Mostra Etnográfica Subversiva terá solos de dança que abordam o cenário periférico, negro e lgbtq+!


Mostra_Etnografias_Urbanas_Subversivas

O ABRIL O CORPO 2019,  mês da dança do Teatro Gamboa Nova, realiza no sábado (20),  a MOSTRA ETNOGRÁFICA SUBVERSIVA, com solos de dança que abordam o cenário periférico, negro e LGBTQ+.

São trabalhos autorais de dança em interfaces com outras linguagens, que  propõem o encontro e interação de artistas criadores que mergulham nesses temas e suas intersecções, desenvolvendo uma rede de colaboração que constrói visibilidade e circulação dessas obras e artistas. 

Inserido nas comemorações do mês da dança, o evento aponta para questões de afetividade, ancestralidade e arte periférica, problematizando classe, raça e gênero, no ambiente de produção artística da dança.

A Mostra apresenta atividades que trazem como característica comum as experiências de ser, em comunidades periféricas, de indivíduos negros e LGBTs, se apropriando do termo “etnografia” para apontar a generalidade destas experiências, em sua maioria violentas e traumáticas, nas tentativas de circulação nos centros urbanos. Ao mesmo tempo sugere e tenta subverter esta ordem com estratégias de agrupamento, para ocupação de novos espaços para a arte e artistas.

Serviço:

O que: 1ª Mostra Etnografias Urbanas Subversivas – Núcleo EUs

Quando: 20 e 27/04 (sab)- 17h e 19h

Quanto: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia com comprovante/ aceita cartão de débito e crédito) – bilheteria abre às 15h

Onde: Teatro Gamboa Nova – Rua Gamboa de Cima 03, Aflitos              (atrás do Passeio Público, ao lado do quartel)

Informações: 71 3329 2418/ Leo Luz –  71-988393908