Preto. Muito preto. Yuri Marçal estará em Salvador com stand up “Acendam as Luzes”! Ingressos à venda!


yuri_marçal
Divulgação
Anunciadas as vendas dos bilhetes para sua apresentação em Salvador, em menos de 15h, Yuri Marçal esgotou sua apresentação do sábado (04) e vendeu 80% das entradas de sexta (03).
Mas este não é um privilégio da apresentação de seu stand up Acendam as Luzes, em Salvador. Quem o acompanha nas redes sociais, vem observando este fenômeno ocorrer em todos os locais onde se apresenta. De fato, o youtuber Yuri Marçal é a revelação do momento e vem se destacando pela abordagem de temas contemporâneos, por meio de um humor critico.
Ele fala de homofobia, racismo e intolerância religiosa em um stand-up comedy que vem rodando o país com bilheterias esgotadas desde 2018. Numa rápida conversa exclusiva com o Portal Soteropreta, Yuri conversou sobre a concepção das ideias do s e suas expectativas com a apresentação de Salvador.

Portal Soteropreta – Como surgiu a ideia de ter um stand up para falar de coisas do seu cotidiano?Yuri Marçal – Comecei a fazer standy comedy em 2016, assim que terminei a faculdade, falando de intolerância, sobre racismo, sobre meu filho, sempre com uma pegada racial e sobre ser único negro em determinados espaços. Percebi que tinha um público comprando a ideia e as críticas feitas através de piadas. Então, decidi investir mais nisso, a partir de coisas que penso e de como sou de verdade, aí construo a mensagem do que eu quero levar para meu público.

Portal Soteropreta – Ao criar as falas e o roteiro, de onde vem suas maiores inspirações?Yuri Marçal – Minhas maiores inspirações surgem da visão crítica que tenho, atreladas à ironia (eu uso muito da ironia no meu cotidiano), das vivências que tenho de família, de observação, da visão política. Daí, comentar estes assuntos de forma cômica ou até mesmo irônica, acaba se tornando texto e um material de trabalho.

Portal Soteropreta – Quais são expectativas para apresentação em Salvador?Yuri Marçal – É a maior que já tive na carreira. Primeiramente, por amar a cidade – sonho em morar aí. E, em segundo lugar, por ser o local onde se encontra mais preto fora da África, e isto faz com que eu me sinta em casa. Vai ser uma apresentação com muita piada regional, criadas a partir de minha paixão que tenho pela cidade e pelas experiências que tive na cultura. Meu objetivo é que a galera fique impactada mesmo com o espetáculo.

 

Portal Soteropreta – Você falou que para Bahia teria um roteiro adaptado, inspirado em o que da cultura?Yuri Marçal – É mais uma questão de algumas observações minhas, enquanto preto carioca e macumbeiro, que tem na Bahia uma matriz de estudo. Serão abordadas algumas singularidades que observo, somado ao meu amor. Não é uma mudança total de roteiro, mas serão intervenções que promoverão quebras neste sentido.

Portal Soteropreta – Quem são suas referências temáticas?
Yuri Marçal – Minhas referências vem muito de lá de fora. Dave Chappelle, Michael Jr, Kevin Hart, Trevor Noah são algumas das inspirações que encontro de negada lá de fora, que é fantástica. Aqui no Brasil e hoje em dia, minhas inspirações vem de amigos como Fábio Porchat, Thiago Ventura que falam uma linguagem que admiro demais aqui no Brasil.
Portal Soteropreta – E pra quem não conseguir um ingresso até lá, quando pretende retornar a Salvador!?
Yuri Marçal – Meu sonho é moral em Salvador, ter um apartamento no Rio Vermelho. Mas, por enquanto, fico apenas com viagens. No meio do ano, minha mãe estará em Salvador, por questões religiosas e estou me organizando para ir também. E também já penso em uma temporada… quem sabe!?
 
SERVIÇO
“Acendam as luzes”, com Yuri Marçal.
Quando: 03 e 04 de maio, sexta e sábado
Horário: 20h.
Local: Teatro Jorge Amado
Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada)
Compre aqui!