Connect with us

Formação

Mulheres em cárcere receberão ação especial nos 21 Dias de Atvismo Contra Violência

Jamile Menezes

Publicado

on

Foto: Pedro Moraes/GOVBA

Foto: Pedro Moraes/GOVBA

Até dia 10 de dezembro, Salvador e Lauro de Freitas receberão ações tendo como pauta o combate à violência de gênero que vitima uma mulher a cada 2 minutos no país.

Junto ao Instituto AVON e à Prefeitura de Salvador na campanha dos 21 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher, o Coletivo de Entidades Negras (CEN) também incluirá uma população especial destas estatísticas: as mulheres encarceradas. Elas são 115 no Presídio Feminino, em Salvador.

A situação de abandono afetivo e o recorrente quadro de baixa autoestima nestas mulheres serão os alvos do Dia de Cuidado, nesta segunda (28).

Momento em que será ofertado a estas mulheres, oficinas de estética com cursos de auto maquiagem com produtos da AVON, cortes e cuidados com os cabelos. Além disso, elas terão uma roda de conversas sobre racismo e violência de gênero.

“As mulheres que cumprem penas privativas de liberdade, ou mesmo as restritivas de direitos são, em sua maioria, negras e provenientes de comunidades populares. São historicamente vulnerabilizadas pela ausência de políticas de atenção que discutam a violência e seus desmembramentos de forma aprofundada”, enfatiza Andréa Mércia, coordenadora geral da Central de Apoio e Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas (CEAPA).

mulher encarcerada

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

“Apesar de termos avanços nas discussões de gênero e uma discreta queda no índice de violência nos últimos 10 anos, ainda somos vítimas contumazes do feminicídio, alimentado pelo machismo, misoginia e patriarcalismo arraigados na sociedade brasileira”, pontua Andreia Mércia.

“Sabemos que a maioria aqui é tão vítima que se transformam em rés. Isso é muito triste. Debates como estes são necessários para estas mulheres pra que elas possam se conscientizar, abrir seus olhos. Muitas estão tão acostumadas a serem mal tratadas que acham que não tem direitos ou alternativas diante das violências que sofrem. Então, tudo que possa vir a trazer esclarecimento para elas é muito bem vindo na unidade. Sempre as digo que o direito do qual estão privadas é o de ir e vir, os demais elas devem estar cientes de quem tem.” – Luz Marina, diretora do Presídio Feminino.

Já no dia 5/12, o CEN realiza a Roda de diálogos sobre Racismo e Gênero, na sede a OAB, em Salvador, onde 25 mulheres que cumprem pena alternativa estarão presentes.

A Campanha pelos “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, conta anda com parceria da Prefeitura de Salvador e começou na última sexta (25), com a iluminação especial do Elevador Lacerda na cor laranja, que simboliza o ativismo em todo o mundo. O mesmo assim ficará até o dia 10 de dezembro, quando finda a Campanha.

O Coletivo de Entidades Negras realizará, ainda, debates com policiais e comandantes militares, órgãos públicos do Poder Executivo, jovens de Lauro de Freitas.  Saiba mais das ações aqui.

AfroEmpreendedorismo

Pré-Fórum Pacto das Pretas inscreve para webinar gratuito

Jamile Menezes

Publicado

on

Pré-Fórum Pacto das Pretas – Um pacto para todas as pessoas

 

No dia 25 de junho, das 16h às 18h, acontecerá o Pré-Fórum Pacto das Pretas – Um pacto para todas as pessoas, com o tema “Um pacto para o futuro: Uma só não basta!”. A discussão será sobre o papel vital das mulheres negras no mercado corporativo. O webinar será realizado via plataforma Youtube, com inscrição gratuita até o dia 20 de junho, por meio do link.

O evento contará com grandes nomes, como Ednalva Moura, Gerente de Relações Institucionais da Associação Pacto de Promoção da Equidade Racial; Luana Ozemela, Embaixadora do Pacto das Pretas e VP de Impacto do Ifood; Claudia Silva, Gestora Sênior de Operações de Alto Nível na Cisco; Virgínia Brandão, assistente executiva do CEO e CFO da Siemens Mobility; Jadi Davi, Especialista em Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI) e Cultura organizacional no SESI SENAI; Andreza Machado, Diretora de Diversidade e Inclusão na Ambev; Byna Ellitot, Diretora Geral no JP Morgan e Selma Moreira, Vice-presidente de Diversidade, Equidade e Inclusão no JP Morgan.

O Pré-Fórum Pacto das Pretas é um evento preliminar que antecede o Fórum Pacto das Pretas, programado para o dia 25 de junho de 2024. O foco central é criar um espaço de diálogo e troca de experiências, além de fortalecer as redes de apoio e colaboração de empresas comprometidas com a agenda de diversidade e inclusão e atuam em diversas áreas de atuação. O evento estima atingir a participação de 500 lideranças de grandes empresas.

 

Serviço:

Pré-Fórum Pacto das Pretas

Data: 25/06

Horário: 16h às 18h

Local: Webinar via Zoom

O evento é gratuito e mediante inscrição.

Foto: Ednalva Moura, Gerente de Relações Institucionais da Associação Pacto de Promoção da Equidade Racial, mediadora do webinar.

Continue Reading

Formação

Psicólogo George Barbosa volta com minicurso Saúde Mental Racializada

Jamile Menezes

Publicado

on

Psicólogo George Barbosa

O minicurso Saúde Mental Racializada, idealizado e ministrado pelo psicólogo baiano George Barbosa,  está de volta em formato presencial, no próximo sábado (8), 9h, no auditório do DEDC (Departamento de Educação) da UNEB (Universidade do Estado da Bahia), no Cabula.

Agora com o 2° módulo “Transtornos Mentais X Arquétipos Racistas”, a formação é destinada a profissionais de saúde mental e a qualquer pessoa interessada em compreender a saúde mental sob a perspectiva do enfrentamento diário do racismo.

As inscrições já estão disponíveis e inclui atividade de imersão e sorteio de brindes. Para a formação chegar a até mais pessoas, o curso também terá transmissão online via Google Meet. A inscrição para a participação remota é também no Sympla.

 “O enfrentamento diário do racismo faz surgir sintomas como a síndrome do pânico, ansiedade, depressão e Síndrome de Burnout, dentre outros transtornos psicológicos mistos. E como para todo sintoma existe uma doença, é preciso considerar o racismo, seja estrutural, institucional, e seu enfrentamento como a causa por detrás desses sintomas”, afirma o psicólogo George Barbosa, que também é idealizador do projeto “Terapia nos Bairros”.

São temas do curso arquétipos sociais, representatividades, paternidade, adoecimentos mentais de pessoas negras, indígenas, quilombolas e o cuidado a esses pacientes nos serviços de saúde.

“A proposta do curso é tratar esses assuntos e provocar debates que não acontecem no âmbito da formação acadêmica, nem em universidades públicas nem em faculdades privadas. Não existem disciplinas específicas para algo que é tão adoecedor quanto racismo, a começar pelo fato de ser possível contar no dedo de uma mão o número de profissionais negros no corpo docente das universidades, mesmo nas públicas”, realça o psicólogo George Barbosa.

SERVIÇO

Curso Presencial e Online: Saúde Mental Racializada

Data: 08 de junho de 2024

Horário: 9h às 12h

Local: Auditório do DEDC (Departamento de Educação) da UNEB – Universidade do Estado da Bahia – Rua Silveira Martins, 2555 Cabula

Inscrições para formato Presencial:

SYMPLA

Inscrições para formato Online:

FORMULÁRIO

Valor: R$60 (presencial) | R$40 (online)

Público-alvo: Profissionais de saúde mental e público interessado em geral.

 

Continue Reading

Formação

Coletivo Adinkra é lançado com palestra sobre o Dia da África neste sábado

Amanda Moreno

Publicado

on

Coletivo Adinkra é lançado com palestra sobre o Dia da África neste sábado
Coletivo Adinkra é lançado com palestra sobre o Dia da África neste sábado | Fotos: Divulgação

Coletivo Adinkra é lançado com palestra sobre o Dia da África neste sábado. O dia 25 de maio, data em que comemoramos o Dia da África, trata-se de um importante reconhecimento às contribuições dos diversos povos africanos em todo o mundo. Aqui no Brasil, essa data torna-se cada vez mais importante por celebrar valores ancestrais africanos, assim como perspectivas de futuro mais digno e igualitário.

É neste ensejo acontece o lançamento do Coletivo Adinkra, primeira atividade idealizada e implementada por nós. A busca por uma sociedade mais equânime, sem a presença do racismo e de outras formas de iniquidades é o que move as ações do Coletivo Adinkra, assim como o desejo de que as oportunidades não privilegiem determinados seguimentos da sociedade e tenhamos o direto de sonhar e conquistar uma verdadeira transformação social.

Coletivo Adinkra é lançado com palestra sobre o Dia da África neste sábado

Os Bijagós constituem um povo africano que habita o arquipélago dos Bijagós, na região da Guiné-Bissau. Não constituem um povo homogéneo, mas sim um conjunto de grupos sociais, conscientes de uma unidade étnica fundamental, com idiomas e costumes variados, que variam de ilha para ilha e até dentro da mesma ilha. Augusto Cardoso é Bijagó, Doutor e Mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia. Graduado em Administração pela Fundação Visconde de Cairu-BA e Pedagogo pela Faculdade Jardins. Professor, Pesquisador, Ativista Socioambiental e Consultor.

Sobre o evento:

O que: Palestra em alusão ao Dia da África e Lançamento do Coletivo Adinkra

Quando: 25/05/2024 (sábado) – 10h as 13h

Local: Centro Cultural Casa de Angola na Bahia (Centro, Salvador)

Tema: “O povo Bijagô e a biodiversidade: saberes e práticas tradicionais”

Palestrante: Prof. Dr. Augusto Cardoso e Tarry Cristina

Quanto: Gratuito

Organização: Coletivo Adinkra

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA