Connect with us

Audiovisual

Valdineia Soriano e Renan Motta integram elenco de “No Rancho Fundo”

Jamile Menezes

Publicado

on

Renan Motta e Valdineia Soriano

Um baiano e uma baiana estarão na próxima novela da Rede Globo, No Rancho Fundo. A novela se passa no Nordeste, e trará o Sertão nordestino como cenário da trama. Nela, os atores do Bando de Teatro Olodum, Renan Motta e Valdineia Soriano integram o elenco, levando mais uma vez a cara preta da Bahia para as telas globais.

Renan interpreta o guarda civil Marconi, que tem orgulho de sua função na cidade de Labão da Beirada, onde todo mundo se conhece. “Estou muito feliz em fazer parte de um projeto como No Rancho fundo. Uma novela leve, divertida, com um elenco diverso e uma equipe maravilhosa. Uma novela com muitos atores e atrizes nordestinos, falando de um lugar nosso, é muito importante. Tem gente de diversos lugares do nordeste, o texto do Mario Teixeira é maravilhoso, sempre certeiro e divertido”, diz Renan.

O ator é oriundo do Bando de Teatro Olodum, uma das mais prestigiadas companhias de teatro negro do país. Para ele, levar esse legado para as casas de milhões de brasileiros é especial.

“O Bando me preparou para tudo na vida, me deu auto-estima e confiança para ser quem eu quiser ser. Ao mesmo tempo, me ensinou a respeitar quem veio antes, então tudo que faço tem muita responsabilidade e compromisso. Ter Valdineia Soriano junto comigo nesse projeto é um luxo. Ela foi minha professora e diretora, depois fomos um casal em Ó Pai Ó (peça). Já foi minha mãe do cinema em “Ilha”, além de amiga é uma pessoa que amo muito. É como ter minha companhia de teatro aqui pertinho. Isso não tem preço”, enfatiza Renan.

Sobre ele

Renan Motta iniciou sua carreira em 2004 no teatro. Formado pela UFBA e pelo “Bando de Teatro Olodum”, grupo do qual faz parte desde 2013, seu primeiro contato com o audiovisual foi em 2014, quando protagonizou o curta “Negra”, com direção de Fred Belchior. Em 2018, fez parte do elenco da novela “Segundo Sol” da Rede Globo, dirigida por Dennis Carvalho. No mesmo ano, protagonizou o longa-metragem “Ilha”, premiado em diversos Festivais com direção de Glenda Nicácio e Ary Rosa. Com direção de Luciano Moura, foi antagonista em um dos Episódios da Série “Destino Salvador”, da 02 Filmes. Integrou elenco de Ó Paí O 2, fazendo o vilão Dantas. Em 2019, esteve no elenco do longa-metragem “Medida Provisória”, dirigido por Lázaro Ramos e, em 2022, deu vida ao hacker Herbert, em “Verdades secretas 2 “ (Globo) e esteve em Terra e Paixão (Globo), na qual deu vida ao personagem Lúcio.

Renan Motta estreia em No Rancho Fundo

Renan Motta

Já para Valdineia, o convite foi uma grata surpresa. Ela interpreta a matriarca Dona Manuela, que enfrenta as agruras da diabetes ao longo da trama. “Foi uma surpresa, Dona Manuela é um personagem muito interessante, é casada, tem um filho adotivo com uma relação de conflitos com o marido, preocupada com o avanço de sua doença. Uma mulher que tem o poder econômico da família, de bom humor. Como toda mulher preta, ela busca o equilíbrio na família sem submissão, é líder, uma verdadeira matriarca e uma mulher preta muito firme”, caracteriza Vadineia.

Também levando o legado do Bando de Teatro Olodum pro Brasil inteiro ver mais uma vez, para Valdineia essa oportunidade é especial por muitos motivos.

“O Bando me deu régua e compasso para me colocar diante desse desafio de atriz. Onde tem um bando, temos o Bando inteiro, como costumamos dizer. Estou sendo muito bem acolhida pela equipe, direção e todo elenco. Estou feliz de tá dentro de um processo diferente, mas levando o nome do Bando. É muito bom ver caras pretas em todas as equipes, isso é bem fortalecedor. Quero levar bem o nome da Bahia e do Bando para as telas”, afirma Val.  

A próxima novela das 6, No Rancho Fundo, tem estreia confirmada para o dia 15 de abril na Rede Globo.

Valdineia Soriano atua na novela

Valdineia Soriano | Foto Valmyr Ferreira

Sobre ela

Valdineia Soriano é atriz do Bando de Teatro Olodum desde sua formação em 1990, atuando também como produtora e diretora de espetáculos. Participou das primeiras montagens da companhia e acompanhou sua consolidação no cenário teatral baiano. Sua experiência de palco envolve mais de 35 montagens, entre elas: ‘Essa é a nossa praia’, ´Ó, Paí, Ó’ e ‘Bai Bai, Pelô’, espetáculos de estreia do repertório do grupo, além de ‘Medeamaterial’ (texto de Heiner Muller), ‘Ópera de Três Reais’ (texto de Bertold Brecht), ‘Cabaré da Rrrrraça’, o infantil ‘Áfricas’, ‘Bença’ , ‘Dô’ (Tadashi Endo), ‘Erê’ e a versão afro-baiana para o clássico de Shakespeare, ‘Sonho de uma noite de Verão’. Entre os filmes estrelados estão: ‘Jenipapo’ (1994) e ‘Ó, Paí, Ó’ (2006), ambos de Monique Gardenberg; ‘O Jardim das Folhas Sagradas’ (2006), de Póla Ribeiro; ‘Tim Maia’ (2014), de Mauro Lima; ‘Café com canela’ (2016) e ‘Ilha’ (2017) de Glenda Nicácio e Ary Rosa; Vivendo (2021), de de Letícia Estela; O Ovo (2021), de Rayane Teles; Alecrim e o Sonho (2022), de Valério Fonseca; e ‘Ó PAÍ,Ó 2 (2023) de Viviane Ferreira. Na televisão, Valdineia atuou em ‘Ó Paí, ó’, o Seriado de 2008 e 2009; ‘O Curioso’, quadro do Fantástico dirigido por Lázaro Ramos; o especial ‘Falas Negras’, o seriado ‘Mister Brau’, ‘O Pequeno Gigante (2020)’, minissérie de Anderson Soares e a novela Vai na Fé.

Foto Valdineia | Valmyr Ferreira

Audiovisual

Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2 

Amanda Moreno

Publicado

on

Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2 
Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2 (Foto: Distribuição H2O Filmes / Divulgação / CP)

Salvador recebe sessões gratuitas de Ó Paí, Ó 2. Sucesso de bilheteria em 2023, o filme ‘Ó Paí, Ó 2’ será exibido novamente na tela de cinema, em Salvador, como parte da programação oficial da 5ª edição da Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba. A ‘Sessão Telecine’ na MIMB acontece no sábado (20), em duas exibições gratuitas – às 17h30 e às 19h30 -, no cinema Sala de Arte, localizado no Corredor Vitória. Quem desejar assistir à comédia na telona – sequência do longa-metragem que virou série e foi sucesso há 15 anos – pode retirar os ingressos através do link a seguir: https://linktr.ee/ingressosmimb. Antes do início de cada sessão, Daiane Rosário, idealizadora e produtora executiva do festival, irá mediar uma roda de conversa apresentando detalhes sobre a produção.

A MIMB também marcará presença no Telecine Touch, que irá exibir, na sexta (19), o especial ‘Aquecimento Festival MIMB’, trazendo cinco filmes estrelados e dirigidos por pessoas negras. Como parceiro o Telecine vem atuando na promoção e no fortalecimento do audiovisual negro, ampliando a exibição de produções dirigidas, produzidas e estreladas por pessoas negras. Medida Provisória, Marte Um e Mussum, o Filmis estão entre os filmes que fazem parte da programação no canal, que tem início às 16h30. A programação completa pode ser consultada no perfil do Instagram da mostra de cinema @oficialmimb.

Ó Paí, Ó 2
Pouco mais de 15 anos após o primeiro filme, ‘Ó Paí, ó 2’ foi lançado como sequência da icônica história de Roque (Lázaro Ramos) e seus vizinhos, que vivem situações polêmicas e cômicas no Centro Histórico de Salvador. Da busca pela fama à falência de bar, Dona Joana (Luciana Souza), Neuzão (Tania Toko), Edvana Carvalho (Lúcia), Erico Brás (Reginaldo), Psilene (Dira Paes) e outros atores estrelam comoções e confusões que se entrelaçam com os
animados preparativos para a tradicional festa de Iemanjá. O filme é dirigido por Viviane Ferreira, tem classificação de 14 anos e duração de 96 minutos.

Serviço:
O QUÊ: Sessão Telecine – Ó Paí, Ó 2
QUANDO: Sábado, 20 de abril
ONDE: Sala de Arte – Corredor da Vitória
QUANTO: gratuito
INGRESSOS: https://linktr.ee/ingressosmimb
SITE OFICIAL: www.mimb.com.br
INSTAGRAM: @oficialmimb

Continue Reading

Audiovisual

Rachel Reis faz show gratuito na abertura do MIMB hoje (17)

Amanda Moreno

Publicado

on

Rachel Reis faz show gratuito na abertura do MIMB hoje (17)
Rachel Reis faz show gratuito na abertura do MIMB hoje (17) (Foto: Edgar Azevedo)

Rachel Reis faz show gratuito na abertura do MIMB hoje (17). Chegou o momento de exaltar a importância das produções audiovisuais negras e celebrar a realização da 5ª edição da Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba (MIMB). A cerimônia de abertura do festival acontece nesta quarta-feira, 17 de abril, no Teatro Sesc Pelourinho, em Salvador, a partir das 18h30. Marcada pela realização de uma ação institucional com as idealizadoras e produtoras do festival, exibição de dois curtas-metragens e apresentações musicais, a solenidade é gratuita e aberta ao público – mediante retirada de ingressos na plataforma Sympla.

 A mistura de ritmos e a peculiaridade dos singles de Rachel Reis vão marcar o momento festivo. A feirense, – que foi indicada ao Grammy Latino 2023 com o álbum ‘Meu esquema’ –  vai encerrar a noite com o pop dançante de hits como “Maresia”, “Desatei” e “Motinha”. A DJ Nai Kiese – que explora um set potente – vai comandar a pista de dança com uma mistura de influências como raggamuffin, afrobeat, kuduro, hip hop e funk  funk. A cerimônia celebra o início das atividades presenciais da mostra itinerante, que ainda irá exibir dois curtas-metragens. Com direção de Tais Amordivino, ‘A menina que queria voar’ será exibido, assim como ‘Sèt Lam’, dirigido por Vincent Fontano.

Sobre a MIMB

Com atividades totalmente gratuitas, virtual e presencialmente, o festival internacional acontece em Salvador entre os dias 8 e 27 abril. Em edição especial a mostra também marcará presença em São Paulo, com atividades no dia 4 de maio, no  Cine Olido, em parceria com a SPCine. Com o tema “Cinema em Movimento: Memória nas Telas”, neste ano mais de 300 horas de atividades serão realizadas, entre debates, oficinas, masterclasses, além da exibição de 60 obras de cineasta negras e negros de diversos países.

Totalmente organizado por mulheres negras de Salvador, atuantes da cadeia produtiva cinematográfica, a mostra de cinema é viabilizada via Lei Federal de Incentivo à Cultura – Rouanet, com patrocínio master da Dow Brasil, patrocínio institucional da Prefeitura de Salvador, e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, com  realização da Rosários Produções Artísticas e do Ministério da Cultura.

Serviço:

O QUÊ: Cerimônia de Abertura MIMB
QUANDO: Quarta-feira, 17 de abril HORÁRIO: das 18h30 às 22h ONDE: Teatro Sesc-Senac Pelourinho – Largo do Pelourinho, 19
QUANTO: gratuito
INGRESSOS: https://linktr.ee/ingressosmimb
SITE OFICIAL: www.mimb.com.br
INSTAGRAM: @oficialmimb

Continue Reading

Audiovisual

Coletivo Meio Tempo promove espetáculos e oficinas em Salvador

Amanda Moreno

Publicado

on

Coletivo Meio Tempo promove espetáculos e oficinas em Salvador
Coletivo Meio Tempo promove espetáculos e oficinas em Salvador (Foto: Adeloyá Ojú Bará)

Coletivo Meio Tempo promove espetáculos e oficinas em Salvador. Uma verdadeira caravana cultural! Assim é definido o projeto Caravana do Meio Tempo que vai ocupar várias comunidades da capital baiana com apresentações de espetáculos, além de oficinas de teatro e audiovisual. As ações coordenadas pelo Coletivo Meio Tempo serão realizadas nos meses de abril, maio e junho, nos espaços Boca de Brasa localizados na periferia de Salvador (Subúrbio 360º, em Vista Alegre; no Boca de Brasa, em Cajazeiras; e no SESI Casa Branca, na Cidade Baixa).

O grupo foi contemplado no edital Gregórios – Ano III e vai apresentar os espetáculos O Contentor – O Contêiner; Boquinha… e assim surgiu o mundo e Esqueça. O cronograma do projeto também inclui duas oficinas de Teatro e Vídeo, voltadas para jovens e adolescentes que residem nestas localidades. As oficinas temáticas EU – documento do mundo e Criando com Celular mudarão a cada semana, de acordo com o espetáculo a ser apresentado.

Após a realização das atividades, o grupo já tem previsão de uma montagem e uma temporada de doze apresentações de um espetáculo teatral, pensado para o Teatro Gregório de Mattos, prevista para o segundo semestre. Baseado no livro Monocontos – Histórias para Ler e Encenar do roteirista, diretor e dramaturgo Elísio Lopes Jr., a proposta é reunir quatro atrizes pretas. Com direção de Ridson Reis, as sessões contarão com tradução em libras, e ingressos destinados a estudantes de escolas públicas.

Durante toda a temporada, as atividades do projeto Caravana do Meio Tempo serão totalmente gratuitas e contarão com tradução em libras. Mais informações sobre o projeto estão disponíveis no Instagram @coletivomeiotempo ou através do email coletivomeiotempo@gmail.

O projeto Caravana do Meio Tempo tem a realização do Coletivo Meio Tempo e foi contemplado pelo edital Gregórios – Ano III, com recursos financeiros da Fundação Gregório de Mattos, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Prefeitura de Salvador e da Lei Paulo Gustavo, Ministério da Cultura, Governo Federal.

Confira a programação da Caravana do Meio Tempo – Coletivo Meio Tempo promove espetáculos e oficinas em Salvador

No espaço Subúrbio 360, em Vista Alegre, serão realizadas oficinas de vídeo e de teatro de 22 de abril a 07 de maio, das 18h às 21h. Já as apresentações O Contentor – O Contêiner; Boquinha… e assim surgiu o mundo e Esqueça serão realizadas às terças-feiras dos dias 23 e 30 de abril e 7 de maio, respectivamente, às 10h e 15h.

No Boca de Brasa de Cajazeiras as datas das oficinas de vídeo e de teatro seguem nos dias 06 a 21 de maio, das 13h30 às 16h30. As apresentações O Contentor – O Contêiner; Boquinha… e assim surgiu o mundoEsqueça estão agendadas para às quintas-feiras dos dias 9, 16 e 23 de maio, na mesma sequência, às 9h e 14h.

Já o Sesi Casa Branca do Caminho de Areia recebe as oficinas de vídeo e teatro nas quartas e quintas dos dias 5 a 20 de junho, das 18h às 21h. As apresentações “O Contentor – O Contêiner; Boquinha… e assim surgiu o mundo e Esqueça têm previsão de exibição nas manhãs e tardes das quintas-feiras dos dias 6, 13 e 20 de junho.

As inscrições para participar das oficinas abertas através do Instagram do coletivo.

Continue Reading
Advertisement
Vídeo Sem Som

EM ALTA