Comunidade negra tem, a partir de hoje, portal exclusivo para cobertura de temas culturais


jamilecoelho-15Faltava apenas dez minutos para começar a última apresentação de Lótus e o Teatro Vila Velha estava repleto de pessoas negras para assistir ali um espetáculo encenado e produzido por mulheres também negras. Havia naquele dia, uma série de critérios e valores que demonstravam que a performance da atriz e bailarina Danielle Anatólio, tinha valor objetivo e subjetivo para ser pauta de cobertura jornalística da mídia. Mas nenhum veículo de comunicação baiano apareceu.

A partir de hoje isso mudou. Mudou porque a jornalista Jamile Menezes arregaçou as mangas e suspendeu a barra da saia para lançar na noite de segunda-feira (10), o primeiro portal de notícias que prioriza a visibilidade da produção cultural da comunidade negra de Salvador, o SOTEROPRETA.

No auditório do Centro de Estudos Afro-Orientais – CEAO, da Universidade Federal da Bahia, mais de 100 pessoas estiveram reunidas nessa noite para conhecer de perto o portal de notícias que vai dar a visibilidade jornalística que a cultura negra soteropolitana tem produzido e gerado nos últimos anos e na atualidade.

jamilecoelho-18Quem “abriu os trabalhos” da noite, foi a Ialorixá Jaciara do Terreiro Abassá de Ogum, em Itapuã, que falou sobre a importância da comunicação e dos caminhos iluminados que Jamile vislumbrou ao criar o portal, trazendo em sua fala a referência à apropriação das mulheres nas diversas áreas da produção humana. “O uso da palavra SoteroPreta e não SoteroPreto já demonstra como é importante entender o poder feminino dentro de nossa sociedade”, destacou.

O lançamento contou ainda com a fala de autoridades políticas e institucionais, entre elas a do arquiteto e diretor da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Zulu Araújo, que não deixou passar despercebida a atual situação política no Brasil. “Jamile está de parabéns pela coragem de estabelecer novas formas de comunicação, especialmente nesse momento em que a linguagem é tão importante na disputa de poder”.

img_2602Em se tratando de um portal de notícias afroculturais, não poderia faltar a presença cultural no lançamento, que ficou a cargo das apresentações da jovem cantora Ayana Amorim e da performance da transformista, Luana Lins. Para abrilhantar ainda mais o lançamento e seguir a linha defendida por Jamile Menezes e que guiará a publicidade do portal, foi montado no espaço do CEAO o Espaço Colaborativo da Tacho & Dendêcom as marcas Adynkra, Quilombos&Flores, Casa da Nêga, Oro Mi Maio, Chato&Chata e Moda Étnica. Teve ainda coquetel com a Sabores Docinhos Docinhos e Pizzará. Confere mais fotos na Fanpage SoteroPreta!

Texto de Juliana Dias

Fotos: Jamile Coelho/Estandarte Produções