Connect with us

Audiovisual

Atrizes Eddy Veríssimo e Juliana Monique lançam projeto “Sobejo: Processo Indeferido” no Youtube

Jamile Menezes

Publicado

on

 

Foto Juarez Andaluz

 

No dia de todas as mulheres – 8 DE MARÇO – as atrizes e produtoras Eddy Veríssimo e Juliana Monique lançam o projeto “Sobejo: Processo Indeferido”, uma série audiovisual homônima com cinco episódios em torno das formas de violência tipificadas na Lei Maria da Penha. A exibição dos episódios será no canal do Youtube Sobejo e será seguida da exibição do espetáculo SOBEJO, que inspirou a série.

Os episódios falam de como as violências são constantes nos lares e muitas vezes difíceis de serem detectadas. Além das exibições, haverá, ainda, um webinário que abordará “O processo criativo e o papel da arte na denúncia das mazelas crônicas da sociedade”, além de uma live com especialista no combate à violência doméstica e feminicídio.

A série reúne Eddy Veríssimo, Indaiá Oliveira, Juliana Monique, Thais Grecco e Denise Correia, e para colaborar no ecoar de vozes femininas silenciadas pela violência doméstica e feminicídio o elenco conta com a participação dos atores Cláudio Nyack, Israel Barreto e Luiz Buranga, que também assina o roteiro.

“O objetivo da série é evidenciar e promover educação e reflexão sobre um tema sensível, mas que precisa chegar na sociedade cada vez mais frequente, por isso, os cinco episódios evidenciam as consequências da violência sobre a vidas das mulheres”, afirma a atriz Juliana Monique.

“A importância é a de fomentar na sociedade o questionamento do lugar onde a mulher é colocada, a rejeição e a subvida que lhe é permitida e também ao cerceamento dos seus direitos básicos. Buscamos através da arte rejeitar todo e qualquer processo que queira destinar o resto para nós, mulheres”, completa a atriz Eddy Veríssimo.

Esse projeto foi contemplado pelo Prêmio Riachão – Projetos de Pequeno Porte, da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura Municipal de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, destinado pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Serviço:
SOBEJO: PROCESSO INDEFERIDO
Quando: 8 de março, 19h
Onde: Canal do Youtube Sobejo

 

Audiovisual

Festival Cinderela Baiana de Cinema recebe curtas-metragens

Jamile Menezes

Publicado

on

Estão abertas as inscrições para o 1º Festival Cinderela Baiana de Cinema, iniciativa que vai selecionar curtas-metragens.  Entre os segmentos estão ficção, animação, experimental e documentário.

O evento acontece em agosto, em Salvador, e inclui em sua programação a mostra dos filmes selecionados, palestras, oficinas,  além de uma premiação. Para inscrever seus filmes, as pessoas interessadas devem apenas preencher, gratuitamente, o formulário disponível  no site www.festivalcinderelabaiana.com até o dia 27 de junho.

“O Festival Cinderela Baiana busca promover e encorajar que realizadores estreantes e inexperientes do audiovisual baiano exibam seus filmes, sem julgamentos e assim, contribuam para a valorização da produção local de cinema em formato independente. O festival traz em sua programação mostras em formato competitivo que premiará os filmes escolhidos pelo bom humor, diversão e criatividade, com o troféu Cinderela Baiana, de acordo com as categorias”, explica Rafa Martins, um dos realizadores do projeto.

Alguns critérios, além das categorias, precisam ser preenchidos para que a inscrição do filme seja validada e entre para a competição:

  • Duração de 3 a 15 minutos, incluindo créditos;

  • Produzidos na Bahia ou por realizadores brasileiros residentes na região;

  • Ter os direitos autorais e de imagem;

  • Filme completo hospedado no YouTube ou Vimeo.

Não há limite de  inscrições por  realizador no Festival Cinderela Baiana. No entanto, é necessário uma ficha de inscrição para cada curta-metragem. A seleção dos filmes será realizada por um grupo de curadores com experiência em curadoria e análise técnica e a lista dos será divulgada no site e nas redes sociais do festival.

“Acolhimento e diversão são dois pilares do Cinderela e a ideia é expandir o festival em futuras edições e conseguir incentivo para aumentar conexões e prestigiar ainda mais os realizadores.”, finaliza Martins.

Continue Reading

Audiovisual

DiALAB Festival abre inscrições para roteiristas e produtores negros

Jamile Menezes

Publicado

on

A DiALAB tem feito um trabalho intenso de articulação com os mais variados estados

A plataforma internacional DiALAB, uma das principais aceleradoras de projetos audiovisuais do Brasil, abre inscrições para os laboratórios de projetos do DiALAB Festival, evento que reúne talentos negros, profissionais da indústria e amantes do audiovisual de diversas partes do mundo, e acontece de 06 a 14 de dezembro, em Salvador. As inscrições podem ser feitas a partir do dia 19/06 no site da plataforma: www.dialab.me

Os programas de desenvolvimento de projetos do Festival são direcionados para roteiristas e produtores negros do mundo todo que já tenham realizado longa ou curtas metragens e queiram aprimorar seus projetos e filmes, além de fazerem conexões com a indústria. O evento será realizado no Centro de Convenções do Wish Hotel da Bahia para participantes e convidados de diversos países, que poderão vivenciar uma experiência imersiva inesquecível ao longo de 9 dias.

Nesta edição, além dos tradicionais programas de desenvolvimento de projetos: DiALAB Docs, DiALAB Fics e DiALAB Séries, a plataforma inaugura o DiALAB WIP, seu programa para filmes em estágio de montagem e finalização. Outra novidade é o lançamento no Brasil do Brave Futures, uma competição de curtas-metragens feitos em até 48h, parceria inédita entre a DiALAB e a Open Television, uma premiada plataforma sem fins lucrativos liderada por Elijah McKinnon e com sede nos Estados Unidos. A programação trará ainda novas trilhas temáticas, ampliação das atividades de mercado e atração de profissionais da indústria internacional, novos patrocinadores e parceiros institucionais, conferências, mostra de filmes, mostra de músicas, pitch, consultorias jurídicas e cursos de formação.

Os programas Fics e Docs vão oferecer bolsas exclusivas do Programa Ibermedia que contemplam os custos com passagem aérea, hospedagem e alimentação para auxiliar até 12 pessoas no desenvolvimento dos seus projetos. Os respectivos regulamentos com todos os detalhes estão disponíveis no site do festival (www.dialab.me). Para os projetos selecionados, haverá ainda uma residência Pop-up no Film Residence, em abril na Suécia.

“A DiALAB tem feito um trabalho intenso de articulação com os mais variados estados do Brasil e países da América Latina, Europa e África e, com isso, se tornado referência em aceleração de projetos audiovisuais e atraído participantes de diversas partes do mundo para os programas da plataforma. Estamos felizes em proporcionar um espaço criativo de excelência para que profissionais negros de todo o mundo tenham acesso às ferramentas necessárias para impulsionar suas carreiras, projetos e negócios dentro da indústria.”, celebram Emerson Dindo e Leandro Santos.

Continue Reading

Audiovisual

Filme sobre caso Geovane é exibido na Sala Walter da Silveira

Jamile Menezes

Publicado

on

Nesta quinta-feira (13), às 18h30, na Sala Walter da Silveira, localizada na Rua General Labatut, 27, Barris, Salvador, Bahia, será exibido o filme “Sem Descanso”, dirigido por Bernard Attal. A exibição é gratuita e será seguida por um debate sobre a letalidade policial na Bahia.

O filme “Sem Descanso” narra a trágica história de Geovane, um jovem de um bairro periférico de Salvador – Bahia, que em 2014 foi preso pela polícia militar e nunca mais foi visto. O documentário entrelaça a investigação do caso com uma análise das raízes da brutalidade policial no Brasil.

O debate contará com a presença de Rute Fiuza, representante das Mães de Maio do Nordeste; Bernard Attal, cineasta e diretor do filme; Jurandy de Santana, empresário e pai de Geovane Mascarenhas; Gel Santana, fundadora da Santa Luzia Filmes; e Larissa Neves, pesquisadora e articuladora política da Iniciativa Negra. A mediação será feita por Camila Fiuza, ativista e jornalista. Dados do Ministério da Justiça e Segurança Pública apontam que a Bahia lidera, em números absolutos, em mortes por violência policial. A letalidade cresceu 15% na Bahia em 2023, em comparação com o ano anterior.

A exibição é uma realização da Santa Luzia Filmes, com o apoio da Iniciativa Negra e apoio institucional da DIMAS, Fundação Cultural do Estado da Bahia e do Governo do Estado da Bahia. Este projeto foi contemplado nos Editais Paulo Gustavo Bahia, contando com apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura, viabilizado pela Lei Paulo Gustavo, direcionada pelo Ministério da Cultura do Governo Federal. A Lei Paulo Gustavo (PGBA) foi criada para implementar ações emergenciais de apoio ao setor cultural, conforme a Lei Complementar nº 195, de 8 de julho de 2022.

SERVIÇO
Evento: Exibição do filme “Sem Descanso” e debate sobre letalidade policial
Data: 13 de junho de 2024
Horário: 18h30
Local: Sala Walter da Silveira, Rua General Labatut, 27, Barris, Salvador, Bahia
Custo: Gratuito

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA