Lande Onawale lança livro “Pretices e Milongas”, dia 05, na Biblioteca dos Barris!


lande_onawale
Foto: André Frutuoso

A Organismo Editora lança, na próxima terça-feira (05), ‘Pretices e Milongas’, mais um livro do escritor Lande Onawale. O lançamento será na Biblioteca Pública dos Barris, às 18h, e contará com um bate-papo com o autor. A entrada é gratuita.

O autor de ‘Sete Diásporas Intimas’, ‘O Vento’ e ‘Kalunga’ investe mais uma vez na poesia. O livro se relaciona diretamente com as suas outras obras, trazendo a imersão na tradição cultural negra e em franco diálogo com o campo da literatura negro-brasileira. No entanto, nesta nova obra, Onawale radicaliza procedimentos técnicos, varia os recursos estéticos empregados nos poemas, e circula por diversos espaços, signos e repertórios do mundo negro no Brasil.

Para o professor da Universidade Federal da Bahia, Henrique Freitas, ‘Pretices e Milongas’ carrega os sentidos como força motriz vital. “É como vetor que gera uma literatura-terreiro multimodal, ultrapassa o registro escrito e assume a canção da capoeira, a ladainha, a cantiga de roda, o canto do candomblé, o corpo em transe e o provérbio como literatura, confrontando-os ainda com outras experiências criativas a exemplo do haikai”, comenta.

O livro tem orelha assinada pela pesquisadora e militante do movimento negro, Mestra em Estudos de Linguagem, Lindinalva Barbosa. Para ela, “a cada página folheada, um manancial polifônico de Áfricas e diásporas salta, dança, pulula e sibila linguagens múltiplas e várias, a nos seduzir para um mar de samba, candomblé ou capoeiragem, que tanto pode ser bantu, pernambucano, baiano, maranhense, caboclo ou yorubá”.

Sobre o autor – Lande Onawale Munzanzu nasceu em Salvador, Bahia. Filho de Dona Germinia e Seo Pedro, é militante do Movimento Negro, poeta, escritor, compositor. Publicou os livros de poemas ‘O Vento’ (2003) e ‘Kalunga – poemas de um mar sem fim / poems of an infi nite sea’ (2011), e o de contos ‘Sete – Diásporas Íntimas’ (2011), adotado pelo MEC/PNBE em 2013.

 Entre as antologias que participou, destaca: Cadernos Negros (Ed. Quilombhoje/SP, vol’s 19, 21, 23, 29, 30, 39); Literatura e Afrodescendência no Brasil: antologia crítica (Ed. UFMG/BH), Autores baianos: um panorama (SECULT/BA), Pretumel de Chama e Gozo (Ed.Círculo Contínuo/SP), e Revista Organismo nº 7 (Ed.Organismo/Salvador). Em vídeo, escreveu textos fi ccionais para os documentários “Makota Valdina: um jeito negro de ser e viver” (Fundação Palmares/ 2005), e “Lapis de Cor” (Canal Futura/ 2014), e o poema “Coração Suburbano”, na série ‘Salvador em Versos” (TVE/BA/2006).

Serviço:

O quê: Lançamento do livro “Pretices e milongas”, de Lande Onawale.

Quando: Terça-feira, 05 de novembro, de 18h às 21h.

Onde: Biblioteca Pública dos Barris.

Realização: Organismo Editora

Preço promocional do livro: R$ 40

Mais informações: Facebook.com/OrganismoEditora