Curso ‘Lições de língua Iorubá-Nagô para iniciantes’ acontece no IGHB


Foto: Divulgação

Com o objetivo de proporcionar uma introdução a léxica e a sintática da Língua Iorubá-Nagô, o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB) promove para o público em geral, o curso Awọn ẹ̀kọ́ èdè Yorùbá-Ànàgó fúnalákọbẹ̀rè, Apakìíní / Lições de língua Iorubá-Nagô para iniciantes. A língua Iorubá-Nagô é oriunda da família linguística Nigero-Congolesa ainda falada por cerca de 35 milhões de pessoas na Costa Ocidental da África e nas Américas, inclusive no Brasil.

A realidade caracterizada pela aparente prática corporal, meramente atávica ou “onomatopaica” e “folclórica” não corresponde a verdade. A língua Iorubá-Nagô já foi uma língua franca falada pelos povos nagôs e seus descendentes nas ruas da cidade de Salvador nos tempos do Brasil colônia, alcançando essa prática de comunicação, os dias a primeira metade do século XX.

O Minicurso será desenvolvido em 5 (cinco) encontros/aulas divididos em módulos de 4 (quatro) horas de duração cada, perfazendo um total de 20 (vinte) horas. Como objetivos específicos estão:

Conversação regular do dia-a-dia em língua Iorubá-Nagô e abordagem de aspectos culturais comum ao povos Iorubá na Nigéria e na diáspora africana;

A estrutura da língua nos seus processos fundamentais de comunicação (pronomes, verbos, preposições, etc)

A língua falada no dia a dia como instrumento de interação sócia e cultural entre os indivíduos.

Confira o conteúdo:

22 a 26 de julho de 2019, das 14h às 18h
22 – ABD,oAlfabeto Iorubá Yorùbá
23 – Ìkíni tabi kiki/A importância da saudação
24 – Àwọn ọ̀rọ̀ tí a fi dípò orúkọ/Pronomes regulares e enfáticos
25 – Òdi ni èdè Yorùbá/Negação em Iorubá
26 – Yoruba Ye mi/Eu enetendo o Iorubá
Sobre o facilitador
Adelson Silva de Brito é Mestre em Saúde, Ambiente e Trabalho pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde, Ambiente e Trabalho (PPGSAT) da Faculdade de Medicina da Bahia (FAMEB) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), (2013). É Professor de Língua e Cultura Iorubá na Casa da Nigéria, uma Instituição Cultural mantida pela Embaixada da Nigéria no Brasil, em Salvador.
Atualmente, as suas funções religiosas na Tradição de Matriz Africana Jeje-Nagô, no cargo de Mawó (Ministro de Grande Confiança e Embaixador entre as Culturas Jeje e Nagô) tem se tornado o foco da sua atuação. As pesquisas sobre os Rituais da Liturgia Jeje, estão conduzindo o seu projeto de doutorado para a área da Antropologia e da Etnografia da Cultura Religiosa Jeje na Bahia.

 

SERVIÇO:
Awọn ẹ̀kọ́ èdè Yorùbá-Ànàgó fúnalákọbẹ̀rè, Apakìíní
Lições de língua Iorubá-Nagô para iniciantes – Primeira Parte
22 a 26 de julho de 2019, das 14h às 18h
Local: INSTITUTO GEOGRÁFICO E HISTÓRICO DA BAHIA
Avenida Joana Angélica, 43 – Piedade
71 3329 4463