Violonista Ruan de Souza se apresenta no Gamboa Online


Clássicos da música popular brasileira, músicas internacionais e composições próprias, executadas com a técnica do violão percussivo. É o que o violonista Ruan de Souza vai apresentar no concerto “O violão Percussivo de Ruan de Souza”, dentro do projeto Gamboa Online. Será realizado no dia 17/12, às 19h.

“O show tem como objetivo fomentar a valorização de artistas negros, aproximar os jovens da música instrumental e colocar o violão em cena para além de um instrumento harmônico-melódico, fazendo a condução rítmica percussiva ao mesmo tempo”, diz Ruan.

O músico começou a desenvolver a técnica do violão percussivo de forma espontânea, há quatro anos, e passou a executá-la acompanhando alguns cantores e cantoras. Mestre em música e bacharel em violão pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Ruan atua há mais de 15 anos como músico acompanhante e professor. Em 2009, participou do “Encuentro de Guitarras Bolívia- Brasil”, em Cochabamba. No mesmo ano, abriu concertos dos renomados violonistas Marco Pereira (no XXI Seminários Internacionais de Música da UFBA) e Mario Ulloa, em Salvador.

 

Os ingressos para o concerto online “O Violão Percussivo de Ruan de Souza” já estão à venda e custam R$20 (inteira) e R$10 (meia) – no site  www.teatrogamboaonline.com.br.

O que: “O Violão Percussivo de Ruan de Souza”
Quando: 17/12/2021, às 19h
Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia)
Compras no link

Casa do Hip-Hop Bahia (Pelourinho) exibe gratuitamente o filme “Marighella”


 

A Casa do Hip-Hop Bahia (Pelourinho) exibe gratuitamente o filme “Marighella” nesta quinta-feira (16), às 18h. A sessão é feita em parceria com o Movimento Sem Terra (MST).

Durante a exibição, lideranças do movimento social estarão presentes e haverá intervenções artísticas. Ao público será apresentada a campanha nacional Natal Sem Fome do MST, uma ação de solidariedade que visa garantir a comida no prato de muitas famílias no campo, na cidade e em territórios indígenas. Quem desejar assistir o filme, pode contribuir levando um quilo de alimento não perecível.

O longa é inspirado na biografia escrita pelo jornalista Mário Magalhães. A película foca nos últimos cinco anos de vida de Carlos Marighella, escritor, político e guerrilheiro, de 1964 até sua violenta morte em uma emboscada em 1969.

O acesso será mediante apresentação de Certificado Covid – ConectSUS e ou cartão de vacina, o uso de máscara no local é obrigatório e a ocupação limitada conforme decretos vigentes.

A exibição conta com a parceria e apoio em suporte técnico da empresa PROJETE – Imagens e Soluções Audiovisuais, e o apoio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI/SecultuBA).

Agenda
O QUÊ: Exibição do filme “Marighella” na Casa do Hip-Hop Bahia
QUANDO: 16 de dezembro (quinta-feira), às 18h
ONDE: Largo Quincas Berro D’Água, Pelourinho
ACESSO: Gratuito.

Cantor e compositor Jalmy lança o EP “MOVIMENTO”


Foto Júlia Dominguez

 

Depois de divulgar alguns singles que anunciavam sua estreia em carreira solo, o cantor, compositor e violonista Jalmy lança o EP “MOVIMENTO” em todas as plataformas digitais, no dia 16 de dezembro (quinta). Com 6 faixas, o trabalho traz eletrônica, beats, loops e samples com influências da música pop, preta, baiana.

Pre-save: https://tratore.ffm.to/jalmymovimento

Nas participações especiais tem os conterrâneos Aiace e Cuper. Fazendo o coro, as sambadeiras Dinha Dórea, Rafaela Mustafá e Julinha Carvalho. Nas percussões acústicas, Tólucas e Lomanto Oliveira.

SERVIÇO:

Lançamento EP “MOVIMENTO”, de Jalmy

Data: 16 de dezembro (quinta-feira)

PRE-SAVE DISPONÍVEL: https://tratore.ffm.to/jalmymovimento

Encontro Periférico de Artes tem programação virtual gratuita este mês


Batalha do Pagode 2019 – Foto Alice Rodrigues

 

EPA! Encontro Periférico de Artes chega a sua 5ª edição e acontecerá de forma online e gratuita entre os dias 17 e 19 de dezembro, via Zoom, Google Meet, YouTube e Instagram. O EPA! é uma plataforma de pluralidade artística, tendo promovido ao longo de suas quatro edições anteriores, mostras de espetáculos, oficinas, rodas de conversa, exposições, performances e audiovisual, tendo, como destaque, a Batalha do Pagode Baiano.

O Encontro Periférico de Artes articula pesquisas sobre ancestralidade e manifestações populares em dança, com a atuação e produção de artistas idealizadores jovens negres baianes no cenário do estado.

 “O esforço coletivo é o oxigênio que faz do EPA! uma realidade. Contamos com o incentivo pessoal de cada artista negro que acredita na união da nossa pluralidade cultural e artística, e que juntos nos fortalecemos como importante instrumento para valorização das diversas manifestações populares que realizamos”, pontua Inah Irenam, Idealizadora e Diretora Geral do EPA.

OFICINAS

Estão abertas as inscrições gratuitas para as oficinas da 5ª edição do EPA! Encontro Periférico de Artes.  As oficinas “Ai, meu quadril”, com a Bailarina, Coreógrafa e Arte-Educadora Raina Santos, “Danças Negras Periféricas com ênfase no pagode baiano”, com o Dançarino/Coreografo, Arte-Educador e Produtor Cultural Ronald Castro, e “Arte preta e periférica: táticas para o desenvolvimento de figurinos” estão com vagas abertas, e as inscrições podem ser feitas através dos formulários disponíveis nos links abaixo:

“Ai, Meu Quadril…” com Raina Santos (BA) – Inscrições: https://bityli.com/nVqQdS

“Danças Negras Periféricas…” com Ronald Castro (BA): – Inscrições: https://bityli.com/ecQcDv

“Arte preta e periférica…” com UZ (BA) e Igor Silva (BA) – Inscrições: https://bityli.com/Jp2yPW

 

PROGRAMAÇÃO EPA!

Sexta _ 17/12

00h01 – Abertura Oficial | Nildes Sena (BA) e Banda Didá (BA)

9h – Carrinho de Poeta | Poesia em Carrinho de Café | Pareta (BA) | YouTube EPA

9h às 10h – Oficina 1 | Ai, Meu Quadril | Anti – Retro – Visão | Raina Santos (BA) | Zoom

10h30 às 12h – Oficina 2 | Danças Negras Periféricas com Ênfase no Pagode Baiano | Ronald Castro (BA) | Zoom

15h – Espetáculo | Di Quebrada | ExperimentadoNUS Cia de Dança | De Versos Livres | Direção Lucas Lemos (BA) | YouTube EPA

19h – BaileFórum | Mediação: UZ Cavalcante e Raina Santos | Grafite: Ananda Santana | Político: Silvio Humberto | Poesia/Canto: Reynam Poeta | Paredão: Paulilo Paredão | Pagode: Pagode Por Elas | Música: Samba Trator | YouTube EPA

Sábado _ 18/12

9h – Paredão de Poetas | Poesia em Carro de Paredão | Maiara Silva (BA), Rilton Júnior (Poeta com P de Preto) e Gisele Soares (BA) | YouTube EPA

10h30 às 12h – Oficina 3 | Arte Preta e Periférica: Táticas para o Desenvolvimento de Figurinos | UZ Cavalcante e Igor Silva (BA) | Zoom

15h – Espetáculo | Grupo de Valsa em Busca do Amor (BA) | Ilusionista (BA) | Cia Baile (BA) | YouTube EPA

19h – Pocket Show | Nara Couto (BA) | YouTube EPA

Domingo _ 19/12

11h – Filme | Memória de Brinquedo | Infantil | Direção: Raina Santos (BA) | YouTube EPA

12h – Feijoada da Bri | Retirada Drive Thru

15h – Batalha de Pagode Baiano | Semifinal e Final | YouTube e Instagram EPA

Instituto Oyá promove desfile no Museu de Arte Moderna da Bahia


O Instituto Oyá promove um desfile no dia 18 de dezembro no Museu de Arte Moderna da Bahia, apresentando peças originais criadas por alunos do curso de Moda, Modelagem e Corte & Costura, oferecido gratuitamente dentro do projeto Oyá Criativa, em Pirajá. A coleção “Transformação” tem curadoria do diretor criativo ítalo-brasileiro Giovanni Bianco e apresenta 30 modelos que fazem referência às águas dos rios e mares que entrecruzam a Bahia em suas conexões políticas, sociais e culturais.

Essa é a segunda edição do projeto Oyá Criativa, que tem como objetivo contribuir na profissionalização de jovens e adultos de comunidades periféricas e fomentar a economia criativa nas comunidades locais. Nesse ano de 2021 o curso contou com cerca de 70 alunos de diversas faixas etárias.

“Tenho várias histórias de alunos que chegaram no Oyá e se destacaram ao desenvolver suas habilidades. Alguns que chegaram ainda crianças e hoje integram a nossa equipe criativa”, destaca Nívia Luz, Ialorixá e gestora do Instituto Oyá.

O desfile que mistura moda, cultura e arte é fechado para convidados e contará com a participação de artistas e profissionais que estiveram envolvidos no processo de construção das peças. Após o desfile de apresentação, as peças ficarão expostas no acervo da instituição.

Salvador recebe Encontro Internacional de Mulheres na Roda de Samba


Foto Mariana de Paula

 

Cidades da Argentina, Brasil, Chile, França, Holanda, Portugal, Japão e Uruguai estarão representadas no 4º Encontro Nacional e Internacional de Mulheres na Roda de Samba, marcado para este sábado (11). Promovido pelo Movimento das Mulheres na Roda de Samba, em Salvador o encontro será no Largo Quincas Berro D’Água (Pelourinho), às 16h. A entrada será livre mediante apresentação do certificado covid (conect SUS) acompanhado de documentação com foto, uso obrigatório de máscara além de respeitar o limite de ocupação do espaço conforme o decreto vigente.

Em 2021, o projeto homenageará a Marrom Alcione e seus mais de 45 anos de carreira.

O projeto anual já se tornou um evento calendarizado e bastante esperado pelos apreciadores do samba, atingindo mais 70% dos estados brasileiros, 7 países estrangeiros em 3 diferentes continentes.

Os interessados em acompanhar a apresentação à distância poderão acessar o perfil oficial do projeto no Facebook.

ARTISTAS CONFIRMADAS:

Ana Clícia (voz)

Ana Paula Albbuquerque (voz)

Belpa (voz)

Carla Gentil (voz)

Dani Amoroso (pandeiro e voz)

Érica Sá (percussão)

Gal do Beco (voz)

Geovana Costta (voz)

Geovana Franco (cavaquinho)

Ione Papas (voz)

Josi Climaco (voz)

Juliana Ribeiro (voz)

Lalá Evangelista (percussão)

Luiza Bass (violão)

Mariana Ferrari (voz)

Poliana Coelho (pandeiro e voz)

Rebeca Tárique (voz)

 

SERVIÇO:

4º Encontro Nacional e Internacional de Mulheres na Roda de Samba

11/12/2021 (Sábado), às 16h – Largo Quincas Berro D’Água (Pelourinho)

Entrada Livre – Apresentar cartão de vacinação

Transmissão online:

Facebook https://www.facebook.com/mulheresnarodadesamba

Afrochefe Jorge Washington participa do Cozinha Show da 12ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária


Afrochefe Jorge Washington

 

O Afrochefe Jorge Washington vai integrar o time de chefs convidaos para a Cozinha Show da 12ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, que acontecerá entre os dias 15 a 19 de dezembro, no Parque Costa Azul. Realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural – SDR, o evento está com inscrições abertas no site www.sdr.ba.gov.br. As vagas são limitadas.

Na Cozinha Show os participantes irão aprender, em aulas práticas, a elaboração de receitas com produtos da agricultura familiar baiana. Serão seis renomados chefs de cozinha convidados, que irão abordar sobre as iguarias e suas peculiaridades como formas de cocção, harmonização e outras dicas importantes da gastronomia popular.

“Vou preparar o que estou chamando de Baião do Afro, com carne de fumeiro, queijo coalho e feijão de corda, com manteiga de garrafa. Durante a Aula Show, vou falar da minha relação com a Feira, com a culinária afetiva e também convidei a cantora pernambucana Suh Amorim, que fará poemas e cantos a capela nesse bate papo afetivo e gastronômico”, diz o Afrochefe.

Suh Amorim

A Cozinha Show – Gastronomia Popular, será realizada de quinta (16) a domingo (19), com a presença dos demais chefs de cozinha Solange Borges, Fabrício Lemos, Lili Almeida, Uerisleda Moreira e Matheus Almeida. Participarão ainda baristas, e um especialista em cachaça preparando drinks.

Neste ano, foram escolhidos produtos como dendê, ostras, mandioca, carne de ovinos e caprinos, farinha de copioba, licuri, chocolate, plantas alimentícias não convencionais (PANC) e mariscos, da Baía de Todos os Santos. O objetivo é partilhar conhecimentos sobre a produção de alimentos saudáveis e sustentáveis com estudantes, pesquisadores, agricultores e lideranças der comunidades tradicionais.

O evento será presencial e acontecerá no Parque Costa Azul, em Salvador – Bahia, das 15h30 às 18h.

Escritora Mel Adún lança livros neste domingo (12)


Mel Adún

 

A escritora Mel Adún lança no próximo domingo, 12 de dezembro, seus  livros Quantas Tantas – Poemas inéditos e revisitados e a coletânea de narrativas  Peixe Fora da Baía, ambos editados pela Editora Ogum’s. O livro reúne poemas inéditos e outros que cativaram  leitores, como Quantas Tantas que dá nome ao livro. 

Já Peixe Fora da Baía traz no título a situação atual da autora, hoje vivendo  nos Estados Unidos por conta do doutorado. O livro  apresenta Mel Adún como prosadora, contadora de histórias coletivas, vividas,  sonhadas e imaginadas.

SERVIÇO

Dia: 12/12/2021 

Horário: 15hrs 

Local: YouTube Editora Ogum’s 

 

Cortejo Afro começa ensaios de verão no Pelô


 

O reencontro do Cortejo Afro com o público já tem dia, hora, e local marcados. É na segunda-feira (13), às 20 horas, no Largo da Tieta (Rua das Laranjeiras – Pelourinho). Neste primeiro Ensaio o convidado será o Ilê Aiyê. Os ingressos antecipados já estão à venda no www.sanfolia.com/cortejoafro.

Com repertório recheado de sucessos, a banda fará apresentação com direção artística de Alberto Pitta. Durante o show não vão faltar a batida percussiva e experiências estéticas, que unem dança, música e artes visuais em um mesmo espetáculo.

 

Para cumprimento do art. 3º do Decreto nº 20.658 de 20/08/2021, do Governo do Estado da Bahia, o certificado de ciclo de vacinação completo será cobrado na entrada (duas doses ou dose única da vacina) com, no mínimo, 15 dias de antecedência. É obrigatória a apresentação da Carteira de Vacinação (versão Impressa ou Digital).

Serviço:

Ensaio do Cortejo Afro

Ingressos: R$ 50,00 (1º lote – meia / promocional) / R$100,00 (inteira)

Convidado: Ilê Aiyê

Abertura: DJ

Quando: Segunda-feira, 13/12/2021

Horário: 20h

Onde: Largo da Tieta – Rua das Laranjeiras – Pelourinho – Salvador/BA

Olodum lança single para novo momento dos shows e ensaios de verão


 

Depois do remix de Jerusalema, o Olodum lança mais um single em 2021.”Lindo Demais”, música conhecida dos frequentadores dos ensaios da banda,  será lançada no próximo dia 15 de dezembro nas principais plataformas musicais.  Um clipe com making of da gravação, com produção de 42 polegadas, também será lançado para os fãs do Olodum.

 

Composição de Elpídio Bastos Pierre Onassis, na voz de Lucas Di Fiori, produzida por Titoxossi e com direção musical do próprio Elpídio,  a música vem com roupagem moderna, preservando as características percussivas do Olodum, mas com forte referência da atual produção musical africana, utilizando diversos elementos como o Afrobeat, dub, raggamufin e reggaeton como inspiração.

 

O novo trabalho vem em um novo momento dos shows da banda e com o diferencial de agregar tecnologia e toques de percussão com o tempero do samba-reggae,  marca registrada do Olodum.