#CircuitoNegro – Riachão convida Ana Paula Albuquerque e grupo Paulinho Timor e Os Bambas de Sampa!


Neste Carnaval, Riachão vai subir ao palco do Largo do Pelourinho na terça-feira (13) às 17h30. Aos 96 anos, o artista promete surpreender o público.

Riachão irá se apresentar ao lado da cantora Ana Paula Albuquerque e do grupo paulista Paulinho Timor e Os Bambas de Sampa. No show que preparou para o Carnaval, Riachão leva ao palco canções gravadas por nomes de peso da música brasileira, de Beth Carvalho a Cássia Eller.

SERVIÇO

Show – Riachão: Patrimônio do Samba

Com: Ana Paula Albuquerque e grupo Paulinho Timor e os Bambas de Sampa

Local: Largo do Pelourinho

Quando: Terça-feira (13), 17h30

Larissa Luz convida Pitty, Karina Buhr, Baco Exu do Blues e Emicida neste Carnaval!


larissa_luz
Foto David Campbell

A cantora Larissa Luz chega ao segundo ano em cima do trio na carreira solo junto com Pitty, Karina Buhr, Baco Exu do Blues e Emicida. A proposta da cantora para o Carnaval de 2018 é levar para as ruas, em apresentações gratuitas, um discurso afiado para trazer a tona o empoderamento negro e feminismo.

No repertório, músicas dos seus dois álbuns mais recentes, Território Conquistado e Mudança, além de canções dos convidados. Ela ainda apresenta releituras de clássicos dos blocos afros em novos arranjos e homenageia grandes cantoras brasileiras e internacionais.

Agenda

O Carnaval da cantora começa no sábado (10) com o projeto De Ketu ao Gueto, no trio sem cordas que desfila no Circuito Dodô (Barra/Ondina), a partir das 19h30, junto com Baco Exu do Blues e Emicida. 

Logo depois do trio, à 0h30, ela apresenta um show na Casa Skol (Barra), com as participações de Pitty e Karina Buhr. A apresentação também desfila na segunda (12), a partir das 17h15, no circuito Osmar (Campo Grande) no trio Respeite As Minas, também sem cordas.

“Escolhi essas duas mulheres, porque elas se destacam numa cena machista, como a do rock, com trabalhos que apresentam um engajamento e uma atitude visceral no palco”, explica Larissa Luz.

Para encerrar o Carnaval, a cantora faz um show na terça (13), às 20h30 em homenagem ao Ilê Aiyê na Praça Nelson Mandela, na Liberdade.  “Para mim, o pilar essencial da história musical da Bahia são os blocos afros, que surgem justamente com o Ilê no bairro da Liberdade. Então, para mim é muito importante fazer essa reverência ao Ilê Aiyê”, afirma.

ACOMPANHE LARISSA:

DE KETU AO GUETO

Larissa Luz, Baco Exu do Blues e Emicida

Trio no Circuito Dodô (Barra/Ondina)

Sábado (10), a partir das 19h30

Sem cordas

RESPEITE AS MINAS

Larissa Luz, Pitty e Karina Buhr

Casa Skol (Barra)

De domingo (11) para segunda (12), à 0h30

Gratuito

 

RESPEITE AS MINAS

Larissa Luz, Pitty e Karina Buhr

Trio no Circuito Osmar (Campo Grande)

Segunda (12), às 17h15

Sem cordas

 

HOMENAGEM AO ILÊ AIYÊ

Larissa Luz

Praça Nelson Mandela – Liberdade

Terça, às 20h30

Gratuito

 

#CircuitoNegro – Olodum desfila nos três circuitos oficiais homenageando as mulheres


Foto: Magali Moraes

Olodum mais uma vez vai homenagear a força das mulheres com o tema Deusas das Águas – Oceanos, Rios e Lagos.  Na sexta-feira, dia 9, o bloco inicia o desfile no circuito Batatinha, Pelourinho, e na sequência, no Campo Grande. No domingodia 11, vai para a Barra, sendo o primeiro a desfilar abrindo o circuito.

saída no Pelourinho acontece às 16 horas.  Em frente à casa do Olodum, ocorrerá a apresentação do grupo de dança da Escola Olodum, que fará evoluções ilustrando os movimentos das águas doce e salgada.

“Vamos celebrar também os 30 anos do desfile na Barra em 1988, quando saímos ao lado de Gilberto Gil. Vamos festejar também, três décadas de desfile a beira mar. Tudo isso, com a rubrica dos 30 anos das canções Faraó, Protesto Olodum, Madagascar e Ranavalona, grandes músicas que o Olodum produziu e deu para o Carnaval de Salvador e do ritmo criado pelo saudoso mestre Neguinho do Samba, chamado de samba-reggae”, disse João Jorge.

Carnaval 201​8​

Ø    Dia 09 de fevereiro – Bloco Olodum – Circuito Batatinha  – concentração 15 horas​;​

Ø    Dia 09 de fevereiro – Bloco Olodum – Circuito Osmar – Campo Grande  – concentração 19 horas​;​

Ø    Dia 11 de fevereiro – Bloco Olodum – Circuito Dodô – Barra  – concentração 15 horas​.​

#CircuitoNegro – Lazzo Matumbi abre Carnaval com show “Batuques do Coração”


lazzo no tca

A abertura do Carnaval do Pelô será oficializada com Lazzo Matumbi na sexta-feira (9). O público verá o show especial Batuques do Coração com participações de Iracema do Ilê Aiyê, Lazinho do Olodum, e do ator Dodi Só.

Batuques do Coração é um show de memórias do samba nascido e produzido na Bahia. Homenageando os artistas da terra, resgata músicas compostas pelos blocos de samba e reconta parte da história do povo negro no Brasil. No palco, 10 músicos, sob a direção musical de Lazzo Matumbi e Tote Gira, executam canções clássicas e outras inéditas.

“Através de sambas antigos queremos contar um pouco da história do Brasil e do povo negro. É um prazer apresentar Batuques do Coração de forma tão democrática para o povo, como é o Carnaval no Pelô. Estamos divulgando a matriz da nossa cultura. Compomos duas músicas especialmente para esta ocasião. São inéditas e o público irá conhecê-las na noite desta sexta-feira. A pedidos, vou cantar também ‘14 de Maio’, música minha e de Jorge Portugal, que fala sobre o dia seguinte à abolição da escravatura no Brasil”, declara Lazzo sobre o show de abertura da festa. 

SERVIÇO:

Abertura do Carnaval no Pelô 2018 com o show de Lazzo Matumbi e convidados.

Dia 09 de fevereiro de 2018, às 19h

Onde: Largo do Pelourinho

Gratuito

#CircuitoNegro – Banda Afrocidade convida Xênia França e Luedji Luna pro Pelô!


Afrocidade
Afrocidade

A banda Afrocidade e as cantoras Luedji Luna e Xênia França estarão juntos no Carnaval do Pelô! Será a edição especial do Afrobaile, no sábado de Carnaval (10)!

O Afrobaile, idealizado e produzido pela banda Afrocidade, já acontece há cerca de 3 anos em Camaçari (BA). Em busca da auto-sustentabilidade e formação de público, o grupo Afrocidade começou a produzir seus próprios eventos, experimentando e afirmando a sua proposta musical.

A banda é formada por José Macedo (voz), Eric Mazzone (bateria e produção musical), Rafael Lima (percussão), Fernanda Maia (percussão), Douglas (percussão), Marley Lima (baixo), Sulivan Nunes (teclado). O trio de sopro é formado pelos músicos convidados Dinho Cachoeira (trompete), Robson (trombone) e Miguel (sax). E a dupla de bailarinos é formada por Guto Cabral e Deivite Marcel. Uma Big Band com referências e musicalidades distintas que formam uma unidade.

 

luedji luna

SERVIÇO:

O quê: Afrobaile com Afrocidade, Luedji Luna e Xênia França

Data: 10 de fevereiro (sábado)

Horário: 19h

Local: Largo do Pelourinho

Entrada franca

 

#CircuitoNegro – Reggae O Bloco vai homenagear Haile Selassie no Carnaval 2018


reggae_o_bloco

Presente mais uma vez no Carnaval de Salvador, o ‘Reggae, O Bloco’ irá desfilar na abertura da festa, nesta quinta-feira (08/02), com saída da Rua Chile, prevista para às 20h. Neste ano, o desfile terá as apresentações da Banda Dissidência, Ed Vox e Banda, além dos convidados Serginho RVB e Gabby, ex-Reluz. Durante o percurso também terá discotecagem, com DJ Branco e Woston do Reggae.

Em 2018, o bloco completa 12 carnavais e o tema escolhido para este ano irá homenagear o líder político Haile Selassie, ou Jah Rastafári, como é comumente conhecido.

Mundão Souza foi o artista escolhido para criar a arte da camisa da entidade. O artista plástico conceituado no cenário baiano, criador de inúmeras estampas que abrilhantam os blocos afros, de samba e afoxés no carnaval, trouxe elementos do Pan-Africanismo, fazendo uso das cores encontradas na bandeira nacional de muitas nações africanas.

Os abadás ainda podem ser adquiridos no Negro’s Bar, localizado na Rua Gregório de Matos, nº 04, no Pelourinho, com valores de R$ 50 (individual) e R$ 80 (casadinha promocional).

Conheça o Reggae O Bloco na série Circuito Negro:

 

SERVIÇO

O quê: Desfile do ‘Reggae, O Bloco’;

Quando: Quinta-feira de Carnaval (08/02), às 20h;

Onde: Saída da Rua Chile

Quanto: R$ 50 (individual) e R$ 80 (casadinha promocional);

Ponto de venda: Negro’s Bar, Rua Gregório de Matos, nº 04, no Pelourinho;

Informações (71) 98802-3837 / 3321-6220

#CircuitoNegro – Bloco Soweto homenageia Vovô do Ilê neste Carnaval


ilê_aiye_vovo
Foto Correio 24h

O Bloco Carnavalesco Soweto desfilará no Circuito Osmar (Campo Grande/Avenida), na sexta feira do samba (09/02/18), a partir das 21h30, com as atrações Suingue do Fora da Mídia, Catadinho do Samba e Bira (Negros de Fé). Este ano, a agremiação homenageará Antônio Carlos dos Santos, mais conhecido como Vovô do Ilê Aiyê, pelo trabalho que realiza no resgate e na divulgação da cultura negra e a luta e o combate ao preconceito racial.

Com 16 anos desfilando na Avenida, o Bloco Soweto, idealizado pelo compositor e líder comunitário Barabadá, nasceu no bairro do Uruguai, com objetivo de empoderar e facilitar o divertimento de sua comunidade. O artista também foi fundador do Bloco Afro Muzenza, onde permaneceu por 11 anos na presidência, e também, criou o Bloco Vulcão da Liberdade, presidido por ele por 10 anos. Entre suas criações ainda estão a letra Vulcão da Liberdade, transformando-se em hit na voz da cantora Daniela Mercury.

bloco_soweto

Arlindo Cruz e Fundo de Quintal por dois carnavais já encantaram e cantaram para os foliões do Soweto, que ainda contam com as alas das baianas, ala de dança, ala de sambistas que trazem uma equipe de percussionista para fortalecer o som do samba e o coro das 1.500 pessoas que desfilam junto e a ala homenageando o Vovô do Ilê.

SERVIÇO:

O que: Bloco Carnavalesco Sowto

Quando: sexta feira, 09 de fevereiro de 2018, a partir das 21:30h.

Onde: Circuito Osmar (Campo Grande/Avenida)

Atrações: Suingue do Fora do Mídia, Catadinho do Samba, Bira (Negros de Fé) e Júlio (Samba de Verdade).

Quanto: R$ 100 (individual) e R$ 160 (casadinha) Vendas no Balcão Samba Vivo.

Classificação: livre

#CircuitoNegro – Show “Folia AfroBrasileira” levará Ana Mametto, Mateus Aleluia e Rita Beneditto ao Pelô!


Mateus Aleluia

Três nomes estarão juntos no projeto Folia Afro Brasileira: Ana Mametto, Mateus Aleluia e Rita Benedito. O encontro acontece no domingo de Carnaval, dia 11, a partir das 20h, no Largo do Pelourinho. Estarão na roda ritmos como Frevos, galopes, samba-reagues, ijexás e sambas de roda.

O projeto integra a programação do Carnaval do Pelô, promovida pelo Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Cultura. Saiba sobre cada um deles:

Folia_afrobrasileira
Rita Benedito – Fto Marcos Moreira

Ana Mametto

Cantora que na construção da sua carreira tem como base a projeção cultural da Bahia é a intérprete da nova geração de música baiana que traz na sua concepção artística a força das suas matrizes. Batizada de Mametto pelo próprio Mateus Aleluia.

Mateus Aleluia

Cantor e compositor de Cachoeira, na Bahia, foi um dos integrantes de um dos mais importantes grupos vocais de matriz africana da música brasileira: Os Tincoãs.

Rita Benneditto

A cantora do Maranhão é dona de vários prêmios, foi indicada entre os melhores do mundo ao Grammy Awards 43rd, na categoria de melhor álbum de pop latino, realizado em fevereiro de 2001. Sua popularidade, sempre crescente, aumentou com o inovador Tecnomacumba, também vencedor de vários prêmios.

​Serviço
​Projeto Folia Afro Brasileira
Ana Mametto, Mateus Aleluia e Rita Beneditto
Onde: Largo do pelourinho
Quando: 11 de fevereiro(domingo)
Horário: 20 horas
Aberto ao público