Cordelista Bule-Bule lança livro que une Cultura do Cordel e Panteão Africano!


bule_bule
Fto Eric Machado

 

A literatura de cordel e o panteão africano estarão juntos no livro “BULE BULE – ORIXÁS EM CORDEL”, de autoria do mestre da cultura popular nordestina, Antônio Ribeiro da Conceição, artisticamente conhecido como Bule-Bule. Maior repentista da Bahia, Bule Bule tem mais de 100 títulos publicados e essa não é a primeira vez que o mestre se debruça sobre temas religiosos. É de sua autoria os cordéis “Adeus a Mãe Menininha – a nossa Ialorixá Maria Escolástica da Conceição Nazareth” e “Irmã Dulce da Bahia: Santa Mãe de Todos Nós”.

“Muitos grandes mestres conviverem com temas variados, mas ninguém tinha escrito, levando a sério, um trabalho sobre a religiosidade de matriz africana. Alguns tinham criado em tom de brincadeira e gozação. Então, acredito que esse livro é um elemento mágico para abastecer essa lacuna”, avalia o mestre baiano.

Editado pela Pinaúna Editora, a obra tem ilustração de Klévisson Viana, prefácio do compositor, cantor e instrumentista Mateus Aleluia. O livro será apresentado ao público nesta quarta (11), em noite de autógrafos, às 18h30, no foyer do Teatro Castro Alves.

 

“A escolha desse tema foi uma oportunidade ao descobrir que há cento e tantos anos que o Cordel circula no Brasil e, mesmo com muitos grandes mestres que conviveram com os temas variados e viveram dessa arte majestosa de criar títulos e personagens, ninguém ainda tinha escrito, levando a sério, um trabalho de matriz africana, como esse. Alguns tinham feito tipo brincadeira, gozação… Mas levando a sério, a religiosidade, ninguém tinha feito. Eu acho que vai ser um elemento mágico para abastecer essa lacuna que o mercado ainda tem.”

SERVIÇO

O QUE: Lançamento livro “BULE BULE – ORIXÁS EM CORDEL”

QUANDO: 11 de abril (quarta-feira), 18h30

ONDE: Foyer Teatro Castro Alves

Aberto ao público