Frases de Mainha: Coletivo de quatro amigos ultrapassa 2 milhões de views


14439001_1080740021994957_911413069_oMais de 100 mil seguidores, mais de 2 milhões de visualizações e muito, mas muito sucesso destes quatro soteropretos que, há quase um ano começaram com cards e hoje viralizam com seus vídeos de humor. Estamos falando do Coletivo Frases de Mainha, formado por Caio Cezar Oliveira – Idealizador e Relações-Públicas, Erick Paz – Idealizador, Designer e Videomaker e os atores Thiago Almasy (Junio) e Sulivã Bispo (Mainha), que também dirigem. Confere nossa entrevista com Caio Cezar, porta voz do Coletivo:

PortalSoteroPreta – Fala pra gente como é o processo criativo de vocês, como vocês chegam nos vídeos?

Caio Cezar – Nosso processo criativo acontece numa construção coletiva entre os quatro e, também, com significativa participação dos usuários que enviam frases e situações para colaborar na produção do conteúdo. Anotamos, escrevemos um roteiro básico, com uma linha de pensamento: começo, meio e fim. Depois disso, vamos gravando as cenas, que são muitas, geralmente quatro horas de gravação para fazer um vídeo de 3min. Tudo muito espontâneo, as falas e frases. Tudo isso, claro, a partir de um conhecimento técnico de direção de fotografia, atuação e tudo que é necessário para executar um produto audiovisual. Sulivã e Thiago são ótimos atores, o que facilita o trabalho de Erick, que é quem executa a parte técnica de filmar e editar os vídeos.

PortalSoteroPreta – A maior parte do conteúdo vem de colaboração dos internautas? Quantas ideias em média vocês recebem por dia?

Caio Cezar — Muitas ideias vêm dos internautas. Há pouco mais de um ano, quando ainda não produzíamos os vídeos, só os cards, a estratégia pensada foi a aproximação com os usuários e estímulo à sua participação. Queríamos construir um conteúdo que se aproximasse ao máximo da ideia comum que todos temos de “Mainha”. Então, essa era a melhor forma: usar as ferramentas digitais para receber ideias e publicá-las, inclusive, com os nomes das pessoas que enviaram. No começo recebíamos de 10 a 20 mensagens por dia. Agora, recebemos 100, em média. Eu me esforço para responder a todos nos comentários e nas mensagens. Queremos manter o projeto próximo, que as pessoas se sintam parte disso e respondê-las é imprescindível.

O Paredão no Carro de Mainha”, vídeo com mais de 1 milhão de views, do qual temos muito orgulho. Pensamos muito antes de produzí-lo. Fizemos convites a pessoas que contribuem muito para o nosso trabalho e o dia da gravação foi muito divertido. (veja aqui

14466972_1080740075328285_1582012189_o-copiaPortalSoteroPreta – Conta como foi a decisão de fazer tudo isso…

Caio Cezar – – Um dia eu (Caio) estava em minha casa e senti falta da minha mãe reclamando, gritando por causa das coisas erradas. Resolvi fazer cards bem simples com frases e nome da minha mãe. Publiquei em meu Facebook pessoal, que renderam mais de 100 curtidas e compartilhamentos muito rapidamente. Erick, que é meu amigo e já desenvolvia outros projetos comigo na faculdade, me ligou propondo desenvolver um projeto. Sentamos, escrevemos e colocamos no ar. De um dia pro outro ganhamos 100 likes, depois 500 e em um mês 5mil. Pulamos muito rapidamente para os 10mil curtidores e então demos um tempo. Percebemos o potencial de “Frases de Mainha” e precisávamos dedicar tempo, por isso, o “engavetamos” por alguns meses.

PortalSoteroPreta – Aqui surgem Mainha, Junio, Cintia, Meire…? Como vocês receberam a repercussão inicial desse projeto?

Caio Cezar – – Quando retomamos, queríamos algo diferente para relançar a página. Decidimos fazer um vídeo. Convidamos os atores Sulivã e Thiago para dar vida às nossas personagens e foi um sucesso imediato. Mainha e Junio foram os primeiros nomes que vieram à cabeça quando pensamos em fazer vídeos e retrata a relação mãe e filho. Já Cintia e Meire surgiram no calor da gravação das cenas. Cintia, por exemplo, foi uma invenção inesperada, de uma fala que não havia sido combinada, de Sulivã, enquanto gravávamos. As pessoas amaram e resolvemos continuar falando dela.

14489548_1080740018661624_823886468_oPortalSoteroPreta – Hoje vocês já ultrapassam 100 mil seguidores, a que vocês atribuem esse alcance?

Caio Cezar – – Toda vez que nos perguntam “quantos seguidores vocês têm?” e nós respondemos, a resposta defasa na mesma hora! (risos) Nesse momento no qual lhe respondo temos 101mil, daqui a 10min a resposta já está defasada. Além da belíssima atuação dos atores e do conhecimento técnico em produção de conteúdo e comunicação meu e de Erick, nós atribuímos o alcance à grande identificação das pessoas que conhecem Frases de Mainha. Queremos chegar o mais próximo do ideal que temos de “mainha”. As pessoas vêem suas mães nos vídeos, nós publicamos as frases que nos enviam com nome de mãe e filho e isso gera muita identificação.

PortalSoteroPreta – Algum momento ou intervenção do público que marcou?

Caio Cezar – – Uma fala importante de uma ouvinte nos deixou orgulhosos enquanto dávamos entrevista numa rádio: “Fico segura porque minha filha pode assistir. Toda a família pode.” Uma amiga, uma vez, me enviou uma mensagem dizendo “fico feliz por ver o pessoal da minha igreja compartilhar e se divertir com um conteúdo sem apelação”. Temos um cuidado com Frases de Mainha e ficamos abertos para receber críticas e sugestões que nos ajudem a divertir as pessoas no sentido de construir e reforçar nossa cultura.

14192185_527198084140179_5906449701622297759_nPortalSoteroPreta – Bastidor! Nos fale dos cenários e participações, como são escolhidos?

Caio Cezar – – Nossa verba é curta, usamos lugares acessíveis. A casa de “Mainha e Junio” é a casa de um dos atores. Quando desenvolvemos os roteiros, pensamos nas nossas possibilidades. Temos as nossas casas disponíveis e as vias públicas. Como Mainha e Junio vivem situações rotineiras, não temos muita dificuldade para encontrar locações. Adotamos a política de sempre convidar atores para participar, o que fica sob responsabilidade de Sulivã e Thiago. Para o vídeo “Paredão no Carro de Mainha”, nós convidamos fãs que participam e se envolvem muito no projeto, para fazer a figuração. Ficamos felizes com o resultado.


13901371_517328781793776_4697630552511053050_nPortalSoteroPreta – Como vocês veem o cenário afrocultural soteropolitano?

Caio Cezar — Thiago Almasy traz a seguinte fala “acredito que exista uma certa resistência a projetos cujos temas perpassam questões envolvendo “minorias” (que, em nossa sociedade, quase sempre são maiorias). Estamos num período da humanidade onde a transição do pensamento está extremamente desenhada. Os perfis de uma antiga e de uma nova geração estão bem palpáveis e cada vez mais fáceis de serem identificados. Temos essa geração da descontrução normativa e da militância. Ao meu ver, ao invés de militar objetivamente, sinto que o nosso trabalho faz a mesma coisa, mas de forma subjetiva. O Frases de Mainha conta com atores predominantemente negros, trazendo situações dentro de um recorte bem específico, mas sem levantar bandeiras e, acredito, sem ridicularizá-los. É importante que existam as militâncias e que todo mundo seja ouvido. Acredito que podemos sim viver num mundo menos injusto para com os diferentes gêneros, etnias ou credos. Mas acho interessante entrar nesse “jogo”, sem necessariamente parecer que estamos pedindo isso ou aquilo. É entender como as coisas funcionam, e moldá-las ao nosso favor. Subitamente as pessoas estão torcendo por uma obra que, de forma nem um pouco inocente, subverte esses padrões. Gosto disso.”

PortalSoteroPreta – Quais os planos futuros?

Caio Cezar — Queremos finalizar a temporada de vídeos no fim do ano para pôr em ação nossos próximos passos. Enquanto isso, estamos fazendo parcerias com outros canais baianos para produzir vídeos, legendando-os para pessoas com deficiência auditiva e pensando em uma promoção bacana. No fim do ano, quando estivermos mais folgados, vamos começar os esforços para chegar ao teatro.

13669193_511574772369177_4966472024657024748_n

Making of pra se acabar de rir!

Acessibilidade –  Frases de Mainha agora também tem vídeos legendados para deficientes auditivos, disponíveis no canal no Youtube (http://migre.me/v2tGp).