Centro Cultural Mamulengo realiza o I Festival Odara de São Tomé de Paripe!


O Centro Cultural Mamulengo realizará nos dias 29 e 30 de novembro de 2019 o I Festival Odara de São Tomé de Paripe,  integrando as ações afirmativas do Dia da Consciência Negra. A programação foi idealizada e produzida para movimentar a sociabilidade, economia e enriquecimento cultural dos moradores de São Tomé De Paripe.

O destaque do Festival é a premiação do concurso interescolar para escolha de um menino e uma menina eleitos casal Odara de São Tomé de Paripe. A brincadeira tem como objetivo amplificar o empoderamento intelectual, de fala e performance do jovem negro e negra. Para estimular a desconstrução da referência estética eurocentrada e padrão social, o alunos deverão representar na Beleza Odara todas os aspectos físicos, simbólicos e pessoais que incorporam sua ancestralidade afro.

A mobilização aconteceu em parceria com as três escolas da região. Compondo o júri estarão o radialista e empreendedor André Araújo, o diretor do grupo de teatro Novos Arteiros, Wilian Cordeiro, a escritora e professora Raime Paixão, a poetisa Maiara Silva, a garimpeira cultural Rita Pinheiro e o Mestre educador social Elias Bomfim, também fundador do Centro Cultural Mamulengo. A programação traz formações e rodas de conversa gratuitas com a presença de personalidades negras reconhecidas em Salvador, como a jornalista e idealizadora do Afrodengo Lorena Ifé,  a atriz e modelo Lari Preta e a articuladora cultural Rosa Leite. 

Também integra o evento a primeira edição da Feira de Empreendedorismo Comunitário de São Tomé. A iniciativa reunirá empreendedores de produtos e serviços existentes no bairro com prioridade para a mulher negra.

O CENTRO

O Centro Cultural Mamulengo é um espaço comunitário sem fins lucrativos, de caráter sociocultural, localizado em São Tomé de Paripe, Salvador, Bahia. Fundado em 2007 pelo Mestre arte educador social Elias Bonfim, tem como objetivo promover – gratuitamente- atividades culturais e educativas que contribuam para o entretenimento e formação cidadã de crianças, jovens e adultos residentes no bairro.

PROGRAMAÇÃO

29 de novembro:

9h – Oficina de Confecção de Bonecos Identitários com Elias Bonfim e Adriana Rosário (20 vagas).

15h – Bate-papo sobre empreendedorismo negro com a empreendedora e líder comunitária Rosa Leite (15 vagas).

30 de novembro:

8h – Café da manhã de boas-vindas na sede do Centro Cultural Mamulengo.
Roda de conversa “Protagonismo negro como ferramenta de afirmação e resistência” com a jornalista Lorena Ifé (idealizadora do Afrodengo) e a atriz e modelo Lari Preta (Princesa Malê e Muzembela). Mediação de Álvaro Oliveira, dinamizador cultural.

15h30 – Abertura da Feira de Empreendedorismo Comunitário de São Tomé de Paripe, na praça de São Tomé de Paripe. Uma oportunidade de reconhecer, divulgar e fortalecer produtos e serviços autônomos, com destaque para jovens empreendedores e mulheres negras. Inspirado no conceito Black Money, a Feira é uma estratégia de combate ao racismo estrutural e incentiva a maior circulação de dinheiro entre afroempreendedores e consumidores negros, estimulando principalmente a geração de renda e fortalecimento da economia para mulheres negras em bairros periféricos.

18h30 – Início oficial do Festival: Noite Odara: homenagens, atrações e premiação de uma menina e um menino eleitos casal jovem Odara de São Tomé de Paripe – concurso interescolar organizado em parceria com as escolas do bairro.

20h – Encerramento com atrações.