Connect with us

Cultura

Bárbara Carine fez noite de autógrafos na Biblioteca Central

Amanda Moreno

Publicado

on

Bárbara Carine fez noite de autógrafos na Biblioteca Central

Bárbara Carine fez noite de autógrafos na Biblioteca Central. A chuva deu uma trégua no final desta quinta-feira (22) para o lançamento de mais um livro da educadora, escritora, pesquisadora e ativista, Bárbara Carine. Intitulado “Querido estudante negro” o evento foi realizado no Quadrilátero da Biblioteca Central, nos Barris. Após o sucesso de “Como ser um educador antirracista”, a ativista compartilha experiências pessoais repletas de tensões sociais e raciais.

No novo livro, Bárbara dialoga com dois estudantes negros que, independente das condições financeiras ou sociais, compartilham as experiências vividas em formato de cartas fictícias. “São histórias de ficção, mas, ao mesmo tempo, as histórias narradas pela jovem negra são todas histórias da minha vida, então, na realidade, é uma ficção que eu diria que é autobiográfica”, contou a educadora e influencer.

Bárbara Carine fez noite de autógrafos na Biblioteca Central

Bárbara Carine fez noite de autógrafos na Biblioteca Central (Foto: Henrique Santos)

Para Daudi Akil, estudante oriundo de escola pública e bolsista em escola particular de salvador, existe uma ansiedade de receber o autógrafo da autora e de ler o livro que segura firme nas mãos. “Já tô muito ansioso para ler esse livro. Eu tenho a certeza que vai ter muita batalha aqui dentro, porque hoje em dia viver numa sociedade dessa forma é horrível. Ser negro já é uma coisa difícil, imagina pra uma mulher negra? Aqui tem parte da história de vida dela, então deve ter sido muita batalha, inclusive, pra publicar o livro”, explicou o jovem estudante.

Com quase 400 mil seguidores nas redes sociais, a intelectual conversou com o público que lotou o Quadrilátero da Biblioteca. Ela explicou que no livro a ideia é mergulhar na complexidade da formação de subjetividades negras e que traz a perspectiva de uma psicopedagogia com leitura racial. Ao final Bárbara contou que já tem outro livro no forno, que parou para escrever “Querido estudante negro”, mas já retomou a escrita. Em breve, mais novidades!

Cultura

Jogo baiano Odoyá está disponível na plataforma Steam

Amanda Moreno

Publicado

on

Jogo baiano Odoyá está disponível na plataforma Steam
Jogo baiano Odoyá está disponível na plataforma Steam

Jogo baiano Odoyá está disponível na plataforma Steam, plataforma online de jogos. Neste jogo, os jogadores assumem o papel de Jana, uma menina de 10 anos que foi acolhida por Iemanjá, quando a ação dos homens provocou uma grande inundação e o fim da primeira humanidade. Quando a humanidade ressurgiu e voltou a crescer, os homens esqueceram novamente da importância de respeitar as forças da natureza e Jana precisa cuidar do meio ambiente, salvar os animais e os próprios humanos dos desastres ambientais que provocam.

Este jogo levará o participante a uma viagem por um mundo rico e vibrante inspirado na mitologia afro-brasileira. O game pode ser adquirido neste link.

Victor Cayres, roteirista do projeto, explica como surgiu a obra. “A ideia de Odoyá surgiu de Cristhyane Ribeiro, da Sinergia Games que tem uma linha de jogos relacionados à cultura de matriz africana, com uma perspectiva de possibilitar uma maior representatividade e fomentar a educação. Ela, Joe Santos e eu nos juntamos para desenvolver esse universo ficcional e reunimos nossas três empresas na coprodução do projeto”, conta.

Além do game, o projeto conta ainda com um curta-metragem homônimo, que já participou de alguns festivais. A obra, juntamente com o trailer do game, será exibida na oficina Narrativas Transmídia: Como Construir um Universo Ficcional, ministrada por Victor na programação do World Criativity Day 2024, no Cinema do Parque Shopping, em Lauro de Freitas. Inscrições neste link. Jogo baiano Odoyá está disponível na plataforma Steam.

Continue Reading

Audiovisual

Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2 

Amanda Moreno

Publicado

on

Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2 
Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2 (Foto: Distribuição H2O Filmes / Divulgação / CP)

Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2. Sucesso de bilheteria em 2023, o filme ‘Ó Paí, Ó 2’ será exibido novamente na tela de cinema, em Salvador, como parte da programação oficial da 5ª edição da Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba. A ‘Sessão Telecine’ na MIMB acontece no sábado (20), em duas exibições gratuitas – às 17h30 e às 19h30 -, no cinema Sala de Arte, localizado no Corredor Vitória. Quem desejar assistir à comédia na telona – sequência do longa-metragem que virou série e foi sucesso há 15 anos – pode retirar os ingressos através do link a seguir: https://linktr.ee/ingressosmimb. Antes do início de cada sessão, Daiane Rosário, idealizadora e produtora executiva do festival, irá mediar uma roda de conversa apresentando detalhes sobre a produção.

A MIMB também marcará presença no Telecine Touch, que irá exibir, na sexta (19), o especial ‘Aquecimento Festival MIMB’, trazendo cinco filmes estrelados e dirigidos por pessoas negras. Como parceiro o Telecine vem atuando na promoção e no fortalecimento do audiovisual negro, ampliando a exibição de produções dirigidas, produzidas e estreladas por pessoas negras. Medida Provisória, Marte Um e Mussum, o Filmis estão entre os filmes que fazem parte da programação no canal, que tem início às 16h30. A programação completa pode ser consultada no perfil do Instagram da mostra de cinema @oficialmimb.

Ó Paí, Ó 2
Pouco mais de 15 anos após o primeiro filme, ‘Ó Paí, ó 2’ foi lançado como sequência da icônica história de Roque (Lázaro Ramos) e seus vizinhos, que vivem situações polêmicas e cômicas no Centro Histórico de Salvador. Da busca pela fama à falência de bar, Dona Joana (Luciana Souza), Neuzão (Tania Toko), Edvana Carvalho (Lúcia), Erico Brás (Reginaldo), Psilene (Dira Paes) e outros atores estrelam comoções e confusões que se entrelaçam com os
animados preparativos para a tradicional festa de Iemanjá. O filme é dirigido por Viviane Ferreira, tem classificação de 14 anos e duração de 96 minutos.

Serviço:
O QUÊ: Sessão Telecine – Ó Paí, Ó 2
QUANDO: Sábado, 20 de abril
ONDE: Sala de Arte – Corredor da Vitória
QUANTO: gratuito
INGRESSOS: https://linktr.ee/ingressosmimb
SITE OFICIAL: www.mimb.com.br
INSTAGRAM: @oficialmimb

Continue Reading

Artes

Projeto “Movimenta Cajazeiras” abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança

Amanda Moreno

Publicado

on

Projeto "Movimenta Cajazeiras" abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança
Projeto "Movimenta Cajazeiras" abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança

Projeto “Movimenta Cajazeiras” abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança. A dança é uma das expressões culturais e identitárias de um povo. É pensando neste ato, que nasce o “Movimenta Cajazeiras”, que tem como proposta artístico-metodológica a imersão do corpo em relação às suas experiências com os territórios onde mora e suas produções criativas. Idealizado por artistas do bairro de Cajazeiras, com o intuito de movimentar a cena cultural local, o projeto abre inscrições gratuitas, a partir do dia 10 até 27 de abril, para participação nas oficinas criativas e na Mostra Movimenta, através de formulário virtual disponível AQUI (https://linktr.ee/movimentacajazeiras) ou na BIO do perfil @movimentacajazeiras.

O encontro de Dança, que envolve movimento, criatividade e diversidade, é destinado a artistas informais/formais em dança residentes na região de Cajazeiras, a partir dos 16 anos, prioritariamente pessoas pretas e LGBTQIA+. As oficinas criativas serão ofertadas a todes interessades em formação continuada e instrumentalização profissional, nas abordagens de processos criativos em dança para palco e vídeo e produção cultural.

As oficinas, com 02 horas/aula, ocorrerão no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras. Destinadas para até 20 pessoas cada e com tradução em Libras, acontecerão aos sábados do mês de maio de 2024, sendo elas: Produção Cultura, com a doutora em dança e produtora Inah Irenam, no dia 04 de maio; Do encoberto ao desejado – Criação em Dança, com o coreógrafo Guego Anunciação, no dia 11 de maio; e Cinética.Mov – Dança para Câmera, com o dançarino e coreógrafo Neemias Santana, 18 de maio.

Já a Mostra Movimenta, a ocorrer no dia 25 de maio, terá uma seleção simplificada, em que os interessados deverão preencher formulário com informações básicas do artista/dupla/grupo inscrito, da coreografia e envio de vídeo da mesma, que pode ser feito de câmera de celular. Vale pontuar que, podem se inscrever na Mostra artistas formais, informais e grupos de dança de qualquer estilo de dança – pagode, Jazz, hip hop, contemporânea, ballet, etc.. Os selecionados receberão cachês, o valor dependerá da quantidade de pessoas que compõem a ficha técnica.

Além dos dois eixos acima, oficinas criativas e Mostra, o Movimenta Cajazeiras trará uma terceira ação, a roda de conversa “Futuros Criativos”, a ser realizada com propósito de se formar o Fórum de Dança de Cajazeiras, para a construção de políticas de acesso, permanência e fomento de produções artísticas do bairro-cidade. O bate-papo ocorrerá no dia 26 de maio e é aberto ao público.

O projeto Movimenta Cajazeiras foi contemplado pelo edital Territórios Criativos, com recursos financeiros da Fundação Gregório de Mattos, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Prefeitura de Salvador e da Lei Paulo Gustavo, Ministério da Cultura, Governo Federal. Projeto “Movimenta Cajazeiras” abre inscrições para Oficinas e Mostra de Dança.

Serviço

O quê: Inscrições para oficinas Criativas e Mostra Movimenta Cajazeiras

Quando: 10 a 27 de abril

Link para inscrições: https://linktr.ee/movimentacajazeiras

Mais informações: perfil Instagram @movimentacajazeiras

Ementas

Oficina PRODUÇÃO CULTURAL – com Inah Irenan

Dia 04 de maio, às 14h30, no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras

A oficina visa apresentar as possibilidades, etapas e incentivar a escrita de projetos culturais para a realização de produtos ou eventos artísticos, nas categorias produtivas de artes: formação, criação, produção, difusão, memória e pesquisa na perspectiva de emancipações artísticas de agentes culturais, promovendo a formação técnica de artistas e gestores para atuação e participação em editais públicos.

Oficina Do Encoberto ao Desejado – com Guego Anunciação 

Dia 11 de maio, às 10h, no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras

A partir de exercícios técnicos, a aula propõe uma estruturação do movimento a partir da relação com o espaço, com o tempo, com a música e com a outra pessoa dançante, gerando situações coreográficas que exaltam a força do dançar junto e as belezas do corpo.

Oficina CINÉTICA.MOV – Dança para Câmera – com Neemias Santana

Dia 18 de maio, às 15h, no Polo Criativo Boca de Brasa de Cajazeiras

Aproximações entre dança e audiovisual. Práticas e papos introdutórios sobre as relações entre o pensamento coreográfico e o exercício videográfico. Traga suporte para anotações, a câmera que lhe interessar e roupa confortável para dançar.

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA