Connect with us

Diversão

Sábados de novembro serão de encontros na Casa 14

Jamile Menezes

Publicado

on

Som de Crioulas

Som de Crioulas

Está chegando perto! O mês de novembro está chegando com muito evento, projeto, ações que já estão bombando nas redes sociais e muitas já no calendário da galera. Uma delas, que tem apoio do Portal SoteroPreta é o evento “O Poder da Minha Cor”, que vai rolar todos os sábados de novembro, na Casa 14, Pelourinho.

Serão encontros multi-artísticos, multi-linguísticos, com debates, exposições, gastronomia, intervenções poéticas, rappers, shows, e feira afroempreendedora.  Algumas das confirmações nessa grade preta: Dj Elton Santos , a Banda Lama, o Grupo Militância Poética, o fotógrafo Edgar Azevedo, dentre outras atrações que vão ocupar a Casa 14 ao longo do mês.

Elton Santos

Elton Santos

Além da parceria com uma rede de afroempreendedores, o evento também vai proporcionar outros presentes para o público: no primeiro sábado (5), quem estiver por lá e levar o panfleto para a festa Afro Rave – que acontece no mesmo dia no casarão do Lord (Pelourinho também!) – carimbado com “Passaporte de Meia Festa Afro Rave”, garantirá desconto de R$10 no valor do ingresso. A Afro Rave é uma realização do DJ Elton Santos, será uma noite de ritmos africanos (saiba mais desta festa).

O que elas querem (sim, duas mulheres negras à frente deste evento: a designer Maíra Vilas Boas e a produtora cultural Cris Rodrigues): abordar o papel do negro no cenário atual, especialmente entre os jovens, na busca por seu espaço em voz e imagem, sobretudo a mulher negra. Vai ser um encontro de várias artes, debates e reflexões sobre representatividade e empoderamento.

nadjaO evento “O Poder da Minha Cor”  conta com apoio da Sole Produções, do Portal SoteroPreta, do grupo Desabafo Social e da Marcha do Empoderamento Crespo. Deste último, no dia 5, junto à editora Chefe do Portal SoteroPreta, Jamile Menezes, estará a atriz, artesã, empreendedora, especialista em Instituições de Ensino Superior Nadja Santos. Também irá compor a o debate a superintendente de Políticas para as Mulheres do município, Monica Kalile, que conversará sobre  violência contra mulher, direitos humanos e empoderamento feminino. Tudo a partir das 17h, aberto ao público.

 

PROGRAMAÇÃO:

DIA 5

17h tem diálogo empoderocriativo com Jamile Menezes (Portal SoteroPreta), Nadja Santos (Marcha do Empoderamento Crespo) e Monica Kalile (SPM Salvador).

19h acontecerá o show de abertura da Banda Lama, e logo depois, às 20h, a pista será de Djs.

A noite termina com a Banda Som de Crioulas, só de mulheres. Haverá cobrança de valor popular, apenas para os shows, de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

TODOS OS SÁBADOS

Exposições fotográficas de diversos artistas como Helemozão, Juh Almeida, Edgar Azevedo e Maiara Cerqueira.

Ensaios das Bandas Lama e Som de Crioulas (e convidados), além de Djs.

E vai ter ainda Grupos Militância Poética e Ágape, Programa Jovem Negro Vivo, as mulheres do La Frida e muito mais. O Portal SoteroPreta vai divulgar toda programação!

Diversão

Associação Cultural realiza II Arraiá Reggae gratuito no Pelourinho

Jamile Menezes

Publicado

on

Arraiá Reggae

É São João, mas os amantes do reggae também serão contemplados. Pela segunda vez, será realizado o Arraiá Reggae, com atrações diversas. A Praça Jubiabá, no Pelourinho, será o local do evento que acontece de 22 a 24 de junho, aberto ao público.

Realizado pela Associação Cultural Aspiral do Reggae, o Arraiá Reggae terá um espaço montado e estruturado com barracas de comidas e bebidas típicas à venda, além de brinquedos para diversão de crianças. O espaço será coberto. A programação acontece das 18h às 23h30, todos os dias, com muito reggae e música eletrônica, em homenagem a Luiz Gonzaga.

“Esse é um projeto muito importante para o movimento reggae, tendo em vista que nessa época do ano existe um ritmo predominante que é o forró. Os amantes do reggae no período junino não tinham perspectiva de um evento voltado para o gênero, e agora temos três dias de Arraiá, em sua segunda edição”, diz Ras Peu, Dj que se apresentará no Arraiá.

Na programação, terão nomes como Dj Tau, Reverberação, Gil Felix e Banda, Dj Tau, Dj Ras Peu, Jô Kallado, Luis Cardoso e banda Celebration, Kamaphew Tawa e banda Aspiral do Reggae, Reinaldo Formigão e Banda Misturekaya, Jhaca Man e Banda os Conscientes, Mukambu e Dj Ras Seles.

II Edição do Arraiá Reggae é uma realização da Associação Cultural Aspiral do Reggae e tem patrocínio da SUFOTUR.

 

 

PROGRAMAÇÃO – 18h às 23h30

 

22/06/24

18:30 – Dj Tau

19:30 –  Reverberação

20:30 – Gil Felix e Banda

21:30 – Jô Kallado e Banda

22:30 –  Dj Tau

 

23/06/2024

18:30 – Dj Ras Peu

19:30 –  Luis Cardoso e banda Celebration

20:30 – Kamaphew Tawa e banda Aspiral do Reggae

21:30 – Reinaldo Formigão e Banda Misturekaya

22:30 –  Dj Ras Peu

 

24/06/2024

18:30 –  Dj Ras Seles

19:30 – Jhaca Man e Banda os Conscientes

20:30 –  Mukambu

21:30 – Dj Ras Seles

 

SERVIÇO

O que: II Arraiá Reggae

Onde: Casa Cultural Reggae (Praça Jubiabá, Pelourinho)

Quando: 22, 23 e 24 de junho, da 18h às 23h30

Quanto: acesso gratuito

 

Continue Reading

Diversão

Arr’Aiyê do mais belo dos belos será dia 16 de junho

Jamile Menezes

Publicado

on

Reconhecido como Patrimônio Cultural de Salvador, o samba junino estará muito bem representado no Arr’Aiyê.

O clima junino está no ar e a Senzala do Barro Preto já começou os preparativos para receber mais uma edição do tradicional Arraiá do bloco afro Ilê Aiyê, no dia 16 de junho (domingo), a partir das 15h. O Arr’Aiyê do mais belo dos belos promete uma super celebração rítmica com o melhor da música popular nordestina, incluindo arrasta-pé, forró, samba, memória, identidade e ancestralidade. Desta vez, a entrada será mediante a doação de 1kg de alimento não perecível, que será enviado para ajudar o programa Bahia Sem Fome.

Os portões abrirão às 15h e o arrasta-pé vai acontecer por horas a fio, pois música boa e dançante é que não vai faltar para isso. São atrações do Arr’Aiyê a banda Chá de Arueira, o arrastão externo de samba junino do Fogueirão, o grupo Samba Tororó, além, claro, da anfitriã Band’Aiyê que, como de costume, vai animar o ambiente com sua percussão e musicalidade afro. Ao som de instrumentos como sanfona, zabumba, guitarra, bateria, baixo e triângulo, a Chá de Arueira vai trazer seus sucessos já consagrados, do forró pé de serra ao universitário.

Reconhecido como Patrimônio Cultural de Salvador, o samba junino estará muito bem representado no Arr’Aiyê. O Fogueirão é conhecido por manter vivo o legado africano na Bahia através da mistura da música percussiva com as manifestações culturais juninas. Já o Samba Tororó participa com seu característico samba duro, gênero de identidade genuinamente soteropolitana.

 

SERVIÇO:

Evento: Arr’Aiyê do Ilê

Data: 16 de junho (domingo)

Horário: 15h às 22h

Abertura dos Portões: 15h

Local: Senzala do Barro Preto, Curuzu – Liberdade

Grade de Atrações:  Band’Aiyê, Chá de Arueira, Fogueirão e Samba Tororó

Acesso: 1kg de alimento não perecível (entrada permitida até a lotação do espaço)

Realização: Entidade Cultural Ilê Aiyê

Continue Reading

Diversão

Escola Olodum promove “Arraiádunzinho” no período junino

Jamile Menezes

Publicado

on

O Arraiádunzinho  da Escola Olodum antecede o Dia Internacional da Criança Africana, que se comemora no dia 16 de junho.

A Escola Olodum está organizando o “Arraiádunzinho” para celebrar o período junino. Com o inspirador tema “O Nordeste é a África”, o evento chega a sua segunda edição. A festa junina infantojuvenil é uma iniciativa do projeto social da Escola Olodum e está marcada para acontecer no dia 15 de junho, das 13h às 17h, no Largo Quincas Berro D’Água, Pelourinho.

O “Arraiádunzinho” antecede o Dia Internacional da Criança Africana, que se comemora no dia 16 de junho. Essa data foi estabelecida após uma manifestação estudantil em Joanesburgo, África do Sul.

O propósito deste evento é resgatar a identidade da criança afrodescendente, promovendo uma atividade educacional e externa que valorize a diversidade cultural. Por meio de práticas significativas e inclusivas, a Escola Olodum busca envolver crianças de todas as idades na tradição junina, contribuindo assim para uma educação antirracista nos campos do conhecimento, da música, da arte e da cultura.

Idealizado pela diretora geral, Linda Rodrigues, o projeto visa estabelecer uma conexão cultural entre o Nordeste brasileiro e a África, proporcionando um “Arraía” único, permeado por influências africanas. Essa integração cultural e educacional destaca a diversidade de nações que compõem tanto o Brasil quanto a África, refletindo-se no corpo docente da instituição.

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA