Connect with us

Audiovisual

I Mostra Itinerante de Cinema Negro celebra produção brasileira e africana!

Jamile Menezes

Publicado

on

mohamed_bamba
mohamed_bamba

Mohamed Bamba   Foto Virginia Yunes

 

Entre os dias 11 e 15 de abril de 2018, acontece, em Salvador, a I Mostra Itinerante de Cinema Negro – Mahomed Bamba, que terá exibições regulares na Sala Walter da Silveira (Barris), e itinerantes nos bairros do Pelourinho, Cabula, Uruguai e Garcia. A Mostra reunirá mais de 35 obras de longas e curtas metragens produzidos por cineastas negra(o)s do Brasil e de países africanos de língua portuguesa entre 2015 e 2017. Com uma equipe formada por mulheres negras, o evento pretende visibilizar, difundir e debater a produção audiovisual realizada por cineastas negras(o)s de África e de sua diáspora. São obras de países como Guiné-Bissau, Moçambique, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial. Em sua primeira edição, além da exibição de filmes de diversos gêneros–ficções, documentários, animações e experimentais.


A programação contará com mesas de debates, oficinas de animação e audiovisual para crianças, minicurso de cinema africano e oficina de elaboração e desenvolvimento de projetos audiovisuais. Diálogos sobre gênero e sexualidade também estarão presentes, a fim de estimular processos afirmativos de identificação.

O evento homenageia o professor e pesquisador de Cinema da Faculdade de Comunicação (FACOM/UFBA), Mahomed Bamba. Doutor em Cinema, Estética do Audiovisual e Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), o estudioso, nascido na Costa do Marfim, propunha em seus ensaios uma nova leitura sobre as narrativas fílmicas produzidas nas periferias globais, sobretudo as realizadas no continente africano.

A Mostra é realizada por cineastas e produtoras audiovisuais tendo como idealizadora, Coordenadora geral e de produção Daiane Rosário; na Coordenação de Curadoria de Filmes Nacionais e Produção Julia Morais e Tais Amor Divino; na Coordenação de Curadoria de Filmes Africanos e Produção Kinda Rodrigues; Coordenação de Produção Loiá Fernandes e na Coordenação de Comunicação e Produção Inajara Diz.

Tem como parceiros, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), por meio de sua Diretoria de Audiovisual da Bahia (DIMAS), a Diretoria de Espaços Culturais, o Espaço Cultural de Alagados, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Salvador, o Centro Cultural Casa de Angola na Bahia, o Ponto de Cultura Boiada Multicor (UNIRAAM), a Aliança Francesa e Centro de Comunicação Democracia e Cidadania.

 

PROGRAMAÇÃO MOSTRA ITINERANTE DE CINEMA NEGRO – MAHOMED BAMBA

11/04 – Quarta I 1° Dia – 17h I Abertura

Apresentação da Mostra

-Sessão de filmes africanos  62 min

  • Os Pestinhas e os Ladrões de Brinquedos – 13min / 2017  | Animação | Realização: Nildo Essá | País: Moçambique
  • A Boneca – 8min / 2015 | Ficção| Realização: Hélder Doca | País: Cabo Verde
  • A Carta – 26min / 2010 | Ficção | Realização: Michelle Mathison | País: Moçambique
  • Bom dia África! – 9min / 2009 | Ficção | Realização: Zezé Gamboa | País: Angola
  • A pegada de todos os tempos – 5min / 2009 | Ficção | Realização: Flora Gomes | País: Guiné-Bissau

Show de Luedji 20h

12/04 – Quinta I 2° Dia – DIMAS

 Minicurso de Cinema Africano (Dimas)  

  1° sessão às 14h

  • Sujeito Objeto – 14 min – Ficção Z Direção: Djalma calmon – BA
    Cabeças Falantes – 20  min – Documentário | Direção:Natasha Rodrigues -SP
  • Em Busca de Lélia – 15 min – Documentário | Direção: Beatriz Vieirah -BA
  • O lá e o aqui – 22 min – Documentário | Direção: Sandro Lopes  – RJ
  • Afripedia (Angola) – 30min |  Documentário |  Realizador: Teddy Goittom | País: Angola / Suécia | Legendado

2° sessão às 16:30h

  • Cabelo bom – 15 min – Documentário | Direção: Swahili Vidal; co-direção: Claudia Alves – RJ
  • Desaparecidos – 15 min – Ficção/Drama | Direção: Danddara – SP
  • Anamnese – 15 min – Documentário | Direção: Clementino Junior- RJ
    Deus – 25 min – Híbrido| Direção: Vinícius Silva – SP
  • Peripatético – 15 min – Ficção | Direção: Jessica Queiroz – SP

3° sessão às 18:30h (longa convidado)

  • Filhas do Vento – 85 min – Ficção | Direção: Joel Zito Araújo

12 / 04 Quinta l 2° Dia – Garcia 17h30

Show de Lucas – 17h30 –  Duração: 30 min

Fala de representante da Mostra – 18h10 – Duração: 10 min

Sessão das 18h30 às 20h

  • Travessia – 5 min – Documentário | Direção: Safira Moreira – RJ
  • Deus – 25 min – Híbrido| Direção: Vinícius Silva – SP
  • O vendedor de estórias (Bindidurdi passada) – 11 min / 2017 | Ficção | Dir: Flora Gomes | País: Guiné-Bissau
  • Peripatético – 15 min – Ficção | Direção: Jessica Queiroz – SP
  • Afronte – 16min – Documentário | Direção: Bruno Victor e Marcus Azevedo – DF
  • Do que aprendi com minhas mais velhas – 26 min – Doc | Onisajé e Susan Kalik – BA
  • Òrun Àiyé – A criação do mundo – 12 min – Anim | Direção: Jamile Coelho e Cintia Maria – BA
  • 13/04 – Sexta I 3° Dia  – DIMAS

Minicurso de Cinema Africano (Dimas)

4° Sessão às 14h

  • A pequena luz – 15min | Ficção | Realizador: Alain Gomis | País: Senegal / França
  • O lá e o aqui – 22 min – Documentário | Direção: Sandro Lopes  – RJ
  • Quimera – 14 min – Ficção – Bruno César – SP
  • Retrato sem retoques – A África na UFPE – 11 min – Docu| Direção: Leandro Wagner e Edmilton Hora – PE
  • Jesus Bird – 10min – Experimental | Direção: Mayara Mascarenhas – MG
  • Mãe(s) – 20min | Ficção | Realizadora: Mamouna Docouré | País: França

5° Sessão às 16:30h

  • Casca de Baobá – 12 min – Ficção | Direção:  Mariana Luiza – RJ
  • Travessia – 5 min – Doc | Direção: Safira Moreira – RJ
    Tia Ciata – 25 min – Doc| Direção: Mariana Campos e Raquel Beatriz – RJ
  • Hic – 14 min – Ficção | Direção:  Alexander S. Buck – ES
  • Do que aprendi com minhas mais velhas – 26min – Doc| Onisajé e Susan Kalik – BA
  • O Olhar Das Estrelas – 26min / 1997 | Ficção | Realizador: João Ribeiro |  País: Moçambique

Roda Mulher Negra em Foco: Narrativas Construídas por Mulheres Pretas 19:30h

Larissa Fulana, Solange Lima, Fabíola Silva e Ana do Carmo

 

13/04 – Sexta I 3° Dia  – Alagados

Apresentação – 17h

 

1° Sessão das 17h30 às 20h

A Bola – 5min / 2001 | Ficção | Realizador: Orlando Mesquita |País: Moçambique
Desaparecidos – 15 min – Ficção/Drama | Direção: Danddara – SP
Deus – 25 min – Híbrido| Direção: Vinícius Silva – SP
Hic – 14 min – Ficção | Direção:  Alexander S. Buck – ES
Nascida para matar – 5min – Drama |  Direção: Rogério Henrique Gonçalves – SP
Raízes –  70min – Documentário | Direção: Simone Nascimento e Wellington Amorim – SP

14/04 – Sábado I 4° Dia  – DIMAS

Curso de Elaboração de projetos das 9h as 17h

6° Sessão às 14h

  • Afronte – 16min – Doc | Direção: Bruno Victor e Marcus Azevedo – DF
  • Bicha preta –  23min – Doc | Direção: Thiago Rocha – RJ
  • Raízes – DIÁSPORA – 70min – Doc | Direção: Simone Nascimento e Wellington Amorim – SP

 7° Sessão às 16:30h

O Caso do homem errado –  77min – Documentário | Direção: Camila de Moraes – BA

Tatana – 14min / 2005 | Direção: João Ribeiro |  País: Moçambique

8° Sessão às 18:30h

  • Pele suja minha carne – 13min – Ficção/drama | Direção: Bruno Ribeiro – RJ
  • Nascida para matar – 5min – Drama |  Direção: Rogério Henrique Gonçalves – SP
  • Teto – 15min – Experimental | Direção: Darwin Marinho – CE
  • A pequena vendedora do Sol – 44min | Realizador: Djibril Diop Mambety | País: Senegal
  • Bom dia África! – 9min / 2009 | Ficção | Realização: Zezé Gamboa | País: Angola

14/04 Sábado I 3° Dia – Cabula

Oficina de audiovisual para crianças – 13h às 16h

1 sessão das 17h30 às 20h

Phatyma – 10min | Ficção |  Realizador: Luiz Chaves | País: Moçambique
Deus – 25 min – Híbrido / Direção: Vinícius Silva – SP
Òrun Àiyé – A criação do mundo – 12 min – Animação / Direção: Jamile Coelho e Cintia Maria – BA

Maestrina da Favela –  80min – Documentário | Direção: Falani Afrika – BA

14/04 l 4° Dia  – Pelourinho ( Espaço Ponto de Cultura Boiada Multicor)

Oficina para crianças 14h

15/04 – Domingo l 5° Dia – DIMAS

9° Sessão Mostrinha às 10h

  • A pegada de todos os tempos – 5min | Ficção | Realização: Flora Gomes | País: Guiné-Bissau
  • Os Pestiinhas e os Ladrões de Brinquedos – 13min| Animação | Realizador: Nildo Essá
  • Nana & Nilo e os animais – 22 min – Animação | Direção: Sandro Lopes – RJ
  • A piscina de Caíque – 15 min – Ficção | Direção: Raphael Gustavo da Silva – GO
  • A câmera de João – 21 min – Drama |  Direção: Tothi Cardoso – GO
  • Òrun Àiyé – A criação do mundo – 12 min – Animação | Direção: Jamile Coelho e Cintia Maria – BA

10° Sessão longa convidado às 14h

A Cor do Trabalho – 75 min l Direção: Antonio Olavo – BA

Roda de Conversa: Cinema Negro: Trajetórias, resistência e positivação 16h00

Urânia Munzanzu, Emerson Dindo, Ailton Pinheiro, Cintia Maria

Premação 17:30

Festa de Encerramento às 19h – ZEFERINAS

 

Audiovisual

Artista do Nordeste de Amaralina é lançado pelo Favellê Music

Amanda Moreno

Publicado

on

Artista do Nordeste de Amaralina
Artista do Nordeste de Amaralina (Foto: Bruno Mocottó)

Artista do Nordeste de Amaralina é lançado pelo Favellê Music.  É do Nordeste de Amaralina que sai  o novo lançamento do Favellê Music, selo que aposta no lançamento de conteúdos audiovisuais de artistas das periferias de Salvador.

“Resistência e Poder” é o nome da música interpretada por Moura X e que tem sua célula embrionária conectada a Marivaldo (idealizador do Favellê e que assina a composição da música junto com Moura X). Ouça em https://ingrv.es/resistencia-e-poder-nmc-7 e assista em https://www.youtube.com/watch?v=mDo_hFNbFtc.

A parceria de Moura X e Marivaldo é inspirada na pauta racial, um convite à união na luta contra o racismo e à reflexão sobre o tema.

“A gente se dedicou ao máximo para fazer algo realmente fantástico e impactante, onde as pessoas consigam entender a mensagem da música. Em alguns momentos é uma mensagem triste, porém fala sobre a realidade, além de ser a mão que levanta a cabeça do meu povo, para aqueles que se encontram tristes e desanimados. O intuito maior é salvar vidas, mudar mentes, quero ser o despertar. Tudo começa agora com resistência e poder”, fala Moura.

Favellê Music

O novo selo musical nasceu em Salvador já reunindo gigantes da música brasileira. “Favellê Music” é do multi-instrumentista baiano Marivaldo dos Santos, e firmou uma parceria com a Virgin Music Group – divisão da Universal Music, principal parceiro mundial de selos e artistas independentes – e Nas Nuvens Catalog, uma empresa brasileira independente líder na gestão e aquisição de catálogos musicais, que tem como presidente um dos mais consagrados produtores musicais do país, Liminha.

Marivaldo dos Santos é músico, produtor musical, nascido e criado nas periferias de Salvador (BA). Hoje, vive na ponte-aérea entre Brasil e Nova York, onde reside há mais de 20 anos. Ao longo de sua carreira realizou trabalhos com artistas como STING, Lauryn Hill, Fugees, Joshua Bell, Ceelo Green e muitos outros. Atualmente, está terminando a produção do filme “Música”, pela AMAZON USA, como diretor musical e performático ao lado de Rudy Mancuso.

Veja mais informações em https://www.instagram.com/favellemusic/.

Continue Reading

Audiovisual

Tia Má dubla personagem em série de animação

Amanda Moreno

Publicado

on

Tia Má dubla personagem
Tia Má dubla personagem

Tia Má dubla personagem em série na segunda temporada da animação “Aventuras de Amí”, emprestando sua voz à personagem Dora, mãe da protagonista, uma menina de 8 anos, que usa a imaginação para lidar com os desafios do dia a dia ao lado do cachorro Balú e do amigo Tim.

A série baiana é produzida pela Lanterninha Produções, com co-produção da Movioca Content House. Em exibição no Canal Futura, TV Rá Tim Bum e Globoplay, o desenho retrata o processo de crescimento das crianças, abordando os ritos de pass.agem e a dificuldade em lidar com novas responsabilidades.

“É incrível trabalhar para o público infantil. E mesmo no papel de mãe, é voltar a ser criança um pouco. Ao mesmo tempo, sinto como se fosse uma vitória. É ter um produto que minha filha pode me assistir e me reconhecer e se reconhecer”, comemora.

Aos 43 anos, a artista, jornalista e escritora Maíra Cristina Dias Azevedo desponta em uma carreira promissora na TV e no streaming. Conhecida como Tia Má, ela soma mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais. Somente em 2023, a artista participou de sete produções audiovisuais.

Além de Tia Má dubla personagem em série de animação “Aventuras de Amí”, Maíra compôs o elenco de “Humor Negro” e fez uma participação especial em “Dra Darci”, ambos humorísticos do Multishow; ela viveu a Carol, em “Rensga Hits!”, da Globoplay, na segunda e terceira temporada; interpretou Trombeta, mãe de Mia, a protagonista de “O Dia em que a Minha Vida Mudou”, do Gloob; e atuou em “Toda Família Tem”, da Prime Video, como Deise.

Continue Reading

Audiovisual

Carnaval da Bahia 2024 – 50 anos dos Blocos Afro

Jamile Menezes

Publicado

on

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA