Connect with us

Audiovisual

DOC “Do que aprendi com minhas mais velhas” será exibido na Walter da Silveira

Jamile Menezes

Publicado

on

do que aprendi com minhas mais velhas
o que aprendi com minhas mais velhas

Makota Valdina

“Eu sempre fui uma criança de ficar vendo, perguntando. Sempre gostei. Acho que era porque eu tinha que ser uma velha assim. As pessoas vêm me perguntar e eu tenho que ter o que responder. Eu sou fruto desses velhos todos que vieram antes de mim”.

A frase acima é de Makota Valdina de Kavungo, do Terreiro Tanuri Junsara (Engenho Velho da Federação), em depoimento ao documentário Do que aprendi com minhas mais velhas, dirigido e produzido por Fernanda Júlia Onisajé e Susan Kalik. O média-metragem será exibido pela primeira vez na Bahia na Mostra Lugar de Mulher é no Cinema, neste sábado (8).

É um doc sobre como a fé no Candomblé é transmitida de geração em geração. Nenguas, Yalorixás e Egbomis contam como aprenderam com seus mais velhos e como ensinam aos seus mais novos.

do que aprendi com minhas mais velhas

Fernanda Júlia e Susan Kalik

“A mais velha foi aquela que percorreu maior parte do caminho. É referência de entendimento e sabedoria. É mediadora entre os mais novos, as divindades e os ensinamentos do processo iniciático. É por meio da experiência dessas Yás que nós mais novos aprendemos”, explica Fernanda Júlia, que dirige seu primeiro documentário e, atualmente, é diretora teatral e dramaturga do Núcleo Afro-Brasileiro de Teatro de Alagoinhas – NATA.

Esta é a primeira exibição do documentário, mas a produção já adianta: em junho terá uma grande festa de lançamento para celebrar esta realização, com debates, encontros e muita troca. No filme, dentre as protagonistas estão referências como Egbomi cici d’oxaguiã, Egbomi Vanda Machado d’oxum, Makota Valdina de Kavungo, Nengua Ilza Mucalê de Matamba, Nengua Kyssasse de Yncossi, Nengua Nancancy de Zumbá, Yalorixá Lourdes D’oyá, Yalorixá Odete d’Oxum e Yalorixá Rosa D’oyá.

do que aprendi com minhas mais velhas

“Tenho observado a força, o amor e a fé desta religião ancestral e de como essas mulheres, as Nenguas, Yalorixás e Egbomis são a base da conservação e da transmissão desses saberes. Nasce assim o desejo de saber como elas aprenderam com suas mais velhas e de como ensinam aos seus mais novos”, conta Susan Kalik,

Além de depoimentos dos mais novos, nas vozes das crianças Cristiano Pinheiro Neves, Dianne Yasmin Silva Santos, Maria Clara dos Santos, Nathaly Gabriele Santos Oliveira, Sophia Paixão Campos da Silva, Tauan Reis Bonfim.

Diretoras

Fernanda Júlia é bacharel em Artes no curso de Direção Teatral da Escola de Teatro da UFBA e acaba de concluir o mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPGAC/ UFBA). Além de fundadora do NATA, ela desenvolve os trabalhos de dramaturga, educadora e pesquisadora da cultura africana no Brasil. Também é colunista do Portal SoteroPreta.

Susan Kalik é diretora e produtora em Teatro e Audiovisual, graduada em Direção Teatral pela UFBA. Em 2016, dirigiu seu primeiro documentário “Cores e Flores para Tita”, entre outras direções e produções em curtas-metragens e cerca de 20 espetáculos teatrais produzidos.

Chegue lá..

Mostra Lugar de Mulher é no Cinema

Dia 8 de abril (sábado), 20h

Local: Sala Walter Silveira, anexo da Biblioteca dos Barris

FREE

Fotos: Thiago Gomes

AfroEmpreendedorismo

Inscrições abertas para o Mercado de negócios audiovisuais para realizadores negros

Amanda Moreno

Publicado

on

Inscrições abertas para o Mercado de negócios audiovisuais para realizadores negros
Inscrições abertas para o Mercado de negócios audiovisuais para realizadores negros (Foto: Diana Reis)

Inscrições abertas para o Mercado de negócios audiovisuais para realizadores negros. Estão abertas as incrições para o MERCAMIMB, primeiro ambiente de negócios de audiovisuais promovido pela MIMB para realizadores e criadores negros e negras de todo Brasil. Até o dia 15/03, as pessoas interessadas podem se inscrever gratuitamente, através do formulário online.

Serão selecionados 20 projetos, sendo 10 para participar das rodadas de negócios e 10 para apresentações de  pitchings, podendo  o mesmo projeto ser selecionado nos dois espaços. Confira aqui o regulamento ou acesse o site: www.mimb.com.br.

As atividades do MERCAMIMB serão realizadas presencialmente em Salvador, entre os dias 22 a 24 de abril, dentro da programação da 5ª edição da MIMB. O objetivo é aproximar produtores independentes e criadores de conteúdos brasileiros dos players e plataformas do segmento, entre eles canais de TV, distribuidoras, programadoras, coprodutoras, investidoras e outros agentes do mercado nacional e internacional.

“As ações do MERCAMIMB são importantes para além da carreira específica de quem participa desta edição. Avançamos ao conquistarmos mais espaços para contar as nossas histórias, mas ainda somos poucos nas negociações e com a caneta na mão para assinar”, ressalta Claudia Gonçalves, coordenadora das ações de negócios.

A ação também conta com atividades complementares, como consultorias e atividades formativas, dentre outras que fazem parte da agenda do MERCAMIMB, colaborando com o fomento e desenvolvimento do nicho e contribuindo para um reposicionamento do olhar mercadológico dos investidores e patrocinadores. Além disso, a ação conta com 02 premiações de R$2.500,00 pelo Projeto Paradiso para projetos de animação e ficção e mais 02 premiações a serem divulgadas em breve.

SERVIÇO:

Inscrições abertas para o MERCAMIMB – primeiro ambiente de negócios de audiovisuais promovido pela MIMB

Inscrições gratuitas até o dia 15/03 NESTE LINK 

Data do MERCAMIMB: 22 a 24 de abril

Confira aqui o regulamento ou acesse o site: www.mimb.com.br.
Continue Reading

Audiovisual

Artista do Nordeste de Amaralina é lançado pelo Favellê Music

Amanda Moreno

Publicado

on

Artista do Nordeste de Amaralina
Artista do Nordeste de Amaralina (Foto: Bruno Mocottó)

Artista do Nordeste de Amaralina é lançado pelo Favellê Music.  É do Nordeste de Amaralina que sai  o novo lançamento do Favellê Music, selo que aposta no lançamento de conteúdos audiovisuais de artistas das periferias de Salvador.

“Resistência e Poder” é o nome da música interpretada por Moura X e que tem sua célula embrionária conectada a Marivaldo (idealizador do Favellê e que assina a composição da música junto com Moura X). Ouça em https://ingrv.es/resistencia-e-poder-nmc-7 e assista em https://www.youtube.com/watch?v=mDo_hFNbFtc.

A parceria de Moura X e Marivaldo é inspirada na pauta racial, um convite à união na luta contra o racismo e à reflexão sobre o tema.

“A gente se dedicou ao máximo para fazer algo realmente fantástico e impactante, onde as pessoas consigam entender a mensagem da música. Em alguns momentos é uma mensagem triste, porém fala sobre a realidade, além de ser a mão que levanta a cabeça do meu povo, para aqueles que se encontram tristes e desanimados. O intuito maior é salvar vidas, mudar mentes, quero ser o despertar. Tudo começa agora com resistência e poder”, fala Moura.

Favellê Music

O novo selo musical nasceu em Salvador já reunindo gigantes da música brasileira. “Favellê Music” é do multi-instrumentista baiano Marivaldo dos Santos, e firmou uma parceria com a Virgin Music Group – divisão da Universal Music, principal parceiro mundial de selos e artistas independentes – e Nas Nuvens Catalog, uma empresa brasileira independente líder na gestão e aquisição de catálogos musicais, que tem como presidente um dos mais consagrados produtores musicais do país, Liminha.

Marivaldo dos Santos é músico, produtor musical, nascido e criado nas periferias de Salvador (BA). Hoje, vive na ponte-aérea entre Brasil e Nova York, onde reside há mais de 20 anos. Ao longo de sua carreira realizou trabalhos com artistas como STING, Lauryn Hill, Fugees, Joshua Bell, Ceelo Green e muitos outros. Atualmente, está terminando a produção do filme “Música”, pela AMAZON USA, como diretor musical e performático ao lado de Rudy Mancuso.

Veja mais informações em https://www.instagram.com/favellemusic/.

Continue Reading

Audiovisual

Tia Má dubla personagem em série de animação

Amanda Moreno

Publicado

on

Tia Má dubla personagem
Tia Má dubla personagem

Tia Má dubla personagem em série na segunda temporada da animação “Aventuras de Amí”, emprestando sua voz à personagem Dora, mãe da protagonista, uma menina de 8 anos, que usa a imaginação para lidar com os desafios do dia a dia ao lado do cachorro Balú e do amigo Tim.

A série baiana é produzida pela Lanterninha Produções, com co-produção da Movioca Content House. Em exibição no Canal Futura, TV Rá Tim Bum e Globoplay, o desenho retrata o processo de crescimento das crianças, abordando os ritos de pass.agem e a dificuldade em lidar com novas responsabilidades.

“É incrível trabalhar para o público infantil. E mesmo no papel de mãe, é voltar a ser criança um pouco. Ao mesmo tempo, sinto como se fosse uma vitória. É ter um produto que minha filha pode me assistir e me reconhecer e se reconhecer”, comemora.

Aos 43 anos, a artista, jornalista e escritora Maíra Cristina Dias Azevedo desponta em uma carreira promissora na TV e no streaming. Conhecida como Tia Má, ela soma mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais. Somente em 2023, a artista participou de sete produções audiovisuais.

Além de Tia Má dubla personagem em série de animação “Aventuras de Amí”, Maíra compôs o elenco de “Humor Negro” e fez uma participação especial em “Dra Darci”, ambos humorísticos do Multishow; ela viveu a Carol, em “Rensga Hits!”, da Globoplay, na segunda e terceira temporada; interpretou Trombeta, mãe de Mia, a protagonista de “O Dia em que a Minha Vida Mudou”, do Gloob; e atuou em “Toda Família Tem”, da Prime Video, como Deise.

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA