#OparáSaberes – Djamila Ribeiro trará o “Pensamento de Simone de Beauvoir sob o olhar de uma filósofa negra”!


opara_saberes
Foto Loiá Fernandes

Dar suporte teórico e metodológico a estudantes negros e negras nos cursos de nível superior nas universidades estaduais e federais. Este é o objetivo do projeto Opará Saberes, que chega a sua 2ª edição com palestras focando epistemologias feministas, afrocêntricas e decoloniais.

No dia 24 de outubro, o 2º Ciclo Formativo Opará Saberes será aberto pela conferência “Teoria do Pensamento Branco: Branquitude e Branquidade”, com o professor Lourenço Cardoso, às 14h. Será no auditório do Pavilhão de Aulas I (PAF I), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), no bairro Ondina. Só chegar!

djamila_ribeiro_opara_saberes

Neste mesmo dia, às 17h, será a vez da feminista Djamila Ribeiro, com o tema “O Pensamento de Simone de Beauvoir sob o olhar de uma filósofa negra”.  Já no dia 6 de novembro, será a vez do Dr. Hélio Santos abordar a discussão sobre “O Feminismo Negro como vetor para o Desenvolvimento do Brasil: um contraponto ao racismo institucional”. Com o apoio do Opará Saberes, 20 estudantes foram aprovados em seleções.

Nesta edição, terá a participação da Rede Dandaras, que auxiliará na abordagem psicossocial junto às candidaturas. Já a preparação instrumental para provas de inglês e língua portuguesa terá orientação da tradutora, Dra. Raquel Luciana Souza. 

A Opará Saberes vem como  fonte contra o epistemicidio, para valorizar o pensamento decolonial, as epistemologias feministas das africanas,  os astros e todo céu  sabendo que aquele símbolo fêmea, chamado de vênus, na verdade é Osum. Lutamos por monografias, teses e dissertações capazes de responder pautas como aborto, feminicídio, encarceramento, mas para isso as ferramentas teóricas não podem mais ser as da Casa Grande. – Carla Akotirene

Terá suportes teóricos sobre Criminologia Crítica, Direito e Racismo, sob o comando das formadoras – e advogadas – Gabriela Ramos e Tatiana Emília Dias, ambas do Programa Direito e Relações Raciais da UFBA. Terá também Dr. Cristiano Rodrigues, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que irá colaborar e acompanhar projetos voltados aos estudos feministas, gênero e mulheres, ao lado das Dras. Ângela Figueiredo, Zelinda Barros e Cristiane Souza.

QUER PARTICIPAR?

O evento é aberto ao público com inscrições até 9 de novembro (lá no local), e contribuirá para que outras pessoas, assim como as vinte aprovadas após a primeira edição do Opará Saberes, possam encarar o desafio e permanecer nessa luta política contra a invisibilidade negra.

PROGRAME-SE!

Quando?  24 de outubro a 09 de novembro de 2017

Onde? Faculdade de Arquitetura (outubro) e PAF I, Auditório da UFBA, Ondina, Salvador/BA (novembro)

Quem pode participar? Aberto ao público – Inscrições lá no local, nos dias. 

Certificação:  Oito horas (08h) por módulo

opara_saberes1