Comunicação em tempos de mídias sociais. E agora? – INSCREVA-SE!


MIRTES_SANTA_ROSA_midias_socias
Mirtes Santa Rosa

Neste sábado (2), estudantes de comunicação terão uma oportunidade única de se inteirar sobre a área em tempos facebook, Instagram e tantas outras redes. O debate “Comunicação em tempos de mídias sociais. E agora?” acontece das 9h às 11h, na Capela da Faculdade 2 de Julho.

O evento é por alunos do curso de Comunicação Organizacional, e receberá comunicadores para relatar experiências e estratégias em gestão pública, entretenimento e comunicação integrada a partir da chegada das redes sociais.

São eles: o criador de conteúdo e gestor de mídias da página Frases de Mainha, Caio Cezar de Oliveira; de Diego Mascarenhas, coordenador executivo de jornalismo, e Mirtes Santa Rosa, coordenadora de publicidade, ambos da Secom do governo da Bahia, além do diretor da LK Comunicação, Karlo Dias.

Durante o encontro, os convidados abordarão os desafios e conquistas para profissionais que trabalham com o compromisso de oferecer informação nas mais diversas organizações.

CAIO_CEZAR_DE_OLIVEIRA_midias_sociais
Caio Cezar de Oliveira

QUER IR?

 

Inscreva-se aqui!

A entrada é gratuita, mas as inscrições são limitadas. No dia do evento haverá credenciamento no local e a entrega de certificado para os participantes.

Fotos: Divulgação

Coletivo De Transs Pra Frente terá dois encontros este mês!


De Transs pra Frente
Foto: Andrea Magnoni

O coletivo De Transs Pra Frente traz, no mês de setembro, duas edições: dia 6 de setembro, estará pela primeira vez no teatro Eva Herz, a convite da Livraria Cultura (Salvador Shopping), a partir das 18h30, em sua 14ª edição, com o tema: Tensionando o cis-tema e a ocupação dos espaços negados: trabalho, transgeneridade e exclusão social.

E no dia 13 de setembro, o evento retorna a sua casa, no Teatro Gregório de Mattos, a partir das 18h, com sua 15ª edição — Re-existências transgressoras: (des)caminhos possíveis para re-existir.

Os encontros serão uma oportunidade para dialogar acerca da construção das identidades de gênero hegemônicas e seus impactos nas formações das identidades trans, em particular quando envolve negação e marginalização destas últimas, e como vem sendo a ocupação dos espaços negados historicamente à população trans e travesti, conquistas e limitações no acesso a direitos.

De_Transs_Pra Frente_Click_Andréa_Magnoni
Foto Andréa Magnoni

Programação

No Teatro Eva Herz, o evento será aberto pela performer Raíssa Éris Grimm, doutora e ativista transfeminista de Santa Catarina, e segue com o curta De Transs Pra Frente, com direção de Ted Ferreira, que conta um pouco da história da formação do coletivo, suas principais bandeiras de luta e suas ações no ativismo trans e travesti em Salvador.

Depois segue com o debate, com a participação das (os) ativistas: Diego Nascimento, Fran Demétrio, Vérciah e Viviane Vergueiro e encerra com o grupo político-percussivo Transbatukada.

Indianara_Siqueira_transs
Indianara Siqueira – Banco de Imagens

Já no Teatro Gregório de Mattos, a abertura fica sob responsabilidade dos poetas Benjamin Patury e Enzo Amorim, e continua com a mesa composta por Indianara Siqueira, coordenadora da Casa Nem, no Rio de Janeiro; Nicolas Carvalho, transativista, estudante e integrante do Transbatukada; Thiago Soliva, doutor em Antropologia Cultural e professor do Centro de Ciências da Saúde/UFRB; e mediação da antropóloga, feminista e pesquisadora em gênero Anne Alencar.

AGENDE-SE!

Teatro Eva Herz, na livraria Cultura do Salvador Shopping

14ª edição do De Transs Pra Frente — Tensionando o cis-tema e a ocupação dos espaços negados: trabalho, transgeneridade e exclusão social, dia 06/09, às 18h30.

Sistema Pague Quanto Puder.

Classificação: 12 anos.

Teatro Gregório de Mattos, ao lado do Cinema Glauber Rocha (Praça Castro Alves)

15ª edição do De Transs Pra Frente — Re-existências transgressoras: (des)caminhos possíveis para re-existir, dia 13/09, às 18h.

Sistema Pague Quanto Puder.

Elísio Lopes Jr. lança “Trilogia da Noite” na Livraria Cultura!


elisio_lopes_novo_livro
Foto – Fabio Bouzas

O dramaturgo, diretor teatral, roteirista, Elísio Lopes Jr, lança sua nova obra literária, “Trilogia da Noite”, nesta sexta-feira (1). Será na Livraria Cultura (Salvador Shopping). 

A obra é publicado pela Editora Giostri (SP), tem três textos teatrais que utilizam a noite como metáfora dos sentimentos humanos, sendo dois inéditos “Antes que anoiteça em mim” e “Liberté”, e um já encenado na Bahia e em São Paulo “Alta Noite”.

“Entendo essa publicação como algo de extrema relevância. O teatro, antes de tudo, é um lugar onde é possível construir novas formas de relação. O nosso foco é nas questões humanas que nos mobilizam. Por isso vejo como uma ação de alta relevância a concretização de obras literárias dramáticas contemporâneas, para que as mesmas possam avançar no tempo como documentos de um pensamento atual e coerente com a realidade”, declara o autor.

Elísio Lopes – Multifacetado

Ele escreve, no momento, dois roteiros cinematográficos e duas séries de TV, A Menina Edith (de Lázaro Ramos) e 7 Conto (de Luis Miranda). Assina diversos trabalhos com repercussão nacional, como o último DVD de Ivete Sangalo e a redação final do novo programa de Lázaro Ramos, que estreará em dezembro na Rede Globo de Televisão.

Ele também é diretor do primeiro stand up brasileiro apresentado por uma mulher negra, o Tia Má com a Língua Solta, com a jornalista e humorista Maíra Azevedo e em 2018 assinará a dramaturgia e direção do espetáculo musical “Dona Ivone Lara – Um Sorriso Negro”.

Já comprou seu ingresso pra ver O Rappa e Nação Zumbi?


show_o_rappa_em_salvador

Um apresentará o repertório do CD e DVD, gravado na Oficina Brennand, em 2016, e de todos os outros tantos sucessos da carreira que anunciaram acabar em fevereiro, o outro mostrará músicas já conhecidas e aclamadas pelo público. Juntos O Rappa e Nação Zumbi se apresentam no próximo dia 02 de setembro, no Wet’n Wild, a partir das 22h.

Quem quiser ver o show já podem adquirir, os ingressos estão a venda por meio do nas lojas Pida e Balcão de Ingressos em vários shoppings, com taxa de serviço.

 

O Rappa em Salvador

Atrações: O Rappa e Nação Zumbi

Data: 02 de setembro de 2017

Local: Wet n’Wild
Endereço: Av. Luís Viana, 280 – Cajazeiras, Salvador – BA, 41680-400

Valor: Pista R$ 60,00;Camarote R$ 90,00; Frontstage:R$ 130,00

*valores de meia

*Sujeito a Taxas nos postos

Pida -Shopping  Piedade

Balcoes de Ingressos

Shopping da Bahia

Shopping Paralela

Shopping Bela Vista

Shopping Salvador Norte

Shopping Salvador

Ou aqui: www.BilheteriaVirtual.com

Já comprou seu ingresso pra conferência de Graça Machel? CORRE!


graça_machel_em_salvador_braskem
Foto: Reggio Report

O Fronteiras Braskem do Pensamento encerra a temporada 2017 trazendo ao palco principal do Teatro Castro Alves, em Salvador, no próximo dia 5 de setembro, às 20h30, a ativista dos direitos humanos moçambicana Graça Machel. O tema será Civilização – A sociedade e seus valores. Na mediação, o militante do movimento negro, mestrando em Cultura e Desenvolvimento (UFBA) e pesquisador da Cultura Negra, Zulu Araújo.

Os ingressos custam R$50 (inteira) e R$25 (meia), estão à venda nas bilheterias do Teatro Castro Alves, nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista, pelo site Ingresso Rápido ou pelo telefone (71) 4020-2050.

Serão debatidos os princípios da sociedade atual, a fragilização da democracia ao redor do mundo, os conflitos diplomáticos, as diversas vertentes do extremismo e da crise econômica, social e migratória. Nesta seara, Machel se destaca por sua atuação política, tendo sido nomeada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o Estudo do Impacto dos Conflitos Armados na Infância.

#FronteirasBraskem – Ingressos à venda para palestra de Graça Machel em Salvador

SERVIÇO

FRONTEIRAS BRASKEM DO PENSAMENTO SALVADOR 2017

CONFERÊNCIA: Graça Machel, 5/09.

LOCAL E HORÁRIO: Teatro Castro Alves, às 20h30.

INGRESSOS INDIVIDUAIS: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia).

INFORMAÇÕES SOBRE VENDAS: 3003-0595

PONTOS DE VENDA: Nas bilheterias do Teatro Castro Alves, nos postos de vendas do SAC dos shoppings Barra e Bela Vista, e pelo www.ingressorapido.com.br.

Fuxicos Futuros encerra primeira temporada com convidadas especiais


Fuxicos_Futuros (1)
Lais Machado – Atriz e Dançarina

O projeto-ação “Fuxicos Futuros: Conversas no Pátio” chega à 6ª edição e encerra sua primeira temporada no dia 5 de setembro (terça-feira), das 19h às 21h, no Goethe-Institut Salvador-Bahia. Entre trocas existenciais, políticas e artísticas, a iniciativa é idealizada e produzida por um coletivo de artistas e intelectuais, negras, indígenas, trans, bi e lésbicas. O objetivo é promover diálogos e a articulação da comunidade negra envolvida no debate da problemática racial e de gênero que atravessa a história da sociedade brasileira.

Desta vez, o evento se batiza como “Colcha de Fuxicos”, reunindo várias mulheres que compõem o grupo e que farão apresentações de suas diversas experiências, provocando temáticas para a participação da plateia.

Fuxicos Futuros
Thiffany Odara

Dentre as convidadas deste dia (5), estão confirmadas as presenças da cantora Nara Couto, a designer de moda autoral, professora e pesquisadora, Carol Barreto e a negra transfeminista, pedagoga em processo de especialização em Gênero, Sexualidade, Raça/Etnia, Thiffany Odara e a atriz e dançarina, Lais Machado, dentre outras.

Fuxicos Futuros: Conversas no Pátio #6

Quando: 5 de setembro (terça-feira), 19h às 21h

Onde: Goethe-Institut Salvador-Bahia

(Av. Sete de Setembro, 1809, Corredor da Vitória)

Quanto: Gratuito

Mulher preta, reconheça que você é gente e gente chora, ama e se apaixona! – Por Janaína Candeias


Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A maioria das mulheres pretas já tiveram, de alguma maneira, a sua autoestima dizimada, já sofreram por serem quem elas são, já se sentiram “feias” e incapazes de serem amadas por alguém.

O amor para muitas mulheres pretas é algo idealizado e quase inalcançável, já que seu corpo – historicamente erotizado – muitas vezes é visto apenas como uma ferramenta de prazer, onde seu atributos sexuais chegam primeiro do que a sua essência (no ideário de pessoas que reproduzem a ideia da mulher preta que serve única e exclusivamente para fins sexuais).

E quando alguém se apaixona por ela verdadeiramente, a “utopia” se torna realidade. Mas onde ficaram os sentimentos e a afetividade dessa mulher, dessa que se esforça para ser forte a fim de sofrer e sentir menos? Respeite a força que essa mulher muitas vezes foi forçada a criar para se proteger, respeite o receio, a resistência e esse medo de amar verdadeiramente e ser abandonada, trocada e usada.

janaína_candeias_afetividade_mulher_negra
Janaína Candeias

Mulher preta, permita-se ser fraca também, permita-se chorar apesar de todos os estigmas que carregamos, cMas é difícil falar isso para uma mulher que teve diversas desilusões amorosas, que já se entregou em um acordos amorosos que só ela cumpriu e a outra parte estava engajada apenas em um relacionamento firmado no âmbito sexual, banal e descartável.

Ter uma relação afetiva e amorosa com uma mulher negra é saber de toda hiperssexualização que a mesma sofre, é compreender os danos que o machismo e o racismo deixaram (e continuam deixando) na vida dela, é reconhecer as especificidades que ela tem.

Texto de Janaína Candeias especialmente para o Portal SoteroPreta. Email [email protected]

ÀTTOOXXÁ comanda mais um Baile Black na Commons!


De volta à Commons Studio Bar (Rio Vermelho), o grupo ÀTTOOXXÁ comanda mais um Bailaum Black Bang (#BLVCKBVNG), no próximo sábado (02), a partir das 22h. Os anfitriões recebem como convidado o coletivo de Dj’s Afropanguas, que vem diretamente de Ilhéus para esquentar a pista da festa.

Durante o show do ÀTTOOXXÁ, o reconhecido percussionista Serginho e o grupo Afrocidade (Camaçari) vão fazer uma participação especial, unindo o que há de atual no pagodão e da música feita na Bahia.

Os ingressos estão à venda por R$ 17 (antecipado pelo Sympla, R$ 15 (nome na lista válido até 00h) e R$ 20 (após 00h). Os nomes na lista devem ser colocados no mural do evento no Facebook (http://bit.ly/2wiDB6Q).

SERVIÇO

Bailaum #BlvckBvng

Atração: ÀTTOOXXÁ >> Convidado: Coletivo Afropanguas >> Participações: Serginho e banda Afrocidade.

Local: Commons Studio Bar (Rio Vermelho)

Data/Hora: 02 de setembro, a partir das 22h

Ingressos: R$ 17 (antecipado pelo Sympla  https://goo.gl/em71EV), R$ 15 (nome na lista válido até 00h) e R$ 20 (após 00h). Os nomes na lista devem ser colocados no mural do evento no Facebook (http://bit.ly/2wiDB6Q).

Mostra ‘O Legado Afro-Brasileiro’ segue em cartaz até este sábado (26)!


O Legado Afro-Brasileiro_Foto Ana Paula Nobre (2)

A mostra ‘O Legado Afro-Brasileiro’ segue em cartaz até este sábado (26), no Centro Cultural Solar Ferrão, Pelourinho. Como parte integrante do Agosto da Igualdade, a iniciativa marca o calendário comemorativo pelos 10 anos de instituição da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e ações da Década Internacional Afrodescendente na Bahia.

Com curadoria do artista plástico Alberto Pitta, “a exposição trabalha aspectos da cultura e arte afro-brasileira, com cinco mostras de múltiplas linguagens, abrangendo a vida cotidiana, religiosidade e outros elementos, abordando a culinária afro-brasileira, indumentárias das religiões de matriz africana e irmandades negras, além de cores e texturas que remetem aos contextos da ancestralidade”, explica.

O Legado Afro-Brasileiro_Foto Ana Paula Nobre (7)

Também compõem a mostra obras do artista plástico Mestre Didi, além de abordar aspectos sobre os banhos, folhas e outros elementos, a exemplo das tradicionais “rezas”, fazendo o encontro entre o popular, a religião e a ciência. Ainda no campo da ancestralidade, a exposição trata dos legados deixados a partir dos povos Bantu, Gege, Nagô, Ketu, Angola e Yorubá.

A iniciativa é fruto de convênio firmado entre o Governo do Estado, por meio da Sepromi, e o Governo Federal, por meio da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR). O Centro Cultural Solar Ferrão integra a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

 

Serviço: Exposição ‘O Legado Afro-Brasileiro’

Visitação: até o dia 26/08 (sábado)

Onde: Centro Cultural Solar Ferrão – Rua Gregório de Mattos, Pelourinho

Visitação do local: terça a sábado, das 13h às 17h

Contato Alberto Pitta – (71) 99134-2751 / [email protected]

Fotos: Ana Paula Nobre

Duo B.A.V.I. se apresenta no Bar Oliveiras nesta sexta (25)!


Berimbau_Aparelhado_Violão_Inventável

Duo B.A.V.I. se apresenta no bar Oliveiras, no Santo Antônio Além do Carmo, na sexta-feira, 25, às 20 horas. O show conta com a participação do percussionista pernambucano Gilú Amaral, integrante da Orquestra Contemporânea de Olinda, e discotecagem do DJ SMonteiro.

O Duo

Duo B.A.V.I (Berimbau Aparelhado Violão Inventável) nasce do encontro entre os músicos Anderson Petti e João Almy, formados pela Universidade Federal da Bahia, e propõe uma produção de canções, texturas, ambiências e melodias, como “Arrochina” e “Na Cordadeira” faixas autorais que exploram as influências da música urbana soteropolitana.

SERVIÇO

O quê: Show do Duo B.A.V.I.

Quando: Sexta-feira, 25 de agosto – 20h

Onde: Bar Oliveiras – Rua Direita de Santo Antônio, 110 – Santo Antônio Além do Carmo, Salvador – BA, 40301-280

Quanto: R$ 10