Documentário apresenta trajetória de mulheres percussionistas de Salvador!


Adriana Portela

 

As percussionistas Mônica Millet, Adriana Portela, Rosemeire Santos (Ratinha), Maya Lord’s e Alana Gabriela, através de suas histórias, são responsáveis por dar vida ao documentário “Toque Feminino: Mulheres Percussionistas de Salvador”. O filme terá sua primeira exibição pública online nesta sexta-feira (19), Dia Nacional do Cinema. Os ingressos são gratuitos e podem ser adquiridos através da plataforma Sympla.

Dirigido pelas jornalistas Cristiana Fernandes e Gab Ferreira, o documentário conta a trajetória de mulheres que escolheram o universo percussivo não só como campo de atuação profissional, mas também de expressão e resistência.

 

Mônica Millet

A discussão sobre a desigualdade de oportunidades enfrentada por essas mulheres no cenário musical de Salvador também é tema do média-metragem, que conta, ainda, com a participação da antropóloga, Goli Guerreiro e o produtor artístico transgênero, Ziati Franco.

Maya Lord’s

 

A direção de fotografia é assinada por Jefté Rodrigues, que também foi responsável pela filmagem junto a Fabíola Silva. A edição e finalização foram realizadas por Inagê Kaluanã, diretor e CEO da produtora Kaluanart.

O documentário

Toque Feminino surgiu em um contexto acadêmico e foi apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Jornalismo na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em 2019, sob orientação do professor Drº. Marcelo Costa. Para ter acesso à pesquisa desenvolvida para realização do documentário,  confira o memorial disponível no Repositório Institucional da UFBA: (Clique aqui).

Alana Gabriela

Serviço 

1ª exibição online do documentário “Toque Feminino: Mulheres Percussionistas de Salvador”

Dia: Sexta-feira (19)

Horário: Disponível durante 24h 

Ingresso gratuito através da plataforma Sympla