Núcleo dos Estudantes Pretas e Pretos da UFBA abre inscrições de pré-vestibular


estudantes-cotas

Serão abertas até este sábado (29) as inscrições para o cursinho pré-vestibular organizado pelo Núcleo dos Estudantes Pretas e Pretos da UFBA (Noska) em parceria com a Escola de Formação Carlos Marighella.

Os interessados devem comparecer das 15h às 21h na Ocupação Luísa Mahin, na Rua Conde D’Eu – Comércio – Salvador portando original e cópia de documento de identificação.

As aulas estão previstas para começar no próximo dia 8 de maio, serão de segunda a sexta das 18h30 às 21h30 e nos sábados à tarde. Estão sendo oferecidas 40 vagas e não há taxa de inscrição.

O resultado final com lista dos aprovados será divulgado na página do coletivo Noska (www.facebook.com/noskapretxs), no dia 4 de maio.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato através do email [email protected] e pelos números (71) 98510-7262/ 99222-7116 (Whatsapp).

MP empossa Comitê que vai monitorar implementação das Leis 10.639 e 11.645


VALDINA-DE-OLIVEIRA-PINTO-MAKOTA-VALDINA
Makota Valdina Pinto

Representantes de mais de 30 instituições do Poder Público e da sociedade civil tomam posse amanhã, dia 26, no Comitê Interinstitucional de Monitoramento e Avaliação da Implementação das Leis 10.639/2003 e 11.645/2008. As normativas alteram a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) e tornam obrigatório o ensino de “História e Cultura Afro-brasileira e Indígena” no currículo oficial da rede de ensino no País.

Na ocasião será discutido e aprovado o Regimento Interno e o planejamento das ações. A Makota Valdina Pinto, liderança religiosa do Terreiro Tanuri Junsara, fará saudação de abertura do evento.

Instituído no último dia 14 de fevereiro pela procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado, o órgão colegiado vai monitorar e avaliar de forma contínua as políticas públicas voltadas ao cumprimento das referidas leis no município de Salvador. O ato de posse será realizado na sede do MP em Nazaré, a partir das 14h.

Composição

O órgão será presidido pelo MP e será composto por representantes da Defensoria Pública do Estado da Bahia; da Ordem dos Advogados do Brasil – seção Bahia (OAB); secretarias estaduais de Educação (SEC) e de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi); comissões de Educação da Assembleia Legislativa (Alba) e da Câmara de Vereadores; secretarias municipais de Educação e de Reparação (Semur); do Centro de Estudos dos Povos Afro-índio-americanos (Cepaia) da Uneb; do Programa de Educação para a Igualdade Racial e de Gênero da Ufba; Instituto Federal da Bahia; do Fórum Estadual de Educação; Fórum de Educação e Diversidade Étnico Racial da Bahia (Federba); Fórum Permanente de Gestores da Educação Municipal de Salvador; Programa de Direitos e Relação Sociais da Faculdade de Direito da Ufba; do Sindicato dos Professores e Instituições Federais de Ensino Superior da Bahia (Apub); Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB); Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb); do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado da Bahia (Sinepe-BA); Instituto Búzios; Caravana Carolina Maria de Jesus; Instituto Odara; Conselho Nacional de Entidades Negras (Conen); Movimento Negro Unificado (MNU); União de Negros Pela Igualdade (Unegro); Instituto Cultural Steve Biko; Instituto Pedra de Raio; Afrogabinete de Articulação Institucional e Jurídica (Aganju); União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes-BA).

Cantinho da Leitura terá bate papo com Sandro Sussuarana no Parque da Cidade


sandro sussuarana

O Parque da Cidade recebe no final de semana de 29 e 30 de abril programação especial do Cantinho da Leitura, espaço do projeto Livres Livros. A iniciativa, que tem o tema “Ler é um encontro”, traz um bate-papo com escritores da atual cena literária soteropolitana, além de um sarau com contadores de histórias e convidados. A programação é gratuita e acontece a partir das 10h.

No dia 29 (sábado), terá o poeta e escritor Sandro Sussuarana, que lançou seu primeiro livro Verso (s) Sob (re) Mim, no último mês. Com capa e contracapa do artista Zezé Olukemi e editado pela editora Galinha Pulando, a obra reúne poesias e contos que tratam de questões sociais, empoderamento negro e erotismo. Sandro também é um dos realizadores do Sarau da Onça, fruto da iniciativa de jovens que atua há mais de cinco anos no bairro de Sussuarana.

“Espero que seja uma boa troca de experiência, tanto com os escritores presentes, quanto com o público que deve comparecer ao evento. Que a gente também possa atender às expectativas acerca de nossas obras e sobre as nossas vivências para chegar até ali” – Sandro Sussuarana

 Confira aqui entrevista com Sandro Sussuarana. 

 

Programação

Além de Sandro, quem comparecer ao Cantinho da Leitura no sábado, dia 29, poderá participar de um bate-papo com os autores Mabel Veloso, Goli Guerreiro, Renata Fernandes, Daniel Farias, Carla Chastinet, Cristina d’Avila, Maricélia Boneca, Saulo Dourado e Tom Alves. Durante o encontro, que inicia às 10h, os convidados irão apresentar e disponibilizar seus livros autografados, de modo a aproximar o autor do público leitor.

A atração de domingo, que também inicia às 10h, contará com um sarau com a participação de escritores e convidados, entre eles, Emília Nuñez.

Música de Quinta pauta afetos com poesia e teatro na Casa d’A Outra


Música de Quinta

Liniker, Jaloo, Johnny Hooker, Maria Gadú, Almério, Phill Veras, Silva. Tiago Iorc, As Bahias e a Cozinha Mineira…são alguns dos artistas que serão interpretados pelo grupo Música de Quinta, que volta ao palco da Casa d’A Outra (Politeama) na próxima quinta (27).

A proposta do grupo é unir música, teatro, performance e literatura, com o show “na altura da linha do coração”.

“Queremos ficar mais próximos do público, falar de afetos e explorar o aspecto cênico, teatral, poético e lírico do Música de Quinta. É um show que cantaremos bem perto da plateia. Queremos cantar segredos e afetos”, descreve o diretor musical, Roquildes Junior.

música de quintaProjeto

O show inicia o projeto ENXERGUE! sonhos, memórias e declarações d’A Outra Companhia, selecionado pelo Edital de Apoio a Grupos e Coletivos Culturais do Fundo de Cultura do Estado da Bahia de 2016. Este ano serão realizados diversos shows temáticos que ocorrerão ou na Casa d’A Outra ou pelas ruas do Politeama.

“Vamos apresentar músicas que validem o respeito a diversidade. Queremos expor nossos afetos sem preconceito e sem medida. É um show mais intimista, mais próximo, misturado com muito texto” – intérprete e diretor artístico Luiz Antônio Sena Jr.  

Chegue lá…

O quê: MÚSICA DE QUINTA #01 – na altura da linha do coração

Quando: 27 de abril, às 20h

Onde: Casa d’A Outra – Rua Politeama de Cima, n° 114, Centro Comercial Politeama, sl 11/12

Entrada: Pague Quanto Quiser

Fotos: Andrea Magnoni

Festival Caymmi de Música no Subúrbio vai ter RBF, Nara Couto e #MaisAmorEntreNós


naracoutooutrasafricas
Nara Couto – Melhor Show

O Festival Caymmi de Música chega ao Subúrbio Ferroviário nos dias 29 e 30 de abril. Na Praça São Brás (Plataforma) a música se unirá a diversas expressões e linguagens artísticas. O evento contará com atividades de bem-estar, vivências, oficinas e mostras assinadas pelo projeto #OcupaLajes e pelos coletivos artísticos ACORDA Samba, A Rua é a Voz e #MaisAmorEntreNós.

As atividades da programação têm início às 8h e os shows acontecem às 16h. No sábado (29), apresentam-se os grupos RBF – Rapaziada da Baixa Fria, Gazumba, Skanibais e a cantora Nara Couto, concorrentes na categoria ‘Show’ ao Prêmio Caymmi de Música. A participação especial fica por conta da cantora baiana Márcia Castro.

No dia 30 (domingo), sobem ao palco os grupos Performáticos Quilombo, Africania, o cantor Filipe Lorenzo e a banda Ifá. A tarde contará com participação da cantora convidada Jadsa Castro.

Rapaziada da Baixa Fria
Rapaziada da Baixa Fria – Foto Lane Silva

Programação:

Na manhã de sábado, às 10h, uma vivência promovida pelo Coletivo A CORDA Samba de Roda vai destacar a Memória Viva do Samba de Roda do Subúrbio. A ocupação segue com a Mostra ‘Curtas do Subúrbio’ que, a partir das 14h, contará com exibições dos filmes, ‘A Beleza Invisível’, dirigido por Leandro Souza, ‘Balú’, de Paula Gomes, ‘A Beleza do Subúrbio’, de Jose Sebastian Barreneche, e ‘Não Somos + Um’, com direção assinada pelo grupo Juventude Negra e com participação política da Agência de Comunicação do Subúrbio – Cipó Comunicação Interativa.

Antes do show, às 15h30, a Batalha de MC’s, atividade do coletivo A Rua é a Voz, que tradicionalmente já ocupa a Praça São Brás com MC’s, grupos de rap e elementos da cultura hip hop, movimenta o Festival com competições de rima. 

mais amor entre nos
Auto Cuidado – Mais Amor Entre Nós

No domingo, a partir das 9h, o coletivo “Mais Amor Entre Nós (#MAEN), promoverá uma corrente de cuidado mútuo entre mulheres. O grupo convida todas as mulheres a realizarem atividades que trabalham técnicas de relaxamento do estresse, com facilitação de Sueli Kintê, tratamento terapêutico, com Mônica Gonçalves, e um aulão de Coupé Décalé – dança urbana de origem africana – com condução do Farafina Brasil e Kety Kim.

Serviço:

Festival Caymmi de Música

Datas: 29 e 30 de abril (sábado e domingo)

Local: Praça São Brás (Plataforma)

Atrações: RBF – Rapaziada da Baixa Fria, Gazumba, Skanibais e Nara Couto (sáb) | Performáticos Quilombo, Africania, Filipe Lorenzo, Ifá (dom)

Participações especiais: Márcia Castro (sáb) e Jadsa Castro (dom)

Horário: Atividades – a partir das 9h | Shows – 16h

ENTRADA FRANCA

QUEBRANÇA – Jovens organizam festa para garantir inscrição de estudantes no ENEM


QUBRANÇA
AfroBapho, Batekoo, TBT e Tombo

Pagar R$82 para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio – o ENEM – não vai ser fácil para um grande número de estudantes em todo país. O aumento no valor da inscrição atingirá, em especial, aqueles oriundos de escolas públicas: negros e pobres em sua maioria.

Em Salvador, jovens se uniram para amenizar esta nova realidade e ajudar outros jovens iguais a eles: vão realizar a festa chamada QUEBRANÇA. O nome é, justamente, para enfatizar o que vai ser para estes estudantes pagar esta nova taxa, além do intuito de fazer frente ao aumento. Uma gíria baiana que se refere a prejuízo financeiro. A festa será no dia 5 de maio (sexta-feira), a partir das 23h, no Delicias’ Lounge – Rio Vermelho.

Toda renda da festa será revertida a estudantes que se inscreverem. “Vamos fazer um questionário online, pedir informações sobre idade, renda e pedir um vídeo de cada pessoa, de 1 minuto, contando um pouco da sua história”, explica uma das organizadora, Milla Carol.

batekoo
Festa Batekoo

INSCRIÇÕES AQUI.

A partir desta inscrição, serão selecionados os beneficiados, que farão a inscrição no ENEM paga pela iniciativa. A festa QUEBRANÇA unirá coletivos/festas LGBTs de Salvador, como o AfroBapho, Batekoo, TBT e Tombo, em uma festa só.

“Se o objetivo do governo é quebrar nosso acesso à educação e a outros meios de acesso ao poder, nós, através de uma união, faremos uma verdadeira QUEBRANÇA, a fim de captar dinheiro para pagar inscrições de manas, manos e monas pretas, que não conseguiram a isenção”

Quem agita a QUEBRANÇA:

bruxabraba (BATEKOO)

Jéssica Dantas (TOMBO)

Pietro Akin (AfroBapho)

Roberto Jr (Delícias Lounge)

Tia Carol (TBT)

Quanto:

$ 10 até 00hs (c/nome na lista)

$ 15 depois de 00hs

Onde:

Delicias’ Lounge – Rua Oswaldo Cruz, 66, Rio Vermelho

NOVA DATA – Poetiza Joyce Melo é a convidada do “Bate-papo Leitura que Empodera” no Center Lapa


Joyce Melo
Foto: Lis Pedreira

Na 8ª Semana de Valorização do Trabalhador Doméstico, no Center Lapa, uma série de atividades voltadas para estes profissionais serão realizadas pela Secretaria do Trabalho Emprego, Renda e Esporte (SETRE). Tudo acontece entre os dias 27 e 29 de abril, ao longo do horário de funcionamento do Shopping.

Na programação, além de oficinas, palestras, rodas de conversa e campanhas de apoio à formalização da categoria doméstica, será realizado – no dia 27 (QUINTA-FEIRA) – o “Bate-papo Leitura que Empodera”, com a poetiza Joyce Melo, integrante do Coletivo Poético Grupo Ágape.

Na ocasião, Joyce recitará poesias e conversará sobre a importância da leitura e como a Poesia pode “criar asas” na imaginação de homens e mulheres.

O bate papo será coordenado pela Biblioteca de Extensão, vinculada à Fundação Pedro Calmon;SecultBA e é aberto ao público, a partir das 13h, no 1º piso do Shopping.

Chegue lá…

“Bate-papo Leitura que Empodera”, com a poetiza Joyce Melo

Dia 27 de abril (QUINTA-feira), 13h

Onde: Shopping Center Lapa, 1º piso

FREE

Cantora Rebeca Tárique apresenta novo single “Segura minha mão meu bem”


rebeca Tárique
Foto: Raiane Vasconcelos

A cantora baiana Rebeca Tárique lança seu mais novo single “Segura minha mão meu bem”, fruto do projeto WR de Portas Abertas. Dentre os 36 contemplados pelo projeto, Rebeca aposta na música e conta para o portal SoteroPreta como foi participar do projeto e o que espera com a canção:

“Uma oportunidade de colocar uma música gravada com muita qualidade no mercado, é um samba gostoso, que fala do amor, da sedução, do envolvimento, que perpassa por todos os gêneros. Espero que seja bem recebida, com bastante carinho. Pra mim foi muito significativo participar desta iniciativa, pela representatividade e importância que tem a WR na Bahia, por toda dificuldade que o artista independente tem em nosso estado. Estou otimista em relação a esta música!”

 

Ouve aí: “Segura minha mão meu bem”, de Rebeca Tárique

 

Ficha técnica:

Composição: Adelson Espinheira e Jamson Junior.

Intérprete: Rebeca Tárique

Violão: Maurício Lourenço

Baixo: Felipe Ferreira

Flauta: Eric Almeida

Batéria: Dom Lúcio.

Centro de Documentação e de Memória do Olodum será digitalizado


olodum-ensaios-de-verao

O acervo do Centro de Documentação e de Memória do Olodum será digitalizado e ganhará ampla divulgação nos próximos meses, a partir do termo de compromisso que será assinado nesta terça-feira (25), aniversário de 38 anos do bloco.

O termo será assinado com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), e destinará recursos da ordem de R$ 225 mil para o Centro. Com isso, mais de 230 mil peças deverão compor o produto, a exemplo de adereços, abadás, livros, documentos, fitas cassete e vídeos que resgatam a trajetória do bloco afro.

Terá também discos de ouro, troféus, medalhas e outras homenagens acumuladas no trabalho de valorização e projeção da música negra por diversos países, bem como o trabalho social e de combate ao racismo.


Serviço


O quê:
Ato de assinatura do termo de compromisso para implementação do Centro Digital de Documentação e de Memória do Olodum.
Quando: Terça-feira (25 de abril de 2017), às 14:30hs.

Onde: Centro de Documentação e de Memória do Olodum (Rua das Laranjeiras, 24, Pelourinho – Salvador/BA – ao lado do Restaurante Alaíde do Feijão).

Laboratório Musical Rumpilezzinho convida Viviam Caroline


Viviam Caroline

O Laboratório Musical Rumpilezzinho realiza uma aula aberta ao público com a Percussionista, Jornalista e Mestra em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia, Viviam Caroline, uma das fundadoras da Banda Didá. Será aberta ao público.

A aula é voltada para músicos, estudantes e pessoas interessadas em conhecer a metodologia do Universo Percussivo Baiano, na qual o ensino de música é pensado a partir da matriz afro-baiana e suas ramificações. A iniciativa integra o conjunto de ações que compõem o ano III do Laboratório Musical Rumpilezzinho, projeto que forma e profissionaliza 75 jovens músicos, numa realização do Instituto Rumpilezz.

A aula será nesta quarta (26), das 16 às 19h, na Casa Rumpilezz (Rua Frei Vicente, nº14 Pelourinho). Viviam Caroline é Percussionista, Jornalista e Mestra em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia. Ao lado de Neguinho do Samba, fundou a banda e projeto Didá onde foi Diretora Cultural por dois mandatos, presidente por um mandato e atualmente ocupa o cargo de diretora de projetos.

 

Serviço

Aula Aberta do Laboratório Musical Rumpilezzinho

Letieres Leite convida Viviam Caroline

Dia 26 de abril, das 16h às 19h

Na Casa Rumpilezz (Rua  Frei Vicente, nº 14 Pelourinho – Prédio Anexo do Theatro XVIII)

Aberto ao público.

Foto: Divulgação