Portal Soteropreta realiza II Edição da Festa Les’Pretas em abril!


lespretas

O Portal Soteropreta dá continuidade ao seu calendário de eventos culturais que propagam a marca pela cidade e, neste mês de abril, repetirá a dose de um de seus projetos de maior repercussão: a Festa Les’Pretas! Tendo reunido mais de 300 pessoas na primeira edição, em janeiro, a Festa ganha agora novo espaço e programação, e acontecerá no dia 14 de abril, sábado, no Pátio da Igreja do Santo Antônio. O esquema é Pague Quanto Puder!

Ocupando um lugar nada convencional, a segunda edição da Festa Les’Pretas terá co-realização da Junbai Comunicação e Estratégia, produção de Taimara Liz, apoio de produção de Beth Dantas, apoio financeiro dos Mandatos do Vereador Sílvio Humberto (PSB) e da Vereadora Marta Rodrigues (PT) e do Instituto de Beleza Essência dos Cachos (IBEC).

coletivo_zeferinas
Kuma França e Rool Cerqueira

A Festa Les’Pretas é um evento artístico criado pelo Portal Soteropreta no intuito de manter um espaço voltado para a celebração da mulher negra na Música, na Poesia, Artes Visuais e Performance, além da Gastronomia. A segunda edição terá a participação especial de poetas do Coletivo ZeferinaS, Rool Cerqueira e Kuma França.

Festa Les’Pretas terá Poesia Marginal do Coletivo Zeferinas e performance de Jenny Muller!

E nesta edição, a programação cresceu, veja as novidades:

 

lespretas
Dj Nai Sena

DJ Nai Sena

A preta vai abrir a festa, com um repertório especial de Discotecagem Afro, trazendo sua pesquisa musical de artistas negros, tendo em sua vertente principal a valorização da mulher negra. Esta é a primeira participação da DJ no Les’Pretas!

Jenny Muller

Jenny Müller é performer, atriz, produtora, diretora e diretora de arte, roteirista, modelo, maquiadora e o que surgir. Nascida na cidade mais energética e negra do país, ela busca em seus trabalhos discutir questões sociais como o transfeminicídio, a violência contra as minorias sociais e a liberdade da mulher. Transforma seu corpo na sua ferramenta amplificadora dos seus discursos e não teme debater política em seus trabalhos, afinal, arte é e deve ser política.

Jenny Muller – Fto Adeloyá Magnoni

 

Musicalidade de Preta

A Festa Les’Pretas se caracteriza por ser uma união de talentos do cenário musical independente de Salvador – representada por mulheres negras que atuam com trabalhos autorais. Nesta segunda edição, a banda base da primeira será mantida, com a percussionista, Juliana Almeida e a baterista, Line Santana, além da guitarrista, Verona Reis e a violonista Zinha Franco – ambas também cantoras com trabalhos autorais – e a baixista Gleise Reis. Além das vozes de Verona Reis e Zinha Franco, nesta edição a Les’Pretas terá a participação das cantoras e compositoras soteropolitanas, Jadsa Castro, Savannah Lima e Aline Lobo. Conheça as manas:

Jadsa Castro 

A compositora multi-instrumentista Jadsa Castro, é uma soteropolitana que traz em suas canções um apelo baiano com timbres experimentais ditados por poemas que saem da zona literal da escrita e escuta. Desde os seus primeiros passos como musicista (aos 13), já tem consigo a experiência de 3 bandas e um coletivo ditado por “Outros Diversos”.  Além de solista,  Jadsa Castro, sem apelo e apego, vive em busca da sua musicalidade 
perfeita a cada métrica quebrada, consertada, arrastada ou acelerada, sabe o quão delirante é viver evoluindo com os compostos sonoros se formando aos sentidos.

savannah_lima
Savannah Lima

Savannah Lima

Nascida e crescida no berço da cultura negra brasileira, a cantora e compositora revelação da música afro-alternativa baiana Savannah Lima desponta no cenário musical da música negra e alternativa de Salvador. Suas composições têm repertório diversificado, com canções no estilo Samba, Black Music, Black Soul, além de seu trabalho autoral. Savannah liderou os vocais da banda feminina Didá, já puxou o Bloco Filhas de Gandhy por três anos no carnaval de Salvador e, recentemente, excursionou pela Ásia e Europa.

 

Aline Lobo

Aline Lobo

Nascida em Salvador, Aline é cantora e compositora. Suas canções passeiam pelo reggae, blues , MPB e compartilham inquietações existenciais e sociais que marcaram diversas fases de sua vida. Já participou de algumas bandas em Salvador, como Ronco da Madrugada(MPB e Poesia), banda Massa Real(Música baiana) e Coisa Mandada(Samba). Já cantou músicas de Gilberto Gil , Djavan e atualmente, está voltada para um trabalho mais autoral.

PROGRAME-SE!

Les’Pretas II – A Festa

Onde: Pátio da Igreja do Santo Antônio

Quando: Dia 14 de abril (sábado), a partir das 19h

Quanto: Pague Quanto Puder.