Connect with us

AfroEmpreendedorismo

Merc’Afro promove visita de empreendedoras negras à Fapesb!

Jamile Menezes

Publicado

on

mercafro_fapesb_emrpreendedoras_negras (1)
mercafro_fapesb_emrpreendedoras_negras (1)

Uma comitiva integrada por mulheres negras de diversos segmentos empresariais, visitou a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia – FAPESB . O grupo foi recepcionado pelas coordenações de ciência e inovação e seu Diretor-Presidente, Lázaro Cunha. A comitiva ouviu informações sobre economia criativa, desenvolvimento de ideias, modelos e formas que a instituição vem desenvolvendo a produtividade e competitividade empresarial e, principalmente, como funciona o apoio a empreendimentos comunitários.

As presentes puderam desmitificar o olhar sobre a Fapesb e suas linhas de atuação, entender modos de ter suas empresas atendidas pela mesma, além de abrir um canal de diálogo, através do Merc’Afro para se pensar formas conjuntas de qualificar empreendimentos étnicos femininos para a competitividade empresarial. Para Luciane Reis, idealizadora do Merc’Afro- Agência de fomento ao desenvolvimento de negócios locais e étnicos e que, em 2016, foi um dos projetos finalistas do “Ideias inovadoras”, a visita abre um canal de diálogo para além do fazer.

“Estamos construindo a cultura empresarial étnica de informação, precisamos pensar nossos negócios na prática. Se, no passado, ter elementos negros em seus produtos era um problema, hoje pode ser uma solução se conseguirmos entender que existe uma disputa que – além de prática – é ideológica”, disse.

mercafro_fapesb_emrpreendedoras_negras (1)

A falta de produção de dados ou de referencial empresarial na perspectiva étnica, vem permitindo que no diálogo de “diversidade'”, o componente racial seja invisibilizado. “Ao abrir esse canal com a Fapesb e as demais instâncias de fomento empresarial do estado, começamos ser protagonista não somente enquanto empreendedor que faz, mas, acima de tudo, que reflete eproduz conteúdo provocativo sobre o que é o chamado caminho do dinheiro negro”, enfatiza Luciane.

Para Renata Matos, diretora científica da Fapesb, a visita fortalece o olhar da Fapesb como um órgão que constroi, não somente Ciência, mas – acima de tudo- o desenvolvimento social sustentável. “Esses momentos de escuta e trocas de saberes e demandas, é o que contribui para desmitificar a Fapesb para o micro empresariado.É preciso desconstruir esse olhar de inovação enquanto coisa de impacto macro, ele acontece exatamente nas pequenas ideias”, salientou.

 

 

mercafro_fapesb_emrpreendedoras_negras (1)

Sobre Merc ‘Afro

Fundada em Salvador, em outubro de 2014, é uma Agência de fomento ao desenvolvimento de negócios locais e étnicos, cujo objetivo é a produção de conteúdo e serviços educacionais e de formação, propiciar benefício social transformando soluções digitais em desenvolvimento econômico para empreendedores e consumidores de economia vulnerável.

“Trabalhamos com materiais e metodologias de educação e formação empreendedora, voltada para criação de empresas e negócios inclusivos alicerçados em saberes culturais e identitários para assim desenvolver e formular temas, cursos e metodologias de formação e criação para negócios em pequena escala. Enquanto negócio social, o Merc’Afro tem como base de desenvolvimento econômico a construção de um capital formacional e educacional que através do fomento, pesquisa e análise da economia local, conecta globalmente empreendedores e consumidores étnicos em novas perspectivas de negócio”, explica Luciane.

 

Imagens: Gustavo Pereira (Photossíntese Fotos e Videos)

AfroEmpreendedorismo

“Elas Prosperam”- inscrições abertas para empreendedoras negras

Jamile Menezes

Publicado

on

Elas prosperam

A Visa, em parceria com a Rede Mulher Empreendedora (RME), anunciou o lançamento da quarta edição do programa “Elas Prosperam”, iniciativa que tem como foco apoiar micro e pequenas empreendedoras negras de todo o Brasil e promover a diversidade, incluindo mulheres negras cis, trans, moradoras de comunidades e PCD. As inscrições vão até o dia 16 de junho, sendo esta a última semana para efetuá-las. As capacitações iniciam em julho de 2024, e a premiação será em outubro deste ano.

O programa “Elas Prosperam” acontecerá de forma inteiramente remota para abranger mulheres de todo o país e facilitar a criação de redes locais de empreendedoras através de lições de empreendedorismo e educação financeira, além de mentorias temáticas. Essa edição irá selecionar 100 empreendedoras para o curso online de capacitação, das quais 10 passarão por um processo de aceleração de negócios, e ao final, cinco receberão um capital semente de 10 mil reais cada.

Os temas desta edição incluirão autoconhecimento e liderança, gestão financeira, formalização, acesso a capital, redes de contatos e colaboração, e preparação para apresentações de negócios (pitch).

Poderão participar do programa Elas Prosperam mulheres de todo Brasil autodeclaradas negras, com negócio formalizado ou não, e de qualquer área de atuação. As inscrições acontecem a partir de 06/05 até o dia 16/06 por meio do site do Elas Prosperam: link

Continue Reading

AfroEmpreendedorismo

Acelera Iaô prorroga inscrições para empreendedores de alimentação

Amanda Moreno

Publicado

on

Acelera Iaô prorroga inscrições para empreendedores de alimentação
Acelera Iaô prorroga inscrições para empreendedores de alimentação | Foto: Victor Fernandez

Acelera Iaô prorroga inscrições para empreendedores de alimentação. As inscrições para participar do 2º ciclo do Programa Acelera Iaô, projeto de qualificação para empreendedoras e empreendedores negros, pardos e indígenas, foram prorrogadas até o dia 28 de maio, às 23h59. A prorrogação vai permitir que os interessados em concorrer às 180 vagas, no segmento de alimentação, tenham mais tempo de se inscrever para esta segunda etapa do Iaô Labs. As inscrições podem ser feitas através do site: https://fabricacultural.org.br/fabrica-cultural/. Realizado pela Fábrica Cultural, o programa Acelera Iaô conta com o patrocínio do Grupo Carrefour Brasil.

Os candidatos devem residir em Salvador, região metropolitana e cidades da Bahia, com empreendimento no ramo de alimentação em atividade há, no mínimo, 6 meses. Os contemplados terão seus negócios estimulados através das qualificações do Programa Acelera Iaô, que tem como grande diferencial o atendimento gratuito das marcas selecionadas para os Labs nas áreas oferecidas nos dois ciclos.

Durante as etapas de qualificação, as empreendedoras e empreendedores terão a possibilidade de serem premiados com investimento semente, no valor de R$10.000,00. A premiação é direcionada para os empreendimentos que mais se destacaram ao longo dos ciclos I e II do programa. Com a primeira turma já em processo de formação, os selecionados para o segundo ciclo irão frequentar aulas em formato híbrido, com aulas online e encontros presenciais.

A qualificação tem como proposta fomentar o trabalho de empreendimentos por meio do apoio e da aceleração dos negócios criativos. Não podem participar os empreendedores que foram contemplados com premiações dos programas da Associação Fábrica Cultural.

O programa oferece uma infraestrutura, com coworking, estúdio de fotografia e salas multiuso para potencializar de forma efetiva os produtos e as estratégias de comunicação das marcas. Dentro da proposta de promover e impulsionar a educação empreendedora, os participantes serão estimulados a ter autonomia e gerar renda em seus negócios, através do conhecimento técnico/estético/criativo e o uso das ferramentas digitais.

O acelera visa a promoção da igualdade de gênero ao oportunizar a inclusão socioprodutiva, criativa e econômica de mulheres, sobretudo da Bahia. Em dois anos foram mais de 400 empreendedores qualificados através do Iaô Labs, R$ 220 mil reais em investimento semente, cerca de 3.000 pessoas impactadas diretamente em eventos promovidos pelo programa e uma média de R$ 400 mil reais em comercialização de produtos em diferentes ações.

Continue Reading

AfroEmpreendedorismo

Congresso Baiano de Estética Negra realiza jantar ancestral

Amanda Moreno

Publicado

on

Congresso Baiano de Estética Negra realiza jantar ancestral
Congresso Baiano de Estética Negra realiza jantar ancestral | Foto: Divulgação

Congresso Baiano de Estética Negra celebra empoderamento e está marcado para os dias 24 e 25 de maio em Salvador. Sob o tema “Celebrando a diversidade da beleza negra”, o evento reunirá profissionais da área para palestras inspiradoras no auditório da Unime, localizado no Shopping Paralela.

O destaque do congresso será o Jantar Ancestral, que acontecerá no dia 23 de maio, às 19h, no renomado Restaurante Zanzibar. Com 46 anos de história, o Zanzibar é conhecido por sua culinária africana autêntica e pela valorização da ancestralidade. Sob o comando da chef Ana Célia, o restaurante mescla habilidades com temperos, conhecimentos sobre as preferências das divindades africanas e respeito à religiosidade.

A escolha do Zanzibar como local para o jantar foi assertiva, alinhando-se à proposta de um evento antirracista e afro-referenciado. Durante o jantar, a Dra. Arina Gabriela ministrará uma palestra sobre a importância do storytelling para clínicas de estética, explorando como podemos nos conectar com nossa ancestralidade e fortalecer laços com nossos clientes por meio de histórias autênticas.

Além disso, o jantar será um momento de empoderamento para marcas de cosméticos baianas lideradas por mulheres negras. Cinco empreendedoras baianas terão a oportunidade de apresentar um pitch de 5 minutos, e uma empresa será selecionada para expandir sua atuação comercial com o apoio do congresso.

O I Congresso de Estética Negra nasce em Salvador com a proposta de fomentar o empreendedorismo baiano, levando palestrantes e empreendedoras para outros estados. São Paulo, Brasília e Angola já têm datas previstas para receber o evento.

Os ingressos para o Jantar Ancestral são limitados e podem ser adquiridos através do Instagram @CongressoEsteticaNegra.

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA