Marca Bixa Costura lança coleção que respira em corpos diversos


 

A criadora Tauan Carvalha, que assina a marca Bixa Costura, lança a coleção Alfazema, como um alívio sensorial frente ao desalento expresso no número de vítimas da pandemia da covid-19. Com a compreensão da moda como seu lugar de ativismo, Tauan foca na  ancestralidade africana e na variedade de corpos e suas expressões agêneres.

“O perfume da Alfazema vinha sendo uma chave para um portal de leveza, proteção e cura através do olfato durante esse período de instabilidade”, explica Tauan.

Desde as  experimentações com grampeados em TNT, na laje de sua casa no bairro de São Caetano, à formação técnica em vestuário, estavam presentes as nuances da moda e sua autoconhecimento como bixa preta na Bahia.

“Para mim, a moda é uma plataforma de transmissão, feitura e rememoração de valores e códigos, símbolos, vozes, corporalidades e desejos de mundo”, expõe. Defendo como ponto de partida pensar a cocriação de peças confortáveis, atemporais, funcionais e que respeite os mais diferentes corpos, principalmente quando falamos de Brasil, território onde existe uma imensidão de corporeidades, que devem ser analisadas para o processo de criação”, realça Tauan suas decisões para a nova coleção.

A coleção é apresentada por duas modelos, uma cis e outra trans, reforçando a moda sem limites dos gêneros. As peças podem ser vistas adquiridas bixacostura.com.br  e mais conteúdos estão disponíveis no instagram @bixacostura.