OROAFROBUMERANGUE encerra as atividades em 2017 com uma temporada de três meses do NATAS em SOLOS, em Salvador.

Chegue….

 

Lançamento do projeto OROAFROBUMERANGUE

Onde: Casarão do lord (Pelourinho)

Quando: Dia 3 de maio, 19h – Free

 Exu – A Boca do Universo

Onde: Teatro Gregório de Matos

Quando: De 4 a 7 de maio, 19h – R$20/10

Estudantes inscrevem para oficina gratuita de Teatro Preto


PRETato
1º PRETATO DE RUA 2017

 

Uma oficina gratuita de Teatro Preto aberta a qualquer pessoa de idade mínima de 18 anos, com inscrições o ano todo. Quem participar poderá se integrar a uma proposta de dramaturgia engajada, de combate ao racismo e suas opressões.

A inscrição fica aberto durante todo o ano e a convocação dos participantes é feita durante os primeiros dias de aula das novas turmas da Escola de Teatro da UFBA. São cinco dias de aula, após as quais será apresentada uma temporada de atos cênicos para aplicação do aprendizado.

Dentre as ações da Organização, destaque para o o PRETato, projeto de experimentação cênica surgido em 2016 e idealizado por estudantes negros da Escola de Teatro da UFBA.

Para se inscrever, clica aqui. 

Abertas inscrições para Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras


Expressões Culturais Afro-brasileiras

Se você tem projetos nos segmentos de artes cênicas, música e preservação de bens culturais, que tal ser premiado nacionalmente por ele? É o objetivo do 4º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras, proposto pelo Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves – CADON.

Com apoio da Fundação Cultural Palmares, o prêmio focará na democratização do acesso, com apoio a projetos inovadores, que façam uso ou não de recursos tecnológicos, podendo misturar linguagens ou veicular no ambiente virtual (website, Facebook, Youtube, Instagram).

As inscrições vão até o dia 8 de maio. A premiação será de R$ 900 mil para 11 projetos.

Em Artes Cênicas e Música serão contemplados 5 projetos – cada – de até R$ 80 mil cada um. Já o Prêmio Especial contemplará UM projeto de até R$100 mil na área de Preservação e Difusão do Patrimônio Cultural e Histórico da Cultura Afro-brasileira.

Quem Pode Participar

Pessoas jurídicas, de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, com efetiva e comprovada atuação na área cultural, especialmente as que promovem a difusão e a valorização das expressões culturais afro-brasileiras e que estejam em conformidade com as condições definidas no edital. Veja ele aqui. 

Que tal um CD de Luedji Luna em sua coleção?!


Luedji Luna
Foto: Carol Aó

“Um corpo no mundo”, primeiro CD da cantora e compositora baiana Luedji Luna está pronto pra ser produzido e conta com campanha de financiamento coletivo, no ar já. O CD contará com 10 canções autorais, dentre elas a que leva o nome da obra, cujo clipe foi lançado em 2016.

Tem produção de Sebastian Notini, que já produziu os dois últimos discos dos também baianos Tiganá Santana e Virgínia Rodrigues.

“É uma proposta para se pensar identidade, um olhar sobre si mesma a partir do contato, ainda que disperso, com os imigrantes africanos em São Paulo. O projeto se fundamenta na ideia do não pertencimento, do corpo que ocupa o espaço mas não se identifica, ele nasce da necessidade de conexão com a ancestralidade” – Luedji Luna.

 

Quem é ela

Luedji Luna iniciou seus estudos em música na Escola Baiana de Canto Popular, fundada pela professora da UFBA, Ana Paula Albuquerque. Soteropolitana, é cofundadora do PALAVRA PRETA, mostra que reuniu em Salvador compositoras e poetas pretas de todo o Brasil, em janeiro. Desde 2011 vem se apresentando em recitais nos principais palcos da cidade, tendo feito temporada de shows no início do ano.

Esse ano concorre ao Prêmio Caymmi nas categorias melhor show, melhor música com letra com o single “Um Corpo no Mundo” e melhor clipe com a mesma canção, direção de Joyce Prado da Oxalá produções.

Saiba como contribuir aqui.

luedji-luna
Foto: Tassia Nascimento