Virada Sustentável terá edição especial dos Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras!


Fabiana Lima

Serão dois dias de negritude literária feminina na Virada Sustentável 2019, que acontece em Salvador de 8 a 10 de novembro. A proposta é do projeto Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras, idealizado e conduzido pela doutoranda em Literatura e Cultura, Dayse Sacramento. Aberta ao público, a programação dos Diálogos na Virada será nos dias 8 e 9 de novembro, na Sala Principal do Teatro Vila Velha (Campo Grande) e terá recital poético, yoga e meditação, oficinas de percussão, escrita e grafite, rodas de conversa e lançamento literário coletivo, com autoras negras.

O coletivo Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras vem construindo, desde o ano de 2017, um caminho de enfrentamento ao racismo e visibilização da produção literária de mulheres negras baianas. Por meio de encontros, seminários e saraus, o projeto tem como referência a escritora Conceição Evaristo, autora do livro “Insubmissas lágrimas de mulheres”, e já reuniu mais de 600 pessoas em suas ações, em Salvador e outros municípios, onde já esteve.

Rool Cerqueira

Na Virada Sustentável 2019, em Salvador, as mulheres negras e suas literaturas estarão representadas em uma programação bem diversa. Ela será aberta na sexta (8/11), às 19h, com um forte recital de poesia com Negafya, seguido de uma roda de conversa com a idealizadora do projeto, Dayse Sacramento, a dançarina e pesquisadora, Edeise Gomes e a jornalista, cantora e percussionista da Banda Didá, Viviam Caroline. A Banda Didá será a atração de encerramento do dia, com show aberto ao público. 

Viviam Caroline

Já no sábado (9/11), o dia começa com a instrutora de Yoga, Helena Rios, que fará um relaxamento com o público, a partir das 8h. É só chegar. Das 10h às 12h30, começam as Oficinas Insubmissas: “Imersão corpo tambor”, com Dedê Fatuma,  “TRANS-A-PALAVRA”, com Sued Hosaná e “Graffiti”, com Singa. À tarde, a partir de 14h, a poesia será com Rool Cerqueira, seguido da Roda de conversa “O poder ancestral da cozinha para as mulheres negras”, com a Yalorixá Valnízia de Ayrá (Terreiro do Cobre), Angélica Moreira (Ajeum da Diáspora), Ana Célia Batista (Zanzibar) e mediação de Lilian Almeida (Dona Lili). 

Às 17h, a programação é do “Ofó Obirin Dudú (Palavra de Mulher Preta)”, com lançamento coletivo das escritoras negras: Deisiane Barbosa, Kalypsa Brito, Rosane Jovelino e Negafya. O encerramento, às 19h30, será com pocket show da cantora Denise Correia. Toda programação é aberta ao público. 

 

Programação

Diálogos Insubmissos na VIRADA SUSTENTÁVEL SALVADOR

LOCAL: Sala Principal do Teatro Vila Velha (Campo Grande) 

08/11 – Sexta-feira

19h – Abertura: Negafya (Recital de poesia)

19:15 – Roda de conversa: Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras, com Dayse Sacramento, Edeise Gomes e Viviam Caroline

21h15 – Show: Didá Banda Feminina

09/11 – Sábado

8h – Yoga com Helena Rios

10h às 12h30 – Oficina Insubmissas

“Imersão corpo tambor”, com Dedê Fatuma

“TRANS-A-PALAVRA”, com Sued Hosaná

“Graffiti”, com Singa

14h – Recital de poesia com Rool Cerqueira

14h15 – Roda de conversa: O poder ancestral da cozinha para as mulheres negras, com Yalorixá Valnízia de Ayrá, Angélica Moreira (Ajeum da Diáspora), Ana Célia Batista (Zanzibar) e mediação de Lilian Almeida (Dona Lili)

17h  – Ofó Obirin Dudú (Palavra de Mulher Preta) – Lançamento coletivo de escritoras negras, com Deisiane Barbosa, Kalypsa Brito, Rosane Jovelino e Negafya

 

SERVIÇO

O que: Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras na Virada Sustentável Salvador 2019

Quando: 8 e 9 de  novembro

Quanto: aberto ao público 

Onde: Sala Principal do Teatro Vila Velha (Campo Grande) 

 

Foto Destaque: Lissandra Pedreira