Connect with us

Artes

Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido organiza grupo virtual gratuito!

Jamile Menezes

Publicado

on

d
Foto: João Vitor Soares
GESTO – GRUPO DE ESTUDOS EM TEATRO DO OPRIMIDO, reunido com vários parceiros, organizou um grupo virtual de estudos em Teatro do Oprimido gratuito, durante os meses de abril, maio e junho, para pesquisadores, professores, estudantes e artivistas, de qualquer área de conhecimento que queiram conhecer um pouco mais sobre a teoria do método teatral mais praticado no mundo, criado pelo teatrólogo brasileiro Augusto Boal.

O projeto propõe a leitura e discussão crítica dos livros: “Teatro do Oprimido e Outras Poéticas Políticas”, “Arco-Íris do Desejo: Método Boal de Teatro e Terapia” e “Estética do Oprimido” que trazem, os três a teoria da ” poética do oprimido” em seus conteúdos.

Os encontros tele presenciais acontecem as segundas e quintas-feiras, das 17h às 19h e, os materiais digitalizados com conteúdos e referências sobre o tema estão disponíveis nas salas virtuais de aula, que ficam abertas e são acompanhadas diariamente por professores e tutores de forma que as pessoas inscritas possam tirar dúvidas ou fazer as atividades sugeridas.

O curso também pode ser acompanhado pelo canal no Youtube Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido e pelo aplicativo GOOGLE MEET.

O GESTO – Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido – é formado por curingas-pesquisadores que trabalharam diretamente com Augusto Boal – criador do método – no Centro de Teatro do Oprimido (CTO). Esse grupo organiza, anualmente, as JITOU – Jornadas Internacionais de Teatro do Oprimido e Universidade – que reúne professores, pesquisadores, artivistas, educadores populares, movimentos sociais entre outros que utilizam, nas suas práticas político-pedagógicas, o Teatro do Oprimido como uma arma para a libertação do Oprimido e da Oprimida e tem por objetivo trazer o ensino e o estudo do método para a universidade.

Esta ação foi criada por pesquisadorxs da UFBA e profissionais de outras IES e organizações civis de diversos pontos do país e do exterior que fizeram o curso prático de Extensão “FORMAÇÂO BÁSICA EM TEATRO DO OPRIMIDO no Teatro Castro Alves, Salvador-BA, durante todo o mês de janeiro de 2020 em regime de imersão com os professorxs Dr. Licko Turle, Barbara Santos e Cachalote Matos. Todos sentiram a necessidade de continuidade aos estudos teóricos.

Serviço:
Grupo virtual de estudos em Teatro do Oprimido
Quando: abril a junho, as segundas e quintas-feiras, das 17h às 19h
Onde: canal no Youtube Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido e pelo aplicativo Google Meet
+ Informações: gesto.teatrodooprimido@gmail.com

FICHA TÉCNICA
Articuladores pedagógicos: Prof. Dr. Licko Turle Prof. e Dra. Antônia Pereira
Coordenação EAD: Drª Luzirene Rego
Equipe de organização: Drª Antônia Pereira, Dr. Licko Turle, Prof. Daniella Dutra, Me. Fernando Leão, Prof. Júlio Furtado, Drª Luzirene Rego, Prof. Luana Csermak, Ma. Michele Couto, Prof. Rafael Karnakis, Ma. Simone Requião, Ma. Taína Soares, Drª Kelly Siesh, Prof. Rubens Celestino, Prof. Vanessa Mesa, Ma. Vanéssia Gomes, Dr. Sérgio Aragaki, Cacio Romualdo e Drª Kelly Di Bertolli, Drª Maria Beatriz

APOIO:
GESTO – Grupo de Estudos em Teatro do Oprimido
ABRACE – Associação Brasileira de Pesquisadores e Pós-Graduação em Artes Cênicas
UFBA – Universidade Federal da Bahia
UFSB – Universidade Federal do Sul da Bahia
UFAL – Universidade Federal de Alagoas
PPGAC/UFBA – Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas
ETUFBA – Escola de Teatro da UFBA
FUNCEB – Fundação Cultural do Estado da Bahia
Instituto ARTIVISTA
Grupo Teatro de Caretas

Artes

Olga Gómez faz oficina de desenho gratuita no MAM

Amanda Moreno

Publicado

on

Olga Gómez faz oficina de desenho gratuita no MAM
Olga Gómez faz oficina de desenho gratuita no MAM (Foto: Marcio Lima)

Olga Gómez faz oficina de desenho gratuita no MAM. Olga Gómez, artista plástica, encenadora de formas animadas e diretora da premiada Companhia A RODA de Teatro de Bonecos, irá oferecer uma Oficina de Desenho, gratuitamente, a partir do próximo sábado, dia 20 de abril, no Museu de Arte Moderna da Bahia – MAM-BA. As inscrições poderão ser feitas presencialmente no próprio local, na aula inaugural, que será das 9h às 13h.

O objetivo da oficina é trabalhar as habilidades artísticas e a apreciação estética, que podem ser desenvolvidas por todas as pessoas, com ou sem formação na área. A ação tornou-se possível após o projeto ter vencido o Edital FUNARTE de apoio a ações continuadas, do Governo Federal. Ao longo do ano, ainda estão previstas outra oficina e uma exposição que marcará os 27 anos de fundação da Companhia A RODA.

A Oficina de Desenho, cujo primeiro encontro será no próximo dia 20, está dividida em três módulos flexíveis, distribuídos em vinte encontros que não dependem de participação contínua e que acontecerão sempre aos sábados, das 9h às 13h, sempre no MAM-BA. As aulas abordarão, por exemplo, a análise de obras, os princípios da divina proporção, as leis do crescimento harmônico e o desenho de observação.

A ideia é transformar experiências pessoais em arte. No primeiro módulo, denominado Equipartição do espaço-formato, serão utilizados exercícios com padrões decorativos árabes para avaliar como a geometria influencia no desenho. Dessa forma, os alunos aprenderão a dividir o papel utilizando apenas o olhar, sem a necessidade de fazer uso de ferramentas de medição, que serão introduzidas depois.

Sobre a ministrante:

Olga Gómez é artista plástica e diretora da Companhia A RODA de Teatro de Bonecos. Com formação em Belas Artes, atua como escultora, professora, pesquisadora e encenadora de formas animadas. Nascida em Buenos Aires, Argentina, escolheu Salvador, capital da Bahia, como lar em 1986. Desde 1997, lidera a Companhia A RODA, sendo responsável pela criação e construção de suas figuras e bonecos articulados.

Sua influência vai além das fronteiras do grupo, colaborando com outros diretores e participando de mostras artísticas de artes visuais e de teatro, nacionais e internacionais. Destacam-se suas premiadas montagens “A Cobra Morde o Rabo” e “O Pássaro do Sol”. Em 2008, dirigiu o espetáculo “Amor & Loucura” que viajou por 15 estados e 55 cidades brasileiras. Sua mais recente peça é “Luiz e a Liberdade”, espetáculo de 2017 que utiliza fantoches para contar a história do abolicionista baiano Luiz Gama.

Serviço Oficina de Desenho:

Dias e horários: sábados, das 9h às 13h
Encontro inaugural: 20 de abril de 2024
Duração: 5 meses (20 encontros semanais de 4h)
Carga horária total: 80h
Local: Museu de Arte Moderna MAM-BA (Av. Lafayete Coutinho, s/n, Comércio
Inscrição: gratuita, no próprio local
Material necessário: papel, lápis, caneta, compasso, tesoura e cola

Continue Reading

Artes

ALBA recebe exposição sobre ancestralidade e memória afetiva 

Amanda Moreno

Publicado

on

ALBA recebe exposição sobre ancestralidade e memória afetiva 
ALBA recebe exposição sobre ancestralidade e memória afetiva (Foto: Divulgação)

ALBA recebe exposição sobre ancestralidade e memória afetiva. No próximo dia 22, a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) receberá pela primeira vez a exposição gratuita “Mem-orí-a-A-fé-tiva”, da artista Luzimar Azevedo. A mostra, que acontece até o dia 26, no Saguão Cultural Josaphat Marinho, estará disponível para visitação de segunda a quinta-feira, das 9h às 17h,  e na sexta-feira, das 9h às 11h.

Com referências à abertura de pensamentos e respeito sobre o orí, que segundo as crenças de matrizes africanas, é cabeça, e não simplesmente o crânio, mas guarda memórias e eternizam afetos, a exposição, carregada de criatividade, também é um tributo às pesquisas alimentadas pela ancestralidade.

As 14 obras autorais oferecerão ao público acesso às memórias mais íntimas da artista, incluindo sua relação com a casa onde cresceu e os cuidados que aprendeu na infância, especialmente na casa de santo de Xangô, que pertencia à sua avó. As cores vibrantes e quentes escolhidas revelam muito sobre a personalidade de Luzimar, sendo uma marca registrada em suas telas.

Os  visitantes terão acesso a aspectos populares das matrizes africanas, incluindo rituais, comidas e conversas em yorubá, ressaltando a grandiosidade da exposição ao abordar a situação social dos povos escravizados e sua resistência até os dias atuais.

Continue Reading

Artes

Projeto “Movimenta Cajazeiras” abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança

Amanda Moreno

Publicado

on

Projeto "Movimenta Cajazeiras" abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança
Projeto "Movimenta Cajazeiras" abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança

Projeto “Movimenta Cajazeiras” abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança. A dança é uma das expressões culturais e identitárias de um povo. É pensando neste ato, que nasce o “Movimenta Cajazeiras”, que tem como proposta artístico-metodológica a imersão do corpo em relação às suas experiências com os territórios onde mora e suas produções criativas. Idealizado por artistas do bairro de Cajazeiras, com o intuito de movimentar a cena cultural local, o projeto abre inscrições gratuitas, a partir do dia 10 até 27 de abril, para participação nas oficinas criativas e na Mostra Movimenta, através de formulário virtual disponível AQUI (https://linktr.ee/movimentacajazeiras) ou na BIO do perfil @movimentacajazeiras.

O encontro de Dança, que envolve movimento, criatividade e diversidade, é destinado a artistas informais/formais em dança residentes na região de Cajazeiras, a partir dos 16 anos, prioritariamente pessoas pretas e LGBTQIA+. As oficinas criativas serão ofertadas a todes interessades em formação continuada e instrumentalização profissional, nas abordagens de processos criativos em dança para palco e vídeo e produção cultural.

As oficinas, com 02 horas/aula, ocorrerão no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras. Destinadas para até 20 pessoas cada e com tradução em Libras, acontecerão aos sábados do mês de maio de 2024, sendo elas: Produção Cultura, com a doutora em dança e produtora Inah Irenam, no dia 04 de maio; Do encoberto ao desejado – Criação em Dança, com o coreógrafo Guego Anunciação, no dia 11 de maio; e Cinética.Mov – Dança para Câmera, com o dançarino e coreógrafo Neemias Santana, 18 de maio.

Já a Mostra Movimenta, a ocorrer no dia 25 de maio, terá uma seleção simplificada, em que os interessados deverão preencher formulário com informações básicas do artista/dupla/grupo inscrito, da coreografia e envio de vídeo da mesma, que pode ser feito de câmera de celular. Vale pontuar que, podem se inscrever na Mostra artistas formais, informais e grupos de dança de qualquer estilo de dança – pagode, Jazz, hip hop, contemporânea, ballet, etc.. Os selecionados receberão cachês, o valor dependerá da quantidade de pessoas que compõem a ficha técnica.

Além dos dois eixos acima, oficinas criativas e Mostra, o Movimenta Cajazeiras trará uma terceira ação, a roda de conversa “Futuros Criativos”, a ser realizada com propósito de se formar o Fórum de Dança de Cajazeiras, para a construção de políticas de acesso, permanência e fomento de produções artísticas do bairro-cidade. O bate-papo ocorrerá no dia 26 de maio e é aberto ao público.

O projeto Movimenta Cajazeiras foi contemplado pelo edital Territórios Criativos, com recursos financeiros da Fundação Gregório de Mattos, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Prefeitura de Salvador e da Lei Paulo Gustavo, Ministério da Cultura, Governo Federal. Projeto “Movimenta Cajazeiras” abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança.

Serviço

O quê: Inscrições para oficinas Criativas e Mostra Movimenta Cajazeiras

Quando: 10 a 27 de abril

Link para inscrições: https://linktr.ee/movimentacajazeiras

Mais informações: perfil Instagram @movimentacajazeiras

Ementas

Oficina PRODUÇÃO CULTURAL – com Inah Irenan

Dia 04 de maio, às 14h30, no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras

A oficina visa apresentar as possibilidades, etapas e incentivar a escrita de projetos culturais para a realização de produtos ou eventos artísticos, nas categorias produtivas de artes: formação, criação, produção, difusão, memória e pesquisa na perspectiva de emancipações artísticas de agentes culturais, promovendo a formação técnica de artistas e gestores para atuação e participação em editais públicos.

Oficina Do Encoberto ao Desejado – com Guego Anunciação 

Dia 11 de maio, às 10h, no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras

A partir de exercícios técnicos, a aula propõe uma estruturação do movimento a partir da relação com o espaço, com o tempo, com a música e com a outra pessoa dançante, gerando situações coreográficas que exaltam a força do dançar junto e as belezas do corpo.

Oficina CINÉTICA.MOV – Dança para Câmera – com Neemias Santana

Dia 18 de maio, às 15h, no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras

Aproximações entre dança e audiovisual. Práticas e papos introdutórios sobre as relações entre o pensamento coreográfico e o exercício videográfico. Traga suporte para anotações, a câmera que lhe interessar e roupa confortável para dançar.

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA