Marcha Incomode: do Lobato ao São Bartolomeu contra extermínio de jovens negros!


genocídio da juventude negra

O risco de um jovem negro ser vítima de homicídio na Bahia é 3,6 vezes maior que o de um jovem branco. Para chamar atenção da população e do poder público para essa grave questão acontece no dia 20/06 (quarta-feira), às 15h, a Marcha Incomode:contra o Extermínio, o Feminicídio e o Hiperencarceramento da Juventude Negra. Os participantes sairão da Praça do Lobato (próximo à Cesta do Povo) em direção ao Parque São Bartolomeu. A Marcha se encerrará com o Sarau Incomode, que conta com um recital poético realizado pelos grupos Sarau da Onça e Sarau do Jaca, além de apresentações de artistas populares e do Movimento Hip Hop.

A Marcha Incomode será antecedida por uma série de atividades em alusão ao Dia Municipal de Luta Contra o Encarceramento da Juventude Negra, 20 de junho. Oficinas e rodas de diálogo gratuitas também integram a programação, que será aberta no dia 15/06, sexta-feira, com a roda de diálogo “A Juventude Negra e as Políticas de Genocídio Perpetradas pelo Estado”. O encontro acontece das 13h às 17h, no Centro Cultural Plataforma, situado na Praça São Braz, s/n, Plataforma. Contribuem para o debate a produtora cultural do Bar Caras e Bocas, Rosy Silva, além do integrante do Grupo Expressão Oculta, Lucas Leão.

Fto Adeloya Magnoni

Já no dia 16/06 (sábado), o debate será provocado pela ouvidora-geral da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA), Vilma Reis, que participa da roda de diálogo “Juventude Negra, Extermínio, Feminicídio e Encarceramento em Massa”. A atividade acontece na Escola Estadual Democrático Bertholdo Cirilo dos Reis (Rua dos Ferroviários, s/n, São João do Cabrito), das 13h às 17h.

Oficinas de grafite e stencil movimentam a programação dos dias 18 e 19 de junho (segunda e terça-feira). As/os participantes poderão experimentar as técnicas artísticas na Agência de Comunicação do Subúrbio, no Lobato. No dia 18, a atividade acontece das 9h às 12h e é direcionada às/aos integrantes do Coletivo Incomode. Já no dia 19, a oficina é aberta ao público e acontece das 14h às 17h.

QUEM FAZ

Os eventos são promovidos pelo Coletivo Incomode, articulação formada pela CIPÓ – Comunicação Interativa, Movimento dos Sem Teto da Bahia (MSTB), Agência de Comunicação do Subúrbio, Pajeú, Coletivo Sigilo Total, grupo Expressão Oculta e Marcha do Empoderamento Crespo de Salvador.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

 

RODAS DE DIÁLOGO

 15.06.18 (sexta-feira):

Roda de Diálogo “A Juventude Negra e as Políticas de Genocídio Perpetradas pelo Estado”

Horário: 13h às 17h

Local: Centro Cultural Plataforma (CCP) | Praça São Braz, s/n, Plataforma.

 

16.06.18 (sábado):

Roda de Diálogo “Juventude Negra, Extermínio, Feminicídio e Encarceramento em Massa”

Horário: 13h às 17h

Local: Escola Estadual Democrático Bertholdo Cirilo dos Reis | Rua dos Ferroviários, s/n, São João do Cabrito.

        

OFICINAS

 18.06.18 (segunda-feira):

Oficina de Stencil e Grafite

Horário: 9h às 12h

Público: Integrantes do Coletivo Incomode

Local: Agência de Comunicação do Subúrbio | Rua Guaraíta, Conjunto Joanes Leste, Lobato.

 

19.06.18 (terça-feira):

Oficina de Stencil e Grafite

Horário: 14h às 17h

Público: Aberto ao público

Local: Agência de Comunicação do Subúrbio | Rua Guaraíta, Conjunto Joanes Leste, Lobato.

 

MARCHA INCOMODE

 20.06.18 (quarta-feira):

Marcha Incomode: Contra o Extermínio, o Feminicídio e o Hiperencarceramento da Juventude Negra.

Horário: 15h às 18h

Percurso: da Praça do Lobato (próxima à Cesta do povo do Lobato) até o Parque São Bartolomeu.

SARAU

20.06.18 (quarta-feira):

Sarau Incomode

Horário: 18h