Espetáculo FAIYA terá Sexta do Branco, com Madá Negrif, no Vila Velha


negriffestivalacenatapretaSeduzir o público e despertar o interesse sobre elementos da cultura da África presentes na cultura baiana. A sedução ficará por conta das beldades que desfilarão no palco do Teatro Vila Velha nesta sexta (18), a partir das 19h. Estamos falando do espetáculo “FAIYA”, concebido e dirigido pelo ator Jorge Washington, que vai seduzir ainda mais com literatura e música.

A Negrif é assinada pela estilista Madalena Bispo, mais conhecida como Madá Negrif, que é designer e caracteriza sua moda afro pelas roupas mais amplas, coloridas, peças que se identificam com as ruas de Salvador. Mas não somente.

Quem vai à sua loja, na Avenida Carlos Gomes, Centro de Salvador, sabe que lá encontrará: exclusividade, tamanhos especiais, identidade e muita sofisticação. Sim, a Moda Afro da Nefrif é isso.

As clientes da Negrif serão representadas por 16 de suas clientes: Barbara Portugal, Camilla França, Cláudia Matos, Denise Correia, Dôra Carvalho, Gabriela Ramos, Indira Nascimento, Karine Santana, Jamile Menezes (editora do Portal SoteroPreta, parceiro do evento), Jucy Silva
Lais Freire, Lio Borges, Nadja Gomes, Regina Bonfim e Renata Dias. O tema da noite será a paz, com roupas brancas. Será a Sexta do Branco, evento que a Negrif realiza para divulgar sua coleção nesta cor.

madanegrif2

“Coroar 16 mulheres no mês da Consciência Negra, no Vila Velha, primeiro local onde trabalhei, onde tive mais força pra descobrir esta potência; onde pude iniciar com artistas que aceitaram a proposta de fazer algo diferente, é uma celebração única. É um orgulho e honra ter ao meu lado mulheres amigas que desfilarão uma coleção diferente, inovadora, criada no perfil de cada uma exatamente no lugar que comecei” – Madá Negrif

Para o idealizador de “FAIYA”, Jorge Washington, o desfile da Negrif se integra ao conceito macro de todo Festival A Cena Tá Preta. “A ideia do Festival é fazer um panorama da Performance Negra como um todo. O convite à Negrif veio no sentido de fortaceler esse olhar pra Moda Afro como um elemento de fortalecimento da Cultura Negra”, enfatiza.

Espetáculo

A noite será também de performance da atriz Valdineia Soriano, de literatura e poesia negras com a ativista Vilma Reis e a escritora e poeta, poeta Lívia Natália. A outra convidada da noite é de New Orleans, a cantora norte americana Michaela Harrison que vai apresentar um conjunto de ritmos negros do jazz, soul e blues com os músicos Dão Anderson e Maurício Lorenço.

madanegrif2

Será uma noite de releitura de clássicos de compositores negros, além de composições autorais repletas de influências da cultura africana. “Podemos dizer que estas canções compartilharão a sensação da resistência de nossos ancestrais”, comenta Jorge Washington. O nome do espetáculo?

Uma homenagem ao ritual iorubano “Antigos iorubanos, quando queriam encantar e seduzir os presentes, em suas rodas de danças e cantigas emitiam sons imprimindo o sentimento de felicidade. Esse som era o Faiya”, explica. Imperdível!

Fotos: Banco de Imagens