FADE TO BLACK: Festival internacional premiará narrativas audiovisuais de pessoas negras


Gautier Lee

 

Evento 100% virtual, o FADE TO BLACK Festival realizará sua primeira edição com a proposta de dar visibilidade e potencializar novas narrativas negras, fortalecendo produções do audiovisual brasileiro e internacional. A programação, que acontecerá entre 06 a 10 de abrilcontará com Mostra de Curtas-Metragens, Concurso de Roteiro, Laboratório para Roteiristas e Painéis de discussão com profissionais renomados do mercado. As inscrições estão abertas e seguem até 01 de março. No site: www.fadetoblackfestival.com é possível acessar os regulamentos com todos os detalhes de como participar, informações sobre as mesas de formação gratuitas e a programação disponível através da aquisição de credenciais.

FADE TO BLACK Festival contemplará cinco dias de programação online, entre os dias 06 e 10 de abril de 2021. Conheça mais sobre as atividades:

 

Concurso de Roteiros: dividida nas três categorias, Longa-Metragem, Piloto de Série e Curta-Metragem, a competição premiará roteiros de ficção ainda não produzidos, que sejam escritos ou co-escritos por pessoas negras. Inscrições até 01 de março no site: www.fadetoblackfestival.com

Mostra de Curtas-MetragensDividida em mostra nacional e internacional, premiará, exclusivamente, profissionais negros e negras que atuam como chefes de equipe. Os filmes selecionados serão exibidos de forma online e gratuita durante os dias de realização do FADE TO BLACK Festival 2021 e os cineastas participarão de sessões de debates sobre as obras. Inscrições até 01 de março pelo site: www.fadetoblackfestival.com

Laboratório de roteiros:  Fade to Black Lab  é voltado para roteiristas negres iniciantes, com projetos de curta-metragens ficcionais ainda não produzidos direcionados para TV ou cinema. Haverá consultorias online com profissionais de destaque no mercado. Inscrições GRATUITAS até  01 de março: www.fadetoblackfestival.com

Painéis de discussãoestes encontros serão pautados por eixos de formação* (com foco em profissionais iniciantes na área), de mercado (discussões sobre o setor e networking) e de criação (promovendo a oportunidade de discussão sobre processos e experiências de principais criadores da diáspora).

Todas as mesas de formação serão gratuitas e transmitidas pela página do Facebook (https://www.facebook.com/fadetoblackfestival)

 

Idealizadora do evento, a cineasta Gautier Lee reforça que: “Quando falamos sobre narrativas e estéticas negras existe um senso comum, e um tanto errôneo, de que somos homogêneos, de que o ‘ser negro’ é uma experiência única, e de que agimos e reagimos da mesma forma. Mas, apesar de sermos iguais perante os olhos de muitos, não somos idênticos pelo simples fato de sermos indivíduos. O FADE TO BLACK Festival possui um objetivo ousado: ser, em pleno 2021, um quilombo audiovisual para afrocriadores de toda a diáspora.”

Mais informações no site: www.fadetoblackfestival.com e nas redes sociais: Instagram @fadetoblack_festival, Facebook @fadetoblackfestival  e Twitter @fadetoblackfes1.