Connect with us

Formação

Como Manter a Cultura Popular em Tempos de Pandemia?

Jamile Menezes

Publicado

on

boca_de_brasa_remonta

 

boca_de_brasa_remonta

José Eduardo – Crédito Ana Devora

O projeto Diálogos Boca de Brasa vai discutir este tema e enriquecer o conhecimento sobre cultura popular no próximo sábado (24), às 16h, no canal oficial do Boca de Brasa no YouTube. A atividade integra a programação da Ocupação Artística | BOCA DE BRASA – Remonta no Espaço Cultural Boca de Brasa – CEU de Valéria.

Na edição deste mês os convidados serão o PhD em Cultura Contemporânea (PACC – UFRJ), José Eduardo Ferreira Santos, a educadora social, Jamira Muniz e a multiartista, arte educadora e educadora popular, Natureza França, que compartilharão suas experiências e como pensam estratégias para a manutenção da cultura popular em meio à pandemia. A mediação será por conta da artista plástica autodidata, Ivana Magalhães.

boca_de_brasa_remonta1

Ivana Magalhães

A ocupação

As oficinas integram a Ocupação Artística | BOCA DE BRASA – Remonta, que visa criar uma dinâmica artística no bairro de Valéria, incentivando o surgimento de novos grupos e fortalecendo os já existentes, além de potencializar a dança, linguagem predominante na região. Serão realizadas oficinas técnicas e artísticas, workshops, palco aberto, apresentações culturais, exibição de filmes e bate-papos durante janeiro a junho de 2021 que vão contar com a participação de nomes como o coreógrafo Zebrinha, o humorista Cristian Bell, o músico e produtor cultural André Coscarque e atriz Valdineia Soriano, do Bando de Teatro Olodum.

SERVIÇO
O que: Diálogos Boca de Brasa – como manter a cultura popular em tempos de pandemia – Ocupação Artística | BOCA DE BRASA – Remonta
Quando: 24/04, 16h
Onde: Canal oficial dos Espaços Boca de Brasa

Formação

Boca de Brasa abre inscrições para formações artísticas

Amanda Moreno

Publicado

on

Boca de Brasa abre inscrições para formações artísticas
Boca de Brasa abre inscrições para formações artísticas (Foto: Divulgação)

Boca de Brasa abre inscrições para formações artísticas. O projeto Boca de Brasa, que está há quase 38 anos exercendo atividades para fortalecer, promover a cultura e estimular a criatividade na cidade, chega em 2024 com a parceria entre o Instituto CEAFRO – ICEAFRO, e a Fundação Gregório de Mattos, que juntos realizam as ações dos Polos Criativos Boca de Brasa, com inscrições iniciando em 29 de fevereiro, seguindo até 27 de março através do site iceafro.org.br.

Os inscritos terão a oportunidade de participar de formações artístico-culturais e criativas que buscam reunir iniciativas, grupos, coletivos, espaços e organizações culturais em regiões de Salvador; desta vez, as unidades integradas serão os espaços Boca de Brasa Gantois e Boca de Brasa Malê, que vão acolher as atividades. A iniciativa tem coordenação geral de Fabíola Aquino, coordenação pedagógica de Nazaré Lima e direção artística de Val Soriano.

Utilizando o provérbio africano “Se você quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá acompanhado” como lema, a Escola Criativa oferece 90 horas de formação e será realizado nas Prefeituras Bairro de Itapuã e Barra/Pituba, as aulas que tem previsão de início em dois de abril.

O ICEAFRO, desde 2012, tem como visão enfrentar o racismo e o sexismo por meio da educação, baseando suas ações nos princípios de ancestralidade, identidade e resistência. E os Polos Criativos Boca de Brasa são espaços territoriais que concentram uma variedade de atividades formativas, de produção, articulação, difusão, circulação e fruição cultural, atuando a partir do tripé Escola Criativa Boca de Brasa, Espaço Boca de Brasa e Festival Boca de Brasa.

Destinados a jovens e adultos interessados no campo da cultura ou da economia criativa, os cursos oferecidos são compostos por laboratórios socioemocionais e de mídias sociais, além de cursos específicos para cada Polo. Durante o programa, os participantes terão acesso a atividades complementares, como visitas técnicas a centros culturais e cineclubes, e apresentações culturais.

Após a conclusão das oficinas específicas de cada Polo serão oferecidas atividades optativas em cinco áreas diferentes, além de uma oficina de empreendedorismo e gestão. Ao final do programa, os participantes receberão um certificado de conclusão, totalizando 90 horas de formação.

O Polo Itapuã, localizado na sede do Bloco Afro Malê Debalê, oferecerá os cursos de Dança Afro, Música, Sonorização, Figurino e Adereços, Turismo Cultural e Comunitário. Já, o Polo Barra/Pituba, situado na Escola do Gantois, disponibilizará formação em audiovisual e fotografia, música, sonorização, contrarregragem e gastronomia.

Essas ações são fruto da seleção da proposta do ICEAFRO no Edital 06/2023 – Polos Criativos Boca de Brasa, financiado pela Prefeitura de Salvador via Fundação Gregório de Mattos.

Outras informações e inscrições, acesse o site iceafro.org.br.

Continue Reading

Formação

Instituto A Mulherada lança oficinas de percussão gratuitas

Amanda Moreno

Publicado

on

Instituto A Mulherada lança oficinas
Instituto A Mulherada lança oficinas

Instituto A Mulherada lança oficinas de percussão gratuitas. O Instituto A Mulherada está com inscrições abertas para oficinas gratuitas de percussão e música afro, com o intuito de capacitar jovens mulheres e LGBTQIAPN+ na arte, além de fomentar o debate sobre violência doméstica e empoderamento. As Oficinas começam nesta segunda-feira (26), na sede do Instituto no Centro Histórico, às 17h. Inscrições limitadas.

A iniciativa visa a equidade de gênero, engajando mulheres, lésbicas, bissexuais, transsexuais, travestis e pessoas não-binárias, promovendo a união de diferentes identidades de gênero. Ela integra as ações da 5ª edição do projeto “Tambores pelo Fim da Violência – Tocar Pode Bater Não”, nos Territórios Criativos do Centro Histórico de Salvador. Com o projeto, o Instituto utiliza a música, a arte como instrumentos de conscientização e empoderamento para combater a violência doméstica e familiar contra mulheres, além de promover sua inclusão no mercado de trabalho.

O projeto, que se inicia com as Oficinas, ainda prevê a realização de rodas de conversa sobre temas relacionados à violência doméstica, direitos das mulheres, igualdade de gênero e cultura afro-brasileira. Esses espaços proporcionarão diálogos abertos, compartilhamento de histórias e troca de experiências.

No encerramento das ações, a banda A Mulherada, formada por mulheres, apresentará show musical gratuito na cidade com a presença de convidadas. O show reforçará a mensagem do Instituto no combate à violência e o fortalecimento das mulheres, atraindo a atenção da comunidade nessa campanha. A abrangência do projeto visa unir pessoas que compartilham o compromisso com a causa e tem como o objetivo criar uma rede de apoio poderosa e eficaz para enfrentar as violências. Todas as ações ocorrem no mês de março.

O Instituto
O Instituto A Mulherada tem por missão lutar pela defesa dos direitos das mulheres vítimas de violência, sem oportunidade de emprego e pela inclusão educacional e profissional das mesmas. Criado em 2001, a partir da identificação das demandas e necessidades da população feminina de Salvador, especialmente mulheres negras em situação de vulnerabilidade, o Instituto vem intervindo na realidade do cotidiano, colaborando para que as mulheres rompam com o ciclo do silêncio que se inicia com a submissão e dependência, culminada muitas vezes no óbito dessas vítima. Por meio da arte e da cultura.

Instituto A Mulherada lança oficinas de percussão gratuitas. Este projeto foi contemplado pelo edital Territórios Criativos, com recursos financeiros da Fundação Gregório de Mattos, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Prefeitura de Salvador e da Lei Paulo Gustavo, Ministério da Cultura, Governo Federal.

SERVIÇO
Oficinas de Percussão
Quando: 26 de fevereiro, das 17h às 19h
Onde: Sede do Instituto A Mulherada (Rua do Tesouro, 39 – Centro, Salvador) | Em frente à Secretaria Municipal da Fazenda
Quanto: Gratuito | Inscrições online limitadas: https://forms.gle/hMNA7k7RNWA3Bfvz6 
Mais informações: (71) 98820-9529 | Instagram: @institutoamulherada @bandaamulherada

Continue Reading

Formação

Inscrições abertas para Curso de Inglês voltado para público negro

Amanda Moreno

Publicado

on

Inscrições abertas para Curso
Inscrições abertas para Curso de Inglês voltado para público negro (Foto: Divulgação)

Inscrições abertas para Curso de Inglês voltado para público negro. O Ifé English Course, curso de língua inglesa que ensina através de elementos da cultura negra, está com vagas abertas para as primeiras turmas de 2024.

Nesta edição, haverá uma turma voltada para adolescentes com idade entre 13 e 20 anos. No primeiro semestre de 2024, o curso abre turmas que abrangem desde o básico ao avançado, com aulas de segunda a sábado.

As aulas são online, tanto ao vivo quanto gravadas, através da plataforma Google Meet.

O investimento é de R$ 85 mais a taxa de matrícula de R$ 30 a ser paga no primeiro mês.

O Ifé English Course é um curso destinado ao domínio da língua inglesa a partir de uma perspectiva afrocentrado, incorporando elementos das diversas culturas negras. Inscrições abertas para Curso de Inglês voltado para público negro.

Além das aulas, o curso promove atividades culturais como passeios, encontros e aulas abertas.

Também há opção de capacitação de professores para um ensino de línguas afro-referenciado que é dividido em sete semestres, com diferentes níveis, do básico ao avançado.

O programa completo tem a duração de 3 anos e 6 meses. As aulas ocorrem uma vez por semana, com duas horas de duração.

Pessoas interessadas devem se inscrever no site do Ifé English Course.

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA