Colóquio Nacional Itinerante – Projeto de Lei Makota Valdina é realizado em Salvador


 

VALDINA-DE-OLIVEIRA-PINTO-MAKOTA-VALDINA

Salvador será sede do Colóquio Nacional Itinerante – Projeto de Lei Makota Valdina, entre os dias 10 e 16 de agosto, no Terreiro Uzo Oninboyá, Abaeté, Pelourinho e UNEB. O intuito do evento é popularizar, fortalecer e acompanhar o Projeto de Lei nº 1279/22, que estabelece o Estatuto dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana.

O Colóquio é uma estratégia de divulgação da PL, um Marco Legal dos Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana, idealizado e promovido pelo Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana – FONSANPOTMA.

Está proposta a itinerância nos seguintes estados: Pará, Amapá, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal e em torno, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A programação tem a finalidade do fortalecimento dos Povos de Matrizes Africanas na Bahia e no Brasil, através de eventos tradicionais expressivos, que integra a família da ancestral de Makota Valdina. O evento é gratuito e não precisa inscrição.

PROGRAMAÇÃO

10 de agosto às 19h (Quarta-feira)

– Reunião Ancestral na Vila comunitária da família Pinto

– Local: Terreiro Nzo Oninboyá – Travessa Apolinário de Santana, 84 – Engenho Velho da Federação

12 de agosto às 09h (Sexta-feira)

– Seminário Marco Legal dos Povos e Comunidades Tradicionais

– Local: UNEB

13 de agosto às 09h (Sábado)

– Reunião Ancestral com Lideranças e Autoridades tradicionais;

– Local: Parque do Abaeté – Itapuã.

16 de agosto às 09h (Terça-feira)

– Caminhada Azoany

– Local: Concentração às 08h30 – Largo do Pelourinho.