#TerçasPretas – “Se Deus fosse preto – o Legado de LHOID” em cartaz no Vila Velha


se deus fosse preto
Foto: Max Fonseca

O ator Sérgio Laurentino (Bando de Teatro Olodum) volta aos palcos do Teatro Vila Velha com seu solo,“Se Deus Fosse Preto – O Legado de LHOID”, que tem como personagem central Lhutam Omí Imbó do Dendê -LHOID, homem negro preso injustamente pelo assassinato de sua filha e de sua esposa.

Ao longo do solo, Lhoid escreve textos baseando e fundamentando uma nova religião universal. Entre ficção e realidade, sua escrita chega aos anos 3 mil, um futuro que prenuncia a queda das religiões vigentes e o surgimento de um novo messias. Em pouco tempo, as ideias de LHOID ganham repercussão absurda e tornam-se a nova religião universal.

Confira aqui crítica sobre o solo, por Ricardo Gonzaga. 

 

O espetáculo integra a programação do projeto “Terças Pretas” do Bando de Teatro Olodum, ocupando o Teatro Vila Velha, em Salvador, com poesia, literatura e espetáculos teatrais.

 

Chegue lá…

Dia 30/05 | terça | 19h

R$ 20 e R$ 10

Sala Principal – Teatro Vila Velha

Classificação indicativa: 16 anos

Duração: 60min