Gal do Beco convida Fora da Mídia, Batuque de Negro, Rose Belo e Firmino de Itapuã


gal do Beco

Já começou o “Festival de Samba de Beco em Beco”, que ocupa a praça Tereza Batista (Pelourinho), nas quartas dos meses de maio e junho. O projeto é de autoria da sambista Gal do Beco, em parceria com o produtor cultural Edivaldo Costa. São encontros de artistas do samba de roda, samba de raiz e suas variações.

O “Festival Samba de Beco em Beco” tem como objetivo celebrar a carreira de Gal, trazendo a mulher como importante símbolo étnico e cultural deste gênero, além de contribuir para o registro, ampliação, distribuição e divulgação do samba e artistas envolvidos a cada semana.

para a próxima quarta – dia 17 de maio – já estão confirmados: Fora da Mídia, Samba de Roda Batuque de Negro (São Francisco do Conde), Rose Belo e Firmino de Itapuã.

 

SERVIÇO:

Festival Samba de Beco em Beco

Gal do Beco e Convidados – Fora da Mídia, Samba de Roda Batuque de Negro (São Francisco do Conde), Rose Belo e Firmino de Itapuã

Quarta – 17 de Maio às 19h

Largo Tereza Batista (Pelourinho)

Gratuito

Cris Pereira e Juliana Ribeiro abrem as “Terças Pretas” do Bando de Teatro Olodum


Cris Pereira,
Cris Pereira

O Bando de Teatro Olodum retorna com o projeto ‘Terças Pretas’, ocupando o Teatro Vila Velha, em Salvador, com poesia, literatura e espetáculos teatrais.

A estreia acontece nos dias 16 e 17 de maio, terça (19h) e quarta (20h), com a cantora brasiliense Cris Pereira, que apresenta em Salvador a turnê do seu disco de estreia, “Folião de Raça”.

Acompanhada dos músicos Lucas de Campos (violão e direção musical), José Cabrera (piano), Rodrigo Salgado (baixo) e Leander Motta (bateria e percussão geral), Cris mostra ao público um repertório de samba e do samba-canção a elementos do jazz e da música afro-brasileira.

Além das músicas do disco, a artista interpreta temas de Baden Powell, Paulo César Pinheiro, Candeia e Dorival Caymmi, entre outros. Para o palco, Cris Pereira convida a  cantora e compositora Juliana Ribeiro.

Chegue lá..

Terças Pretas com Cris Pereira

Dias 16 e 17/05 | terça 19h | quarta 20h

R$ 20 e 10 – Sala Principal Teatro Vila Velha

Emicida estará no Conexões Sonoras na Concha dia 21


O rapper Emicida estará em Salvador no próximo dia 21 de maio. Ele e a banda OQuadro integram programação do Conexões Sonoras, projeto que promove encontros musicais.

No dia 21, o encontro será na Concha Acústica, com abertura da banda  OQuadro. Para o palco a banda levará seu repertório de ijexá e afrobeat.

Já Emicida trará o show do seu último álbum, “Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa”, de 2015. Recentemente, seu mais novo videoclipe, da música “Baiana”, ganhou os holofotes das redes sociais, trazendo o encontro cheio de mágica e afeto de um casal de duas garotas (Dhandy Braz e Ayana Amorim) em Salvador. o clipe é dirigido por Moysah e codirigido pelo próprio Emicida.

“Baiana” em geral sugere um romance, mas nós quisemos nos aventurar por outra forma de amor, uma mais plural talvez. Surgem mil memórias e sonhos, possibilidades infinitas, bonitas e puras. Fomos nesse caminho e fiquei bem feliz com a doçura do resultado final – afirmou Emicida em comunicado à imprensa.

dandhy-braz-e-ayana-amorim

Conexões futuras

No dia 15 de julho, o projeto se muda para o Largo Tereza Batista (Pelourinho), reunindo a brasiliense Flora Matos e o grupo baiano IFÁ.

Conexões Sonoras – Emicida e OQuadro
Quando: 21 de maio
Horário: 18h
Onde: Concha Acústica do TCA
Ingressos: R$ 40 e R$ 20
Vendas: Bilheteria e balcões do TCA e no site Ingresso Rápido

Estão abertas até junho as inscrições do Prêmio Capoeira Viva Salvador


capoeira

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Capoeira Viva Salvador, da Fundação Gregório de Mattos (FGM). O Prêmio visa fomentar e apoiar ações de fortalecimento e valorização da Capoeira realizadas na cidade de Salvador e vai contemplar mestres, contramestres, professores, instrutores, pesquisadores e praticantes da Capoeira.

Também se estende a representantes de grupos culturais de Capoeira não formalizados, que sejam domiciliados ou sediados em Salvador há pelo menos dois anos. As inscrições seguem até o dia 30 junho e podem ser feitas pelo site.

Categorias

Serão contempladas nove propostas, em três diferentes áreas: Identidade e Memória; Intercâmbio e Formação; e Inclusão e Cidadania. Os prêmios possuem valor de R$30 mil e 15 mil. Serão priorizadas propostas que contemplem ocupação criativa de espaços não convencionais para atividades culturais, como praças públicas, parques, ruas, museus, entre outros.

O edital prevê ainda que as propostas apresentadas estejam em consonância com as diretrizes de política cultural do município, com o Plano de Salvaguarda do Ofício de Mestre e da Roda de Capoeira na Bahia, com a Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais e com a Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, aprovadas pela UNESCO e ratificadas pelo governo brasileiro.

SERVIÇO:

Prêmio Capoeira Viva Salvador – Edital 003/2017 FGM

De 16 de maio a 30 de junho

Inscrições: www.capoeiravivasalvador.salvador.ba.gov.br

Informações: [email protected]

Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra abre inscrições para sociedade civil


cdcnMetade das vagas reservadas à sociedade civil no Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN) da Bahia serão renovadas a partir das inscrições de entidades, que começam nesta quarta – feira (10) e seguem até 12 de junho.

O objetivo é eleger representações das categorias de imprensa, comunidade acadêmica, além dos segmentos cristão, quilombos educacionais, quilombos rurais, capoeira e irmandade. O edital de convocação está disponível no site da Sepromi.

Podem se candidatar organizações da sociedade civil cujas ações estejam voltadas à defesa dos segmentos étnicos raciais, com ênfase na população negra, incluindo iniciativas de combate ao racismo e à intolerância religiosa, bem como o desenvolvimento sociocultural e econômico da comunidade negra baiana, dentre outras.

Como?

Os documentos, detalhados no edital, podem ser protocolados na sede da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), de segunda à sexta, das 08h30 às 12h e das 14h às 18h, ou via SEDEX endereçado à Comissão Eleitoral, no endereço: Comissão Eleitoral – Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra – Gestão 2017/2021 (Avenida Paulo VI, 760, Edifício Belmonte Empresarial, 3º andar, Pituba, CEP: 41.810-001, Salvador/Bahia).

A previsão é publicar o resultado final e empossar os novos conselheiros até 4 de agosto, de acordo com o cronograma, para um mandato de duração de quatro anos. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 71 3117-1553 ou 3103-1440.

História

Criado há 33 anos, o CDCN é um órgão de caráter consultivo, formado por 21 conselheiros, sendo 6 do poder público e 15 da sociedade civil. Funciona como um parlamento temático onde os problemas mais atuais que afetam a comunidade negra da Bahia são discutidos e de onde saem proposições para a resolução dos mesmos. O órgão tem, dentre suas funções, assessorar o Poder Executivo na elaboração e execução de políticas públicas concernentes aos direitos e interesses da comunidade negra.

Onde fica: 

Endereço: R. do Passo, 42 – Pelourinho, Salvador – BA, 40301-408
Telefone: (71) 3117-1552
Horário: 8h30–12h, 14h–18h

Mutirão das Minas vai colorir a comunidade do Solar do Unhão


mutirão das minas

Neste sábado (13), vai rolar mutirão só de mulheres na Comunidade do Solar do Unhão. O intuito é reunir ,mulheres que produzem intervenção artística na cidade, criar uma conexão entre elas.

É também para aquelas que sempre tiveram vontade de pintar mas falta o último empurrão. O Mutirão será, ainda, uma homenagem às mães da comunidade, alem de arrecadar alimentos. Segundo uma das organizadoras, Andressa Monique, para as que pintam, a única demanda é levarem seus materiais. Para as que admiram, é só chegar. Querendo ajudar, leve 1kg de alimento.

Além de Andressa, o Mutirão conta com a coordenação de Ananda Santana e do Coletivo Musas.

SERVIÇO: Mutirão das Minas
DATAS: 13/05/2017
HORÁRIO: 9h às 17h
ENDEREÇO: Comunidade do Solar do Unhão, AV. Contorno.

Ballet – Paullo Fonseca apresenta “Atlântico” na Funceb este mês


Bailarino-Paullo-Fonseca_Foto-Fabio-Bouzas-00

 

O bailarino Paullo Fonseca, do Balé Teatro Castro Alves, apresenta a coreografia “Atlântico”, na Escola de Dança da Funceb, na programação do projeto “Sexta em Movimento”. A  apresentação será no dia 12 de maio, às 9h, com entrada gratuita.

A coreografia é um trabalho autoral do artista e trata de um estudo coreográfico contemporâneo de dança teatro, baseado na cultura que busca definir a modernidade, a partir do conceito de Diáspora Negra e suas narrativas de perda, exílio e viagens.

Projeto Sexta em Movimento – “Atlântico”, com Paullo Fonseca
Quando: sexta-feira (12/05)
Onde: Sala do Céu da Escola de Dança da Funceb
Horário: 9h
Entrada gratuita

Que tal um curso online sobre a História do Feminismo Negro no Brasil?


feminismo negro

Estão abertas as inscrições para o Curso Online sobre a História do Feminismo Negro no Brasil. A iniciativa é do Coletivo Di Jejê, que inscreve até o dia 10 de maio. Inscritos terão certificado de 40 horas.

As aulas começam no dia15 de maio e terão duração de 45 dias, divididos em quatro módulos, nos quais os participantes poderão acessar de acordo com sua rotina. Terão ainda apoio e orientação de uma tutora online.

Os módulos serão divididos nos seguintes temas:

Módulo 1 – Circulo Temático: o que é ser mulher negra?

Módulo 2 – Por que um feminismo negro?

Módulo 3 – Circulo Temático – Movimento Nacional de Mulheres Negras: as demandas das mulheres negras ou as mulheres negras demandam?

Módulo 4 – Princípios epistemológicos do feminismo negro no Brasil.

Ao final, os participantes serão avaliados de acordo com o conteúdo e metodologia do curso. Para se inscrever, será necessário pagamento de taxa no valor de R$ 60 e terão 60 vagas.

INSCREVA-SE AQUI.

Festival “Samba de Beco em Beco” começa nesta quarta com samba de roda


Gal do Beco

O “Festival Samba de Beco em Beco”, estréia nesta quarta-feira (10), às 19h, na Praça Tereza Batista – Pelourinho. A iniciativa é da sambista, Gal do Beco, e tem como objetivo celebrar sua carreira, além de destacar a mulher no gênero.

O Festival pretende contribuir para o registro, ampliação, distribuição e divulgação do samba e dos artistas envolvidos a cada semana. Será sempre às quartas – feiras de maio e junho, a partir das 19h.

Nesta primeira quarta (10), os convidados da dama do samba na Bahia serão o Samba da Vela, Walmir Lima, Jonilson Pantera, Samba de Roda Viola do Quilombo (Simões Filho).

Senhora do Samba

Gal do Beco hoje é madrinha de diversos sambistas, é a dama do samba de Salvador, é cidadã soteropolitana com título outorgado pela Câmara dos Vereadores há 17 anos. De sua primeira noite cantando profissionalmente, em 93, até hoje, ela é figura certa nas rodas de samba da cidade.

SERVIÇO:

Festival Samba de Beco em Beco

Gal do Beco e Convidados – Samba da Vela, Walmir Lima, Jonilson Pantera, Samba de Roda Viola do Quilombo (Simões Filho)

Quarta – 10 de Maio às 19h

Praça Teresa Batista (Pelourinho)

Mariella Santiago, Aiace Félix e Mariama no projeto Sons da África este mês


mariella santiago
Mariella Santiago

Na Caixa Cultural, em Salvador, vai rolar o projeto Sons da África, um diálogo musical contemporâneo entre artistas africanos e afro-brasileiros. A 1ª edição conta com shows das cantoras e compositoras baianas Mariella Santiago e Aiace Félix, além da cancionista Mariama, de Serra Leoa.

Mariama
Mariama

Mariella Santiago é conhecida por sua musicalidade afro-brasileira, que propõe um encontro entre o Jazz e o Soul, trazendo como característica marcante de seu trabalho, a inovação sonora e artística.

A cantora Aiace Félix tem sua formação em canto popular e atua como vocalista do grupo Sertanília. Sua vertente traz a sonoridade do sertão.

De Serra Leoa, a cantora Mariama (foto) tem, em sua voz, o carimbo e o ímpeto das vozes da África Ocidental, classificada como um “eco de divas de jazz ou cantores de folk”.

A cantora fará a Oficina “Sons da África por Mariama”, cujas inscrições podem ser feitas presencialmente no dia, 30 minutos antes do início da atividade. Veja a programação:

Dia 12/05 (Sexta-feira): Mariella Santiago e Mariama, 20h
Dia 13/05 (Sábado): Oficina “Sons da África por Mariama”, às 10h | Aiace e Mariama, 20h
Dia 14/05 (Domingo): Mariama, 19h

Ingressos: R$ 10
Vendas: A partir de 12/05, às 9h, na bilheteria da Caixa Cultural – Carlos Gomes
Estacionamento gratuito ao lado.