“A VOAR” – Curta tem narração de Lazzo, música de Don L e atuações de Heraldo de Deus e Isabelle Cruz!


a_voar_curta
Divulgação

A motivação para a luta contra o racismo e o cansaço que esse enfrentamento gera dão o tom de A VOAR, o mais novo curta do fotógrafo baiano Matheus Leite, colocando a negritude em primeiro plano.

No YouTube, o curta conta com narração do cantor Lazzo Matumbi, música do rapper Don L e atuações de Heraldo de Deus e Isabelle Cruz, cada um dos dois representando o desgaste e a esperança frente ao futuro. Nascido em Salvador, Matheus Leite tem 28 anos, é historiador em formação e trabalha como fotógrafo e cinegrafista.

Faz isso há quatro anos e em seu trabalho autoral revela a diversidade étnica e estética da sua cidade, se instrumentalizando da História como sua principal lente.

Fala, Matheus!

“Um dia você vê um homem negro sendo tratado como um ladrão porque comprou dois tênis à vista para os filhos, no outro você vê um colega que foi baleado pela polícia enquanto ia de bicicleta para o trabalho. Por mais que você lute, o racismo não para e atinge desconhecidos, pessoas próximas ou mesmo alguém de destaque”, diz Leite, ao lembrar que o despertar para a realização do curta foi o caso envolvendo o ator do Bando de Teatro Olodum, Leno Sacramento, baleado pela polícia em Salvador, em junho do ano passado.

PQ Heraldo, Lazzo, Don L?

“A escolha de Heraldo para interpretar esse papel veio pelo fato de ele ser um ator baiano, negro, amigo de Leno, e que também ficou muito mal com o caso. De início, pensei em contar tudo isso somente com imagens e com a música ‘Aquela Fé’, de Don L, que foi a grande inspiração para tudo isso acontecer. Foi ouvindo ela que consegui expurgar e transformar todo sentimento em imagem. “Pensei que a voz que narraria esse texto seria de uma pessoa mais velha e me veio Lazzo, a voz poderosa dele, a história dele, que há anos canta os versos ‘E apesar de tanto não/ Tanta dor que nos invade/ Somos nós a alegria da cidade’. – Matheus

ASSISTA, AFRO!