Casa do Benin leva Tonho Matéria a Escola no Calabetão


Foto: PalomaCarvalho
Foto: PalomaCarvalho

“A CASA VAI À ESCOLA” é o nome do projeto desenvolvido pela Casa do Benin, localizada no Pelourinho, em Salvador. São atividades arte-educativas para estudantes das escolas municipais que, este ano, tem como tema central Salvador: Cidade da Música.

A ideia é incentivar a valorização das riquezas culturais das africanidades em na identidade soteropolitana. A ação se desenvolve ao longo do ano letivo, correlacionando temáticas afro-brasileiras  às atividades curriculares.

“Sou arte-educadora da rede municipal de ensino de Salvador há 17 anos e diante das dificuldades dos estudantes das escolas públicas irem aos museus, criei essa ação que exclusivamente atende aos estudantes municipais. A ação atende aos princípios da lei 10.639, pois falamos sobre a importância dos povos trazidos do Benin (Daomé) para serem escravizados no Brasil e assim motivamos o reconhecimento valorativo  de nosso espaço cultural nessa cidade: a Casa do Benin” – Régia Ribeiro, coordenadora do projeto.  

No dia 30 de março, será dado início ao projeto, dentre as ações que celebrarão o aniversário de 468 anos de Salvador. O ano letivo será lançado Escola Municipal do Calabetão, na próxima quinta-feira (30) e terá a participação especial do cantor e mestre de Capoeira,  Tonho Matéria. O evento é destinado, exclusivamente, a alunos da rede municipal. A previsão é de que o projeto circule por 10 escolas este ano.

Tonho Matéria Casa do BeninTonho Matéria 

Primeiro artista a colocar a capoeira nos shows musicais, é cantor, compositor, publicitário, produtor cultural e Mestre de Capoeira. Tonho Matéria é hoje uns dos mais respeitados compositores, cantores e capoeiristas da Bahia e do Brasil.

Juntamente com a Capoeira começou sua carreira artística cantando em blocos afro como: Ébano, Amantes do Reggae, Olodum, Ara Ketu, Afreketê e grupos como: Oba Oba, Ganzá, Coruja Junina, Amigos dos Fias e Obatalá. Hoje é cantor do  Bloco Araketu e do Bloco da Capoeira. Possui  mais de 300 músicas gravadas por grandes intérpretes da música popular baiana e brasileira.