Coletivo debate “Acolhimento da Transgeneridade no Cristianismo e no Candomblé”


de transs pra frente
Foto: Andreia Magnoni

O coletivo De Transs Pra Frente promoverá debate sobre “Acolhimento da Transgeneridade no Cristianismo e no Candomblé”. Os debates serão nesta quarta (17), no Espaço Cultural da Barroquinha, aberto ao público.

Acreditamos que a informação pode trazer a compreensão e naturalização das identidades trans e travestis e a partir disso ampliar o debate e quiçá o acolhimento dessas pessoas que ao existirem perdem tudo, inclusive o direito de professar a sua fé.

O De Transs Pra Frente é um evento mensal, que acontece há um ano e nasceu para suprir a necessidade de se falar das estratégias e urgências do movimento trans e travesti em primeira pessoa.

É necessário falar sobre o assunto, é necessário se questionar sobre todos os espaços que são negados à mulheres trans, travestis e homens trans, e o espaço religioso/espiritual é um deles. Que sejamos mais amor!

TRANSbatucada
TRANSbatucada – Foto: Andreia Magnoni

Debates:

 

Às 14h30: “O Acolhimento da Transgeneridade no Cristianismo”

Com mediação do pesquisador e cristão, Ailton Da Silva Santos, estarão nessa mesa o Padre Anglicano Bruno Almeida, o Pastor Tárcito Fernando, e a Advogada feminista Laina Crisóstomo.

Às 18h: “O Acolhimento da Transgeneridade no Candomblé”

Com mediação da pesquisadora e Egbomi Fernanda Júlia Onisajé,terá as presenças do Pesquisador Claudenilson Dias, o Babalorixá Gilson Ajunkesi do Ilê Asé Ibá Ajunkesy e da Mametu Allana Dandaramazi do Unzo de Ungunzo Kessimbi Amazi, raiz de Giderecy Indangi de Corromim, é Psicóloga, Educadora Social na Fundação Cidade Mãe.

Apresentação da TransBatukada, com regência de Antenor Cardoso.

ONDE: Espaço Cultural da Barroquinha – gratuito