Papai Noel Desordeiro: grafiteiros arrecadam brinquedos para comunidades de Salvador!


MUSAS

O coletivo de grafiteiros Nova10ordem, em parceria com outras instituições e atores sociais, promove pelo 12º ano consecutivo a ação Papai Noel Desordeiro, arrecadação de brinquedos para distribuição entre crianças de comunidades de Salvador. A iniciativa, que ao longo da sua existência vem atendendo entre oito e 15 comunidades da capital baiana já presentou até 3 mil crianças em um mesmo ano, segundo os organizadores.

A ação já chegou a bairros como Massaranduba, Solar do Unhão, Ladeira da Preguiça, São Braz, Cidade de Plástico, entre outros.

A ideia, afirma o grafiteiro Júlio Costa, membro do Museu de Street Art Salvador (Musas), é que a mobilização seja maior em 2018, a fim de atender mais crianças. Ele destaca a importância de incluir os jovens no Natal. Foi pensando nisso, contextualiza o artista, que o também grafiteiro Marcos Prisk teve a ideia de criar o Papai Noel Desordeiro, 12 anos atrás.

“O Papai Noel Desordeiro é tipo um remédio para nós, que, quando éramos guris, ou não tínhamos presentes ou nossos amigos próximos não recebiam presente”, define o grafiteiro. A gente sabe que esse momento do Natal é uma data megacomercial, megacapitalista, mas aquela sensação de ser excluído passou pela vida de cada um de nós. Em alguns anos nossos pais tinham um dinheirinho, em outros não, além da dificuldade da ceia de Natal, de não ver a iluminação no nosso bairro, pois só existe nos bairros nobres”, afirma Julio.

As doações podem ser feitas na comunidade do Solar do Unhão, na Ladeira da Preguiça ou na loja de grafite Mil Muros, no Shopping Colonial, ao lado da Biblioteca dos Barris.

No Solar, os pontos de arrecadação ficam na sede do Musas, no Ré-Restaurante de Dona Suzana ou na casa de Vovó Luzinete, moradora da comunidade. Já na Preguiça o ponto de referência é o Centro Cultural Que Ladeira É Essa?, onde o doador deve procurar Cris, Marcelo ou Gabriel.

Doações em dinheiro também podem ser feitas para comprar os presentes, em conta Bradesco em nome de Júlio Augusto Pereira Costa, Agência 3012, Conta Poupança 0100501-4. O comprovante do depósito deve ser enviado para o WhatsApp 71 9234-2248.

Além do Musas, apoiam a iniciativa instituições como o Coletivo de Entidades Negras (CEN), o Instituto de Cultura Brasil-Itália (Icbie) e o projeto Mais Grafite, promovido em escolas da Bahia pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).