Centro Cultural “O Gueto é Um Luxo” lança álbum musical com artistas da periferia


 

estudio-gxl
Digdig no Estúdio GxL_Foto Acervo Pessoal Digdig

 

O álbum “O Gueto é um Luxo”, produzido pelo GxL, estúdio musical do Centro Cultural de mesmo nome da obra, já está disponível nas plataformas digitais: Spotify e Deezer. A proposta é visibilizar o trabalho de artistas independentes dos guetos de Salvador que não encontram oportunidades no cenário musical e reafirmar a existência de uma vasta riqueza cultural nas periferias.

Entre os bairros representados estão Nordeste de Amaralina, Mussurunga e Bairro da Paz.

A direção musical é assinada por Digdig e a produção e arranjos por Digdig e Rafa Jah. Como intérpretes e compositores o álbum conta com Samuel Álan, Tiago Verdelho, VR “Victor Rocha”, Sereia e Jan Tchuco. O álbum tem seis faixas e as canções presentes trazem pagode, trap, love song, funk e bregafunk.

O Centro Cultural

O Gueto é Um Luxo reúne moda, cultura e arte transformando-se em um incrível centro cultural. O espaço também agrega um estúdio de gravação que oferece oficinas e apoio a artistas do bairro e ações empreendedoras sem patrocínio ou apoio público.

O lançamento do álbum é uma ação de contrapartida do Centro Cultural O Gueto é Um Luxo com uso do subsídio pago pelo Mapa Cultural de Salvador da Fundação Gregório de Mattos, Prefeitura de Salvador, por meio da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, com recursos da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.

SERVIÇO

Lançamento do álbum musical “O Gueto é Um Luxo”

Onde: Spotify e Deezer