Jéssica Nascimento – Deusa do Ébano 2018!


Ilê aiyê

Carregando no topo da sua cabeça o punho cerrado da resistência e, em seu rosto,  Jéssica Almeida Nascimento dos Santos, 19 anos, já mostrava, desde os primeiros movimentos no palco, que era forte candidata a vencedora da 39º edição da Noite da Beleza Negra, na Senzala do Barro Preto. A coroação aconteceu no último sábado (20).

Ao todo, 16 mulheres negras concorreram ao título de Deusa do Ébano, em uma noite de casa lotada que contou com show do Dream Team do Passinho. O evento contou também com apoio do Governo do Estado da Bahia por meio da Secretaria de Comunicação e Secretaria de Turismo.

A direção artística do espetáculo teve assinatura do respeitado Elísio Lopes Jr e o júri contou com a participação das coreógrafas Nildinha Fonseca e Edeise Gomes, dentre outros convidados. ​

 “Eu quero ser uma Deusa. Desde que passei na seletiva, que foi uma coisa inacreditável para mim, eu já me sentia Deusa. Quando eu cheguei no palco, que eu vi o público e senti aquela energia, foi mágico. Só no Ilê a gente consegue ser o que a gente quer. É uma felicidade muito grande, mas ao mesmo tempo é uma responsabilidade imensa. Agora sou um símbolo de representatividade. Vou levar o nome do Ilê Aiyê comigo, para o meu bairro, para as crianças, para todas as mulheres negras” – Jéssica Nascimento

Jéssica_Milena_Lorena

Ganhadoras dos segundo e terceiro lugares, eleitas Princesas do Ilê Aiyê, Milena Sampaio Nascimento, 33 anos, e Lorena Matos dos Santos, 20 anos, respectivamente, destacaram a importância na transformação social e no empoderamento da mulher que o concurso promove. “Estamos aqui para representar todas as negras, a nossa ancestralidade e o amor ao Ilê”, revelou Lorena, já ansiosa para desfile do Carnaval. Já para a arte educadora Milena, que participa pela quinta vez do concurso, esse título significa “entender que eu tenho o potencial de fazer a transformação política e social através do bloco”

 Fotos: Odú Comunicação