#Denúncia – Cineasta e diretora Andreza Mona sofre atropelamento no Rio de Janeiro


 

A cineasta e diretora de fotografia Andreza Mona foi atropelada em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, no último dia 7. O motorista fugiu sem prestar socorro, mas o acidente foi registrado por uma câmera de vídeo do condomínio Novas Cores, bairro Neves, em frente ao local do acidente.

O atropelamento deixou sequelas e, mesmo com elas, a jovem foi negligenciada em dois hospitais da região. Negra, de Salvador (BA), ela diz que foi tratada como louca – embora as imagens não deixem dúvida sobre a gravidade do acidente. “Eu supostamente não tive fraturas, mas ainda estou com muitas dores, mais de duas semanas depois, e não sei se são normais”, diz a vítima.

Segundo ela, seu plano de saúde – do convênio Hapvida – também está atrapalhando. “Eles estão burocratizando o atendimento desde que estive no Rio. Tenho medo de ficar com sequelas permanentes por causa disso.”

E ainda resta a questão do criminoso. Ele não foi identificado, mas poderia ter sido, se houvesse uma investigação adequada. Por incrível que pareça, entretanto, o atropelamento e fuga não foi registrado pela polícia, embora a notificação por parte do hospital seja compulsória. “Eles não registraram nada”, disse Andreza.

O vídeo do atropelamento pode ser assistido no instagram @dezzamona, no qual também encontram-se informações para colaboração da vakinha para recuperação da mesma.

 

Ajude Mona a se reerguer, clicando aqui. 

PIX: [email protected]