Segundo Canto Skol Salvador pautará empoderamento das mulheres negras


Foto: primeira edição Canto Skol
Foto: primeira edição Canto Skol

Mulher negra na arte será tema principal da segunda edição do projeto Canto Skol Salvador, que acontece nos dias 9 e 10 de setembro, na quadra do Apaxes do Tororó, em Salvador. A ação faz parte da plataforma de música da Skol e ocupa pontos culturais da cidade com o objetivo de valorizar a “Cidade da Musica”, título concedido a Salvador pela Rede de Cidades Criativas da Unesco, em dezembro de 2015.

O evento é aberto ao público e terá diversas expressões artísticas dialogando com a temática do emponderamento da mulher. O evento contará com oficinas, diálogo temático e performances artísticas, durante a tarde da sexta-feira (9), a partir das 14h, com a produção e curadoria do Minavu, plataforma artística de arte de mulher. O tema será debatido pelas artistas Larissa Luz, Mônica Santana e Laís Machado, que será acompanhado por momentos lúdicos e de performances. Terá ainda oficinas de Break Dance e Rap Freestyle, para as quais as vagas são limitadas.

A programação contará ainda, com o mutirão “Mulheres no Grafite”, coordenado por Carol Su e Chermie, que poderá ter participação das mulheres da comunidade junto às integrantes do Crew Donas do Rolê e outros grupos de mulheres grafiteiras de Salvador.

Shows Gratuitos

No sábado, dia 10, as atividades começam às 17h com instalações artísticas. A partir das 18h, o palco principal recebe a apresentação do grupo Batekoo. Em seguida, haverá uma batalha de MCs, liderada pelo Rima Mina, Viola e participantes da oficinas de Break Dance.

A partir das 20h30 a rapper curitibana Karoline dos Santos de Oliveira, mais conhecida como Karol Conka, assumirá o palco. O Canto Skol

 

foto-edit
Karol Conka

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira (9/9)

13h – Mulheres no Grafite – Mutirão aberto para participação das mulheres da comunidade. Participação do Crew Donas do Rolê + orientadora Chermie.

13h às 15h – Diálogo temático e performances artísticas – Emponderamento da mulher negra através da arte. Participação de Larissa Luz, Laís Machado e Mônica Santana

15h – Oficina de Break Dance / BGirling. Mediadora: Viola Luba

16h30 – Oficina de Rap Freestyle. Mediadora: Mira Potira e Cíntia Savoli (Rima Mina)

Sábado (10/9)

17h – Exposição Artística – Curadoria Minavu. Artes visuais, fotografia, moda.

17h – Oficina de Turbante – com Luma

18h – Festa Batekoo (1 ano) – Batalha de MCs liderado pelo Rima Mina e participantes da oficina. Performance de Break Dance com Viola e participantes da oficina

20h30 – Karol Conká