Connect with us

Audiovisual

Produção audiovisual feminista negra é destaque na Mostra MAR em Cachoeira!

Jamile Menezes

Publicado

on

mostra_MAR
mostra_MAR

Performer e pesquisadora Ana Beatriz Almeida

 

MAR – Mulheres Ativismo e Realização! Este é o nome da Mostra que acontecerá entre 16 e 20 de maio, em Cachoeira, um projeto que tem a produção audiovisual de mulheres negras como destaque. Um dos exemplos é o documentário O Caso do Homem Errado, da diretora Camila de Moraes, que será exibido no dia 18 de maio, das 19 às 21h, na comunidade de Santiago do Iguape. Na oportunidade, a cineasta e a roteirista e produtora Mariani Ferreira participarão de uma roda de conversa com a comunidade para debater sobre o genocídio, a violência racial e a luta para a superação do racismo dentro e fora da tela.

A MAR recebeu 332 curtas metragens de mulheres brasileiras e 23 foram selecionados pela curadoria da mostra, apontando para uma produção diversa e que passeia por temas como a solidão da mulher negra, ancestralidade, transfeminismo, e cinema experimental.

De acordo com dados da Ancine, das 2.583 obras brasileiras lançadas no circuito comercial, no ano de 2016, apenas 17% foram dirigidas e 21% foram roteirizadas por mulheres, embora representem mais da metade da população brasileira (mais especificamente 51%). Dentro desse percentual, nenhuma mulher negra foi elencada.

o_caso_do_homem_errado

O Caso do Homem Errado

Entre os curtas selecionados, uma parcela significante é de realizadoras negras: Em Busca de Lélia, de Beatriz Vieirah (BA), Travessia, de Safira Moreira (RJ), Fotográfica, de Tila Chitunda (PE), Do QUE Aprendi Com Minhas Mais Velhas, de Fernanda Onisajé e Susan Kalik, Solidão da Mulher Preta, Fabíola silva (BA), Experimentando Vermelho Em Dilúvio, de Michele Mattiuzzi (BA/SP). A temática LGBTTQIA também está bem representada com as obras Azul Vazante, de Juliana Alqueres(SP), Transvivo, de Tati W. Franklin (ES),  Maria, de Elen Linth e Riane Nascimento(AM) e As Verdade de Ale Em Nós, de Juslaine Abreu-Nogueira (PR).

 

CURADORIA

A curadoria da mostra é composta por Amaranta Cesar, Cintia Cruz, Daniela Galdino, Laís Lima e Luara D.  “Num país que bate recordes mundiais em extermínios motivados por ódio – lgtbfobia, misoginia, racismo – ergue-se esse corpo robusto, diverso, desafiador e resistente de filmes (e) de mulheres, como um punho cerrado para o alto, como um coro de multidão a romper o silêncio do golpe, como um sopro de liberdade a contrariar os arames farpados do patriarcado, como um passo de dança na cara do fascismo, como palavras de amor a desafiar a morte e a dor. Somos muitas e nossos corpos estão vivos, são inventivos e seguem firmes na luta”, dizem as curadoras.

 

Serviço

MAR – Mulheres Ativismo e Realização

16 a 20 de maio  | Cachoeira-BA

Clique aqui para programação completa

Ou acesse nosso site: www.marderealizadoras.com

Audiovisual

Artista do Nordeste de Amaralina é lançado pelo Favellê Music

Amanda Moreno

Publicado

on

Artista do Nordeste de Amaralina
Artista do Nordeste de Amaralina (Foto: Bruno Mocottó)

Artista do Nordeste de Amaralina é lançado pelo Favellê Music.  É do Nordeste de Amaralina que sai  o novo lançamento do Favellê Music, selo que aposta no lançamento de conteúdos audiovisuais de artistas das periferias de Salvador.

“Resistência e Poder” é o nome da música interpretada por Moura X e que tem sua célula embrionária conectada a Marivaldo (idealizador do Favellê e que assina a composição da música junto com Moura X). Ouça em https://ingrv.es/resistencia-e-poder-nmc-7 e assista em https://www.youtube.com/watch?v=mDo_hFNbFtc.

A parceria de Moura X e Marivaldo é inspirada na pauta racial, um convite à união na luta contra o racismo e à reflexão sobre o tema.

“A gente se dedicou ao máximo para fazer algo realmente fantástico e impactante, onde as pessoas consigam entender a mensagem da música. Em alguns momentos é uma mensagem triste, porém fala sobre a realidade, além de ser a mão que levanta a cabeça do meu povo, para aqueles que se encontram tristes e desanimados. O intuito maior é salvar vidas, mudar mentes, quero ser o despertar. Tudo começa agora com resistência e poder”, fala Moura.

Favellê Music

O novo selo musical nasceu em Salvador já reunindo gigantes da música brasileira. “Favellê Music” é do multi-instrumentista baiano Marivaldo dos Santos, e firmou uma parceria com a Virgin Music Group – divisão da Universal Music, principal parceiro mundial de selos e artistas independentes – e Nas Nuvens Catalog, uma empresa brasileira independente líder na gestão e aquisição de catálogos musicais, que tem como presidente um dos mais consagrados produtores musicais do país, Liminha.

Marivaldo dos Santos é músico, produtor musical, nascido e criado nas periferias de Salvador (BA). Hoje, vive na ponte-aérea entre Brasil e Nova York, onde reside há mais de 20 anos. Ao longo de sua carreira realizou trabalhos com artistas como STING, Lauryn Hill, Fugees, Joshua Bell, Ceelo Green e muitos outros. Atualmente, está terminando a produção do filme “Música”, pela AMAZON USA, como diretor musical e performático ao lado de Rudy Mancuso.

Veja mais informações em https://www.instagram.com/favellemusic/.

Continue Reading

Audiovisual

Tia Má dubla personagem em série de animação

Amanda Moreno

Publicado

on

Tia Má dubla personagem
Tia Má dubla personagem

Tia Má dubla personagem em série na segunda temporada da animação “Aventuras de Amí”, emprestando sua voz à personagem Dora, mãe da protagonista, uma menina de 8 anos, que usa a imaginação para lidar com os desafios do dia a dia ao lado do cachorro Balú e do amigo Tim.

A série baiana é produzida pela Lanterninha Produções, com co-produção da Movioca Content House. Em exibição no Canal Futura, TV Rá Tim Bum e Globoplay, o desenho retrata o processo de crescimento das crianças, abordando os ritos de pass.agem e a dificuldade em lidar com novas responsabilidades.

“É incrível trabalhar para o público infantil. E mesmo no papel de mãe, é voltar a ser criança um pouco. Ao mesmo tempo, sinto como se fosse uma vitória. É ter um produto que minha filha pode me assistir e me reconhecer e se reconhecer”, comemora.

Aos 43 anos, a artista, jornalista e escritora Maíra Cristina Dias Azevedo desponta em uma carreira promissora na TV e no streaming. Conhecida como Tia Má, ela soma mais de um milhão de seguidores em suas redes sociais. Somente em 2023, a artista participou de sete produções audiovisuais.

Além de Tia Má dubla personagem em série de animação “Aventuras de Amí”, Maíra compôs o elenco de “Humor Negro” e fez uma participação especial em “Dra Darci”, ambos humorísticos do Multishow; ela viveu a Carol, em “Rensga Hits!”, da Globoplay, na segunda e terceira temporada; interpretou Trombeta, mãe de Mia, a protagonista de “O Dia em que a Minha Vida Mudou”, do Gloob; e atuou em “Toda Família Tem”, da Prime Video, como Deise.

Continue Reading

Audiovisual

Carnaval da Bahia 2024 – 50 anos dos Blocos Afro

Jamile Menezes

Publicado

on

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA